SEM CATEGORIA

Calmantes naturais – O que é, como funciona e para que servem

Em tratamentos alternativos para casos de insônia, ansiedade e nervosismo, calmantes naturais podem ser opções complementares

Atualizado em 11/02/2020

Primeiramente, os medicamentos fitoterápicos são aqueles obtidos a partir de partes de plantas. São utilizados como tratamento alternativos em algumas condições de saúde e também funcionam como calmantes naturais.

Assim como os medicamentos tradicionais, eles também passam por uma série de testes de eficácia. Por outro lado, as plantas que contêm seu princípio ativo podem ser consumidas naturalmente. Além disso, os chás naturais são outra opção pode ser um truque que faz dormir em segundos.

Acima de tudo, é importante lembrar, no entanto que mesmo esses tratamentos devem ser consumidos com cautela e orientação médica. Isso porque a interação dos fitoterápicos com outros medicamentos pode potencializar ou anular efeitos de tratamentos feitos paralelamente. Não é porque são tratamentos feitos com plantas e calmantes naturais, que são inofensivos.

Calmantes naturais

Calmantes naturais - como funcionam e para que servem
Mexido de Ideias

Passiflora (passiflora incarnata): conhecida como flor do maracujá, é um excelente calmante natural que ajuda a controlar a ansiedade e favorecer o sono, por causa de suas propriedades sedativas.

Valeriana (Valeriana officinalis): contribui na melhora do sono e tem ação calmante capaz de combater insônia, agitação e ansiedade.

Erva de São-João ou Hipericão (Hypericum perforatum): é utilizada para produzir medicamentos que agem no sistema nervoso e tratam depressão e ansiedade, então só pode ser comprada com autorização de receita médica.

Camomila (Matricaria recutita): a camomila tem efeitos calmantes que agem nos sistemas digestivo e nervoso, reduzindo situações de nervosismo e agitação.

Tília: auxilia no tratamento de distúrbios como estresse, ansiedade e histeria, graças às suas propriedades calmantes.

Melissa ou cidreira: o mais popular, também conhecido como erva-cidreira, utilizado como calmante em situações de ansiedade, nervosismo e problemas de sono.

Alfazema: possui óleos essenciais com efeitos relaxantes e calmantes diante da tensão nervosa.

Como fazer chás calmantes

Calmantes naturais - como funcionam e para que servem
Thrillist

Inicialmente, os princípios ativos utilizados pelos efeitos calmantes são encontrados nas plantas de maneiras mais brandas do que nos medicamentos. Isso pode reduzir a probabilidade de complicações e efeitos adversos nos tratamentos. Porém, é essencial que isso seja feito sob orientação de especialista.

Após selecionar uma planta com efeito calmante, deve-se adicionar 1 sachê (equivalente a 20 gramas da planta) em 1 xícara de água fervente e deixar de 5 a 10 minutos. O chá pronto pode ser tomado até três vezes por dia, diante das situações que pedem efeito calmante.

Além disso, para dormir, por exemplo, o chá de valeriana é mais indicado. Isso porque ele aumenta os níveis de melatonina, contribuindo na indução do sono. Para melhores efeitos, ele deve ser consumido de 15 a 30 minutos antes de ir dormir. Além desses, há outros chás que podem ajudar a ter uma ótima noite de sono.

Mais uma vez, é fundamental lembrar que eles só devem ser consumidos sob orientação de médico ou fitoterapeuta especializado. Ainda que possam ser comprados sem receita, algumas dessas ervas podem se tornar tóxicas em certas quantidades.

Outras opções naturais

Calmantes naturais - como funcionam e para que servem
Thrillist

Existem opções de calmantes naturais que podem ser consumidas em comprimidos e, também, comprados em farmácias. Apesar disso, antes de comprar é importante conferir o rótulo e o o número de registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Estes são alguns exemplos de calmantes naturais encontrados em comprimidos:

  • Passiflora incarnata L.: Maracugin e Sintocalmy
  • ​Passiflorine: Recalm e Calman
  • Pasalix: Serenus e Ansiopax

Além disso, especialmente para grávidas, os calmantes naturais só podem ser consumidos sob a supervisão de um médico, fitoterapeuta ou nutricionista, pois os efeitos colaterais das plantas podem afetar a saúde do bebê. Nesses casos, o suco natural de maracujá pode ser consumido naturalmente, sem contraindicações.

Para acalmar bebês, o chá de camomila com erva doce também é uma opção segura. Além disso, a combinação ajuda na qualidade do sono e combate os gases naturais geram cólicas nos recém-nascidos.

Fontes: Saúde, Tua Saúde

Imagem de destaque: Mundo Boa Forma