Cientistas descobrem esqueleto de monge dentro de estátua milenar

A tomografia computadorizada de uma estátua budista do século 11 ou 12, revelou um extraordinário segredo, que deixou cientistas e historiadores boquiabertos. Embaixo da estrutura pesada e compacta, a estátua escondeu, durante todo esse tempo, a múmia de um antigo monge budista chinês, cujos órgãos foram substituídos por antigos pergaminhos.

Os cientistas já desconfiavam que havia uma múmia dentro da estátua, mas só depois do exame – feito no Centro Médico Meandro a pedido do museu Drents, na Holanda – foi que eles tiveram certeza da existência do esqueleto dentro da estrutura milenar.

A maior das surpresas, no entanto, foi quando eles descobriram os rolos de papel escondidos. Os documentos revelaram que o corpo pertencia a um religioso chamado Liuquan, um antigo mestre budista.

A estátua vai estar em exibição no Museu Húngaro de História Natural até o mês de maio. Veja as fotos:

1 2 3 4