Cocô em tudo! 14 coisas que mais têm coliformes fecais

Não adianta correr. Antes mesmo de você vir ao mundo, na barriga de sua mãe, você já estava exposto a uma grande quantidades de bactérias. Do lado de fora, então, é um verdadeiro milagre você se manter saudável com a quantidade de coisas que podem ser mais sujas e contaminadas que uma privada pública.

Aliás é sobre essa nojeira toda que vamos falar agora. Como você vai ver na lista abaixo, tudo que está próximo de você, até as coisas mais inimagináveis do mundo, têm resíduos de cocô, seu e de todo mundo, sabia? Inclusive, é por isso que coliformes fecais, bactérias presentes no intestino dos bichos de sangue quente, são tão comuns por aí quanto o ar que você respira… ou melhor, estão até no ar que você respira!

Mas, olha, vê se não vá pirar, hein? Aficionados por limpeza, pessoas com TOC e pessoas perturbadas de todos os jeitos, por favor, não continuem lendo essa matéria, nossa intenção não é estragar a vida de vocês.

Isso porque, se você continuar acompanhando e chegar à lista que preparamos logo abaixo, vai perceber que coliformes fecais e uma série de bactérias terríveis estão presentes até em sua escova de dentes! Ou pior: você vai descobrir que nem mesmo seu rosto está livre dessas porcarias.

O quê? Já começou a sofrer chiliques? Então corra e se joga no frasco de álcool em gel porque os coliformes fecais são danados e a coisa por aqui vai ficar ainda mais feia!

Confira, abaixo, 14 coisas que mais têm coliformes fecais:

1. Fio dental

1

Acha lindo, né, ver a mulherada usando fio dental? Pois fique sabendo que eles só não são piores que acentos de transportes públicos, isso quanto às bactérias que pode armazenar. Já sobre conter coliformes fecais, bom, isso é meio óbvio, né? Olha só onde esse negócio fica, minha gente!

2. Cueca

2

E o problema não está só com as mulheres não. As cuecas, por mais “interessantes” que possam deixar o boy magia também são um antro de coliformes fecais. Aliás, vira e feche elas aparecem por aí com as tais “freadas”, né?

3. Celulares

3

Sim, você ama seu celular e não vive sem ele, nem na hora de ir ao banheiro, certo? Bom, só por isso aí você já deveria saber que ele está cheio de coliformes fecais. Aliás, uma matéria do Times garante que ser possível encontrar vestígios de cocô em pelo menos 1 a cada 6 celulares pelo mundo.

A boa notícia, se é que dá para falar em coisa boa sabendo disso, é que já existem fabricantes preocupados com isso. Duas grandes marcas da telefonia na Europa estariam desenvolvendo um carregador chamado PhoneSoap (algo como sabonete de telefone, em português), que utiliza radiação eletromagnética, como nos hospitais para matar até 99,9% das bactérias e vírus nos dispositivos.

4. Escovas de dente

4

Ficou preocupado aí? E pode ficar mesmo, porque se sua escova for guardada no banheiro, descoberta, próximo ao vaso sanitário, ela está cheia de coliformes fecais. Isso porque, ao dar descarga, especialmente com a privada destampada, milhares de partículas contaminadas de seu cocô voam pelo ar e se instalam no que acham pela frente.

Claro que elas não pulariam sua escova de dente só porque se trara de uma escova de dente! A pior parte é que isso acontece com relação ao cocô de todo mundo que usa o mesmo banheiro que você, não é mesmo?

5. Dinheiro

5

E não é só o dinheiro vindo de coisas ilícitas que é sujo. Para falar a verdade, pesquisas mostraram que não são apenas coliformes fecais que estão lá, dando sopa nas notas que você tanto ama ganhar. A maioria delas, pelo menos nos Estados Unidos, também apresenta contaminação por cocaína, já que os dependentes químicos, muitas vezes, usam dinheiro para cheirar o pó.

6. Camas de bronzeamento artificial

6

Aqui, no Brasil, esse tipo de bronzeamento artificial é proibido, mas nos Estados Unidos ele ainda é comum. Mas, além de expor as pessoas ao risco de câncer, essas camas de bronzeamento artificial são potenciais transmissores de infecção. Isso porque as camas, quentes e úmidas são propícias para o desenvolvimento de bactérias e coisas do tipo.

Além disso, um estudo realizado em Nova York, nos Estados Unidos, em 2008 detectou coliformes fecais em TODAS as camas de bronzeamento artificial que coletaram material para análise.

7. Acentos de transporte público

Um estudo realizado pelo departamento de microbiologia da Universidade de Nova York chocou o mundo depois de analisar amostras da sujeira encontrada nos acentos do transporte público da cidade.

Mais de 52% de todo material analisado tinha presença de coliforme fecais. Além disso, 28% tinha vestígios de E.coli, uma bactéria encontrada no intestino humano e que, se disseminada para outros órgãos pode trazer sérios problemas de saúde para as pessoas.

8. Água benta

9

Nem mesmo na hora de exercer a sua fé você está livre do cocô do mundo. Deus no livre, mas é isso mesmo! Segundo uma pesquisa realizada na Austrália, 86% de todas as fontes de água benta analisadas no País estavam contaminadas com coliformes fecais, E.coli e outras bactérias nocivas à saúde.

9. Carrinhos de supermercado

10

Pois é, se você tem aquela mania feia de sair comendo no supermercado, fique atento. O carrinho que você encosta, usa para colocar as compras, sai empurrando e depois, todo desavisado usa a mesma mão para comer, pode estar contaminando você. Pelo menos é isso que pesquisadores da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, concluíram.

Eles analisaram 85 alças de carrinhos de supermercado, em 4 estados do País. No final das contas, o resultado foi que 72% dos carrinhos tinham a presença de coliformes fecais. Desses, 50% também tinha a danada da E.coli.

10. Limão

11

Sabe aquelas rodelinhas de limão que vêem em sua bebida, nos restaurantes? Junto com elas vêem também porções extras de cocô. Isso mesmo, segundo um estudo realizado em várias restaurantes de New Jersey, nos Estados Unidos, os estabelecimentos não costuma lavar os limões que servem ao clientes e, como resultado, coliformes fecais são consumidos todos os dias por aqueles que não abrem mão das rodelinhas de limão o do próprio suco da fruta.

11. Piscinas de hotel

12

Não que em outras piscinas os coliformes fecais não sejam encontrados, mas nas piscinas de hotéis é regra ter um pouquinho de cocô para dar um “charme” na água. Esse foi o resultado do estudo realizado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), nos Estados Unidos.

12. Aviões

13

E se você não usa transporte público e está aí se vangloriando por isso, mas viaja de avião, fique sabendo que você também está exposto aos coliformes fecais. Outro estudo realizado nos Estados Unidos encontrou partículas de cocô em tudo nos aviões analisados. Mas essa é a parte mais leve dos estudo: em apenas um avião, foram encontradas mais de 3 mil bactérias.

13. Teclados

15

Essa é para você que está aí, navegando na internet e comendo um sanduba, por exemplo. O teclado que você usa para digitar, mesmo o de sua casa, que sua mãe ou a faxineira limpam todos os dias está carregado com tantas ou mais bactérias que seu próprio banheiro, sabia?

Pesquisas realizadas nos Estados Unidos descobriram, por exemplo 7.500 bactérias em amostras de teclados. Enquanto isso, “apenas” 5.400 bactérias foram encontradas em acentos de privadas. Dá para acreditar?

E, claro, coliformes fecais nessa superfície é mato. Quer uma prova disso? É só pensar em quantas vezes você voltou do banheiro sem lavar as mãos e digitou alguma coisa.

14. Seu rostinho lindo

8

Vamos pensar: o que tem nos celulares? Sujeiras e coliformes fecais. O que tem no banheiro, no dinheiro, em sua escova de dente e em tudo o mais que você toca? Coliformes fecais. Agora é com você: o que tem em seu rosto, onde você encosta as mãos depois de pegar em tudo isso? Pois é…

Fonte: Distractify