Com que frequência você deve lavar os lençóis, de acordo com um especialista

Nós gastamos mais de um terço de nossas vidas na cama, mas esse lugar pode rapidamente se transformar em um verdadeiro “parque botânico” de bactérias e fungos, de acordo com o microbiologista da Universidade de Nova York Philip Tierno.

Se tomarmos as devidas precauções, a vida microbiológica presente nos lençóis pode nos deixar doentes. Para conter essa ameaça invisível, devemos lavar as roupas de cama uma vez por semana, de acordo com o especialista.

Suor: o ambiente perfeito para eles

Os seres humanos produzem naturalmente cerva de 26 litros de suor durante o sono a cada ano. Essa umidade associada à um clima quente torna-se um prato cheio para as bactérias e fungos.

Um estudo recente sobre o nível de contaminação fúngica nas roupas de cama, descobriu que em uma amostra de lençol, que não era lavado à um ano e meio, continha 16 espécies diferentes de fungos.

Além dos fungos e bactérias provenientes do seu suor, mucos, células da pele e excreções vaginais e anais, você também compartilha sua cama com micróbios estrangeiros. Estes incluem a caspa de animais, pólen, peles, sujeira em pó e fezes.

Uma a duas semanas sem lavar os lençóis já é suficiente para deixar alguém com a garganta irritada- especialmente aqueles com alergias ou asma.

 

 

Fonte: Business Insider
Imagens: Reprodução