Como é feito o cheiro de carro novo?

Comprar um carro novo ou andar naquele veículo que alguém acabou de tirar da concessionária é algo muito bom. Isso porque, além de ser um dos mais populares sonhos de consumo das pessoas que vivem no Brasil, carros recém-comprados têm ainda um charme todo especial: o tão famosos cheiro de carro novo.

O mais interessante de tudo é que, apesar de não ser, exatamente, um tipo de perfume, o cheiro de carro novo costuma agradar à todo mundo. Tanto que já existem fragrâncias para automóveis que imitam esse odor bem particular, sabia?

Mas, voltando ao assunto, você sabia que o cheiro de carro novo é uma espécie de “atrativo a mais”, usados pelas montadoras para “fisgar” os clientes com maior facilidade. Isso, segundo quem entende do assunto, garante que até mesmo os carros mais baratos e com menos quantidades de recursos e tecnologias, ainda assim, pareçam atrativos o suficiente para serem adquiridos.

4

Interessante pensar nisso, não? No entanto, mais interessante ainda é pensar que o tal cheiro de carro novo é totalmente fabricado! Quer saber como ele é feito? Bom, então se prepare porque tudo é menos interessante do que parece.

Cheiro de carro novo, um acidente

Isso porque, ao contrário do que muita gente imagina, o cheiro de carro novo que a gente percebe quando entra em um carro tirado, recentemente, da montadora ou da concessionária, na verdade, surgiu de algo acidental.

Segundo uma entrevista publicada pelo site Fast Co. Design, com a engenheira de materiais da Ford, Linda Schmalz, o cheiro de carro novo não passa do resultado da combinação de cheiros dos vários materiais usados dentro dos veículos. Mais de 100 tipos de materiais juntos, para dizer a verdade, como tecidos, couro, plástico, madeira e até mesmo a cola usadas em alguns detalhes.

3

Todos esses componentes juntos, como explicou a engenheira, acabam liberando resíduos químicos com odores perceptíveis no ar. Assim, não dá para saber, exatamente, qual o cheiro que o carro novo vai ter até que ele esteja pronto e seus materiais, completamente combinados. Além disso, o cheiro de carro novo dura por um período de tempo não muito longo e não pode ser renovado.

Teste do cheiro de carro novo

E, como não dá para antecipar como o cheiro de carro novo será, existem testes que permitem sentir uma prévia do resultado final. Para ver como cada um dos materiais usados no carro vai cheirar, cada componente (ou vários componentes juntos) é colocado em um pote de vidro e levado ao forno.

1

O material, então, é aquecido três vezes, nas temperaturas 22,7ºC; 40ºC e 80ºC. A primeira é para simular a temperatura ambiente, a segunda, para perceber como o cheiro será com um pouco de água dentro do pote; e, a terceira, para simular o efeito do ar quente no veículo em dias muito quentes.

2

Aí, então, um grupo de jurados são convidados a atribuir notas a esses materiais testados. A intenção é que eles possam identificar se algum dos materiais cheirar mal.

Interessante, não? No vídeo abaixo você pode entender um pouco mais  sobre como o teste do cheiro de carro novo costuma ser testado nos laboratórios das grandes marcas.

Veja:

 

E, por falar em carros, essa outra matéria vai ajudar bastante você a entender o seu: 24 segredos para melhorar a convivência com seu carro.

Fonte: Mega Curioso, Fast Co. Design