Curiosidades

Como fazer novos amigos com 5 dicas simples e práticas

Ter amigos é algo que parece natural, afinal de contas, faz parte do nosso desenvolvimento social. Mas será que é fácil mesmo?

Fazer amigos, durante a infância é muito mais fácil do que na fase adulta, fato! Bom, pelos menos para pessoas que não passaram por muitos traumas ou não tiveram grandes problemas naquela fase.

A vida adulta é cheia de idas e vindas, de mudanças – muitas vezes – repentinas. Uma amizade de anos pode acabar (não completamente) porque as pessoas foram fazer faculdade em uma cidade diferente.

Ou porque coisas, que na infância|adolescência não faziam taaaanta diferença assim, começam a pesar mais na relação. É um pouco complicado falar sobre os motivos, porque são inúmeros e dependem integralmente da vida de cada um.

Chegando em um ponto em comum, digamos que você seja uma pessoa adulta (ou quase, ou muito) e se vê em uma situação que não tem mais amigos, apenas conhecidos. O que você faria?

Pode parecer complicado dizer assim, logo de cara, mas saiba que depende apenas de você. Sabemos que, no mundo, existem os mais diversos tipos de pessoas, desde as “certinhas” até as “maluquinhas” (no bom sentido) – as realmente loucas é melhor deixar para a ciência cuidar|analisar.

Por que é mais difícil do que parece?

Como fazer amigos [e porque é mais difícil do que parece]

Por uma simples questão: somos humanos. A natureza psicológica|emocional do ser humano ainda é algo bem complicado de se entender, apesar dos esforços.

Podemos analisar desde os métodos que cada um tem de comer, se vestir, caminhar, até características mais densas, como o jeito de falar, de pensar, a visão de mundo, e por aí vai.

O “x” da questão é encontrar algum ‘louco’ que se encaixe na sua ‘loucura’, ou seja, alguém que tenha gostos parecidos, pense de maneira próxima às suas ideias e, acima de tudo, tenha respeito. Lembrando que, ter respeito está diretamente ligado à compreensão.

Em um mundo ‘carente’ como o que vivemos não é nada raro você acabar se encontrando em uma relação abusiva (e olha que estamos falando só de amizade!). Mas vamos focar nas coisas boas! Então, vejamos algumas dicas de

Como fazer amigos

1 – Tenha hábitos

Como fazer amigos [e porque é mais difícil do que parece]

Por exemplo, ir para o trabalho é um hábito. Frequentar a faculdade. Ir à academia. Almoçar todos os dias no mesmo restaurante. O hábito é importante porque para uma relação de amizade você precisará manter contato com a pessoa.

Uma amizade não se estabelece do nada – normalmente! -, você precisa encontrar a pessoa diversas vezes, conversar, trocar ideias, conhecê-la o mínimo possível para saber se é alguém que agrada a convivência (por menor que seja).

Ao conhecer uma pessoa nova, especialmente aquela que você quer fazer amizade, experimente convidá-la para um café – ou um happy hour – e mantenha conversas pelas redes sociais. Esse é um bom começo.

Grupo de amigos tira a mesma foto há 35 anos e viralizam na internet

2 – Antigos amigos

Como fazer amigos [e porque é mais difícil do que parece]

Muitas vezes nos afastamos das pessoas sem motivos específicos – brigas ou coisas afins -, mas simplesmente porque a vida seguiu caminhos diferentes.

E isso não quer dizer que um amigo do passado não possa voltar a ser um amigo no presente.

Com as redes sociais está mais fácil ainda encontrar aquele melhor amigo da escola|faculdade. Você só precisa reacender os laços de amizade (pode ir com calma, tá?).

3 – Peça ajuda

Como fazer amigos [e porque é mais difícil do que parece]

Peça aos seus amigos atuais para que te apresentem novas pessoas. Se abra a novas experiências. Sabe aquela reunião ou festinha que sempre te convidam e você – sempre – esquiva? Talvez seja uma boa oportunidade para entrar em contato com futuros amigos.

Agora, se você é uma pessoa que não tem amigo nenhum mesmo, pode pedir ajuda a alguém do seu círculo social. Aí vale tudo: mãe, pai, vó, vô, irmão, primo, tio, cachorro, periquito, papagaio…

4 – Saia de casa

Como fazer amigos [e porque é mais difícil do que parece]

Assim, por mais que as redes sociais sejam facilitadores de comunicação, e por mais que as amizades virtuais estejam em alta, acredite, nada se compara ao tête-à-tête.

Então, saia de casa, que seja para ir ao cinema, tomar um sorvete, qualquer coisa mesmo!. Pare de desmarcar os combinados, esqueça por umas horinhas o iFood e a Netflix (eles estarão lá, te esperando, quando você voltar).

5 – Tenha interesse sincero

Como fazer amigos [e porque é mais difícil do que parece]

Não adianta conhecer uma pessoa, perceber que essa pessoa tem nada a ver com você e ficar insistindo. É dar murro em ponta de faca mesmo.

Primeiro, encontrou uma pessoa com gostos semelhantes, a ‘coisa’ tá fluindo? Então, demonstre interesse, às vezes a gente só tem mesmo e esquece que o outro pode interpretar suas ações de maneira diferente.

E não é nada mirabolante, apenas saia do seu “Fantástico mundo de alguém” e comece a olhar… a vida.

Próxima página »

Escolhidas para você