Curiosidades

Como plantar feijão no algodão? Dicas e passos práticos

Para aprender como plantar feijão no algodão precisa-se de um copo plástico, água, alguns grãos naturais e pedaços do material para germinação.

Em primeiro lugar, para aprender como plantar feijão no algodão envolve alguns itens básicos. Sendo assim, um copo plástico, grãos de feijão, algodão e água são suficientes. No geral, esse exercício pedagógico surge na intenção de ensinar crianças e jovens a interagir com a natureza.

Ademais, atua como um experimento científico para entender mais sobre o meio-ambiente e aprender Ciências de forma divertida. Portanto, também pode ser uma forma de lembrar dos tempos de escola para os adultos. Em especial, é uma atividade para toda a família, com baixo custo e facilidade de realização.

Desse modo, pode-se ensinar importantes valores culturais e sociais em um processo de pouco tempo. Além disso, é possível sim iniciar uma pequena horta a partir de um feijão no algodão. Ou seja, ainda que seja um pequeno projeto, é possível expandir e cultivar essa cultura em casa.

Continua após a publicidade

Como plantar feijão no algodão?

A princípio, umedeça o algodão em água e coloque-o forrando o fundo do copo de plástico. Logo em seguida, coloque dois ou três grãos de feijão crus sobre o algodão. Posteriormente, molhe o algodão para que sempre fique úmido, além disso, mantenha-o em um lugar iluminado.

Ademais, a partir de três dias após esses passos é possível observar o feijão germinando. Sendo assim, quando o projeto atingir o tamanho de uma muda, com cerca de 20cm, deve-se transferi-lo. Comumente, a recomendação é que ele seja transportado para a terra ou vaso, para que a planta possa se desenvolver.

Continua após a publicidade

Em aproximação, o feijão germina no algodão porque a semente em si guarda uma reserva de nutrientes. Geralmente, cerca de 90% das plantas apresenta essa característica, fundamental para seu crescimento. Portanto, como a casca é permeável, a semente do feijão absorve o líquido.

Ou seja, juntamente aos nutrientes, a água faz com que o feijão germine nesse prazo de três dias. Mais ainda, cerca de 24 horas depois surge a primeira folha. Desse modo, estima-se que a planta consiga sobreviver nessas condições por mais uma semana, até que a terra torne-se indispensável para o seu crescimento.

Continua após a publicidade

Contudo, nem toda planta consegue desempenhar esses procedimentos. Como consequência, o feijão costuma protagonizar os experimentos pela facilidade do plantio e visibilidade no processo. Sobretudo, a luz também é um elemento crucial para sucesso do projeto.

Em resumo, utiliza-se recipientes de plástico translúcidos, como os copos tradicionais de água para manter a luz e o calor. Dessa forma, evita-se que a água evapore rapidamente ao manter um ambiente úmido e propício para a germinação. Em outras palavras, monta-se uma espécie de estufa em miniatura.

O que se aprende com esse experimento?

No geral, como citado anteriormente, o experimento de como plantar feijão no algodão desempenha diversos propósitos pedagógicos. Nesse sentido, faz parte dos currículos de Ciência porque permite explorar o método de observação, fundamental para a compreensão do método científico. Mais ainda, estimula a compreensão das fases de desenvolvimento comuns a uma planta.

Continua após a publicidade

Sobretudo, porque é feito de forma simples, em um algodão e num recipiente translúcido, as crianças acompanham todas as etapas. Por outro lado, há o aprendizado sobre noção e percepção de tempo, porque não é possível acelerar ou atrasar o processo. Sendo assim, as crianças entendem que há tempo para tudo na natureza.

Em contrapartida, há lições sobre paciência e espera. Ademais, por se tratar de uma planta, o experimento ensina sobre o cuidado com a natureza. Em especial, por se tratar de um projeto delicado, cada estudante precisa tomar cuidado para manter a planta viva, molhando o algodão e vigiando as etapas.

Como consequência, aprende-se o valor de cuidar e ter contato mais aproximado com a natureza. Além disso, os professores podem utilizar desse mecanismo para falar sobre poluição, desmatamento e outras questões urgentes sobre o meio ambiente. Por fim, há um importante senso de responsabilidade na prática do plantio e cuidado com o crescimento do feijão.

Ou seja, a criança não somente planta o feijão como acompanha todo o processo, estando vigilante para molhar o algodão e mantê-lo em um local iluminado. Dessa maneira, cria-se a responsabilidade de cuidar daquilo que criamos.

Continua após a publicidade

E aí, aprendeu como plantar feijão no algodão? Então leia sobre Cidades medievais, quais são? 20 destinos preservados no mundo.

Fontes: Casa Prática Qualitá | Me Põe na História | Solo Infantil | Clubinho Xalingo |

Imagens: Casa Prática Qualitá

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você