Como prestar os primeiros socorros se alguém passar mal ao seu lado

Imagine que você está andando na rua, ou chega em casa, e encontra uma pessoa passando mal, muito mal. O que você faria? Será que você saberia prestar a ela os primeiros socorros até que o SAMU ou outra ajuda especializada chegue ao local?

A situação que acabamos de descrever, com certeza, é assustadora. No entanto, todos nós devemos estar preparados para ajudar alguém que esteja enfrentando situações de risco, como uma parada cardíaca ou mesmo uma convulsão.

Isso porque, em muitos casos, são segundos que separam a vida da morte e sãos os primeiros socorros, mesmo de pessoas não profissionais, que salvam. Tenso, não?

destaque

Claro que se você não for um profissional da saúde, o melhor é não sair por aí fazendo coisas mirabolantes demais. Não raro, movimentos e decisões erradas podem piorar o quadro das vitimas. Entrentanto, se você conferir a matéria abaixo, com certeza, vai saber o que fazer e como ajudar, caso alguém passe mal do seu lado.

E, claro, decore o número do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, mais conhecido como SAMU:192. Ele funciona em todo o território nacional.

Como prestar os primeiros socorros a alguém passe mal ao seu lado:

Parada respiratória

Se encontrar uma pessoa inconsciente, tente acordá-la. Caso isso não a faça abrir os olhos, verifique se ela ainda respira, colocando a mão sobre o tórax (para sentir se há movimento); e se o coração está pulsando. Se não houver sinais vitais, trata-se de uma parada cardíaca.

Neste caso, você deve pedir a alguém para chamar a emergência (192) e começar, imediatamente, a prestar os primeiros socorros à vítima. A massagem cardíaca é necessária para tentar reanimar a pessoa.

Você precisa se ajoelhar ao lado da pessoa que está passando mal e, seguindo as instruções do vídeo abaixo (clique na imagem para ver o vídeo), fazer a massagem cardíaca, usando o peso do corpo (se for uma pessoa adulta) para estimular o coração voltar a bater. São necessárias de 100 a 120 compressões por minuto e manter os movimentos por dois minutos, sem intervalos.

Então você confere se a pessoa voltou a respirar. Se ela ainda estiver inconsciente, volte às compressões por mais dois minutos e assim por diante, até o socorro chegar.

7

Vertigem

Se alguém sofrer uma crise de labirintite próximo a você ou sentir tontura por qualquer outra razão, o ideal é oferecer apoio e ajudar a pessoa a se sentar. É preciso que a pessoa fique em uma posição confortável para que estes primeiros socorros ajudem.

Se possível, mantenha a pessoa estável e sem permitir que ela se mexa até que a tontura passe. Segurar a cabeça da pessoa inclinada para baixo, como na imagem, ajuda bastante.

OBS: Embora possa parecer um mal estar bobo, a verdade é que vertigem pode ser sintoma de várias doenças. O ideal é procurar um médico caso isso aconteça.

6

Desmaio

Se alguém desmaiar perto de você, esqueça o álcool para que ela cheire, como as vovós fariam; ou mesmo os tapinhas no rosto. Para que a pessoa acorde, a melhor maneira é segurar as pernas dela levemente acima da cabeça, em um ângulo de 90 graus, por 5 minutos, como mostra a imagem.

A posição faz com que o sangue volte à cabeça e isso estimula a pessoa desmaiada a despertar. Se isso não funcionar, no entanto, chame uma ambulância urgentemente, pelo 192.

Segundo especialistas, desmaios são preocupantes não só pela possibilidade do impacto da cabeça e de outras partes do corpo no chão. Nós desmaiamos em situações críticas, quando ocorre a diminuição da oferta de oxigênio no cérebro, já que, quando algo não vai bem, o cérebro nos faz perder a consciência para manter o sangue concentrado em partes vitais, como pulmão, coração e fígado.

2

Convulsão

Com certeza, este é um dos casos que mais costuma assustar as pessoas, mas os primeiros socorros para uma crise de convulsão são bem simples. Como o problema consiste em espasmos involuntários e bastante violentos, nunca tente evitar que a pessoa se debata.

O certo é afastar os curiosos e objetos que possam machucar a vítima, afrouxar suas roupas e deixar a pessoa no chão. Feito isso, segure apenas a cabeça dela, para evitar fraturas cranianas.

Nunca, em qualquer hipótese, envie a mão na boca de uma pessoa que esteja em meio a uma crise convulsiva. Com os espasmos, a mordida da vítima se torna extremamente forte e você vai acabar se ferindo.

Verifique se a pessoa está conseguindo respirar sem dificuldades e, quando a crise passar, vire a vítima de lado. Isso vai impedir que sangue, vômito ou outro fluído que esteja na boca a faça engasgar.

Se a vítima não souber a origem dos espasmos, o ideal é procurar um médico com urgência. Se a crise durar por mais de 5 minutos, é preciso pedir ajuda especializada.

3

Aprendeu como fazer? E, falando em primeiros socorros, é preciso estar preparado para tudo. Por isso, não deixe de ler também: O que fazer se você se engasgar e estiver sozinho?

Fonte: Uol