Descubra quais eram os pratos favoritos dos maiores ditadores da história

Se você achava que sabia tudo sobre personalidades históricas como Adolf Hitler e Benito Mussolini, enganou-se. Existem pessoas dedicas à descobrir as coisas mais pessoais sobre esses “famosos”, como seus pratos favoritos. Talvez seja uma maneira de entender as mentes dessas figuras emblemáticas.

Victoria Clark e Melissa Scott, duas escritoras americanas, são as autoras do livro “Dicator’s Dinners: The Bad Taste Guide to Entertaining Tyrants”, algo como “O Jantar dos Ditadores: Um Guia de Mau Gosto para Entreter os Tiranos”, em uma tradução livre. A ideias das escritoras é abordar a vida dos principais ditadores da histórias com base em seus gostos culinários. Confira:

Benito Mussolini

History Channel

Mussoline eram um homem preocupado com sua saúde. Seu prato preferido era salada de alho cru com azeite e limão, segundo ele a mistura fazia bem para o coração.

Se o alho faz bem para o coração nós não sabemos, mas para o casamento do ditador com certeza não fazia. Segundo as autoras do livro, sua esposa confessou que era difícil se aproximar dele por conta do mal hálito. “À noite, eu o deixava dormindo sozinho em nosso quarto e me refugiava no quarto das crianças”, teria dito ela.

Adolf Hitler

Hitler era conhecido por ser vegetariano, porém o livro revela que seu prato favorito era pombo recheado com nozes, língua, fígado e pistache. Hitler não escolheu o vegetarianismo, mas sim por um problema crônico de estomago que causava flatulências e constipação.

O livro ainda relata que nos momentos finais da Segunda Guerra, o ditador chegou a tomar 28 medicamentos diferentes devido aos problemas estomacais. Sua dieta nesse período era composta basicamente de purês de batata e caldos.

Fidel Castro

Contraditoriamente, o gosto culinário de Fidel era bastante refinado. As autoras relatam no livre que Fidel tinha uma fraqueza por bebidas especiais e queijos requintados. Castro gastou muito dinheiro com queijos franceses e uísque.

Fontes próximas do ditador revelaram que quando jovem, Fidel amava uma sopa de tartaruga.

Muammar Kaddafi

Fonte: Keystone-France/Gamma-Keystone via Getty Images

Sua comida favorita era o cuscuz com carne de camelo. Assim como Hitler, Kaddafi também sofria com problemas gastrointestinais. Seu gosto por leite de camelo poderia ser a causa das complicações.

Certa vez em uma visita, o ex-primeiro-ministro Tony Blair foi advertido para não aceitar o copo de leite de camelo oferecido por Kaddafi. Devido à sua proximidade com o ex-premier italiano Silvio Berlusconi, Kaddafi era um amante de comida italiana, especialmente massas.

Kim Jong-il

Reuters

O ex-líder norte-coreano adorava uma sopa de barbatana de tubarão e pratos feitos à base de carne de cachorro. Kenji Fujimoto, cozinheiro do falecido ditador, foi contratado para preparar o mortal Sushi de Baiacu.

Em um livro que revela todos os excessos gastronômicos do seu patrão, Fujimoto disse que Kim Jong-Il falou em certa ocasião: “gosto tanto de peixe cru fresco que poderia começar a come-los enquanto ainda nadam.”

 

Fonte: Clarin
Imagens: Reprodução