Mundo Animal

Filhotes de cachorro e 5 coisas que você precisa saber sobre eles

Os filhotes de cachorro precisam de um pouco mais de atenção. Por isso vale a pena conferir essas 5 curiosidades sobre eles

Atualizado em 04/01/2020

Quando se fala em cachorros a maioria das pessoas já enlouquece. E, quando se fala em filhotes de cachorro, até quem diz não gostar de pets fica babando. No entanto, muitas pessoas adotam ou compram filhotes sem mesmo saber os devidos cuidados que se deve ter.

Por isso, nós achamos necessário montar uma matéria para lhe mostrar os cuidados que se deve ter com os cachorros. Até porque, ter um bichinho não é simples, e eles precisam mais que só de água e comida. Na verdade, os filhotes de cachorro, e de outros animais de estimação, precisam de muito de amor e de atenção.

Basicamente, ter um animal de estimação é, literalmente, como ter um filho. Pois, você precisará dar suprir suas necessidades básica e educá-lo, gastar com cuidados médicos e assim por diante.

Abaixo, listamos alguns detalhes que os “pais” de cachorro de primeira viagem precisam saber antes da adoção.

5 cuidados para com os seus filhotes de cachorro

1. Cada raça tem características comportamentais e necessidades distintas

Descubra agora 5 cuidados que se deve ter com os filhotes de cachorro

Primeiramente, antes de começar a adestrar o seu filhote, você precisa pesquisar sobre a raça dele e como são as principais características desses animais dessa raça. Ou seja, procure costumes, modos como eles agem, entenda mais sobre a raça do seu cachorro e suas principais necessidades específicas.

Basicamente, para lhe explicar melhor você deve averiguar se a raça do seu cachorro é mais agitada ou mais preguiçosa, por exemplo. Por isso, em determinados casos, você deve então incentivar e estimular o seu filhote a sempre se exercitar mais.

Por outro lado, caso seu cachorro seja mais agitado, nós indicamos que você crie estratégias para ele conseguir gastar mais energia durante os passeios e as brincadeiras. Portanto, se informando melhor sobre essas características, você pode evitar problemas comportamentais e até mesmo de saúde no futuro.

Vale ainda ressaltar que não adianta querer cuidar do seu filhote como a “Maria”, sua vizinha, criou e cuida do dela. Pois, assim como os seres humanos, cada pet conta com sua individualidade. Portanto, o seu filhote não é igual a todos os outros.

2. Não há idade mínima para começar a adestrar um cachorro

Descubra agora 5 cuidados que se deve ter com os filhotes de cachorro

A priori, se você é aquela pessoa que acha que deve esperar uma certa idade para começar a brigar e corrigir o seu filhote, você está enganado. Antes de tudo, vale ressaltar que ensinar filhotes de cachorro é bem mais fácil, que na fase adulta.

Portanto, você já pode começar ensinando o seu filhote desde o primeiro dia que ele chega na sua casa. Além do mais, esse treinamento e adestramento com o seu filhote desde o início será bom para você e para ele. Logo, fazer isso será importante para evitar que seu pet desenvolva hábitos indesejados.

Afinal, você não quer que o seu pet faça xixi fora do lugar, morda objetos e móveis da sua casa, não é mesmo? Por isso, esse momento de educação para com o seu filhote é essencial. Além de ser uma ótima oportunidade para você criar um vínculo maior com ele. E será também um momento adequado para obter mais confiança entre o animal e o dono.

Por isso, vale a pena esses momentos de cuidado e zelo com ele. Contudo, devemos destacar que é fundamental se ter muita paciência e tempo com ele também. Até porque eles são animais indefesos.

Caso você não consiga educar seu filhote de cachorro da forma correta, existem tutoriais no youtube e também adestradores profissionais de cachorros. Vale a pena se informar sobre o assunto.

3. Cuidados com a saúde do pet desde pequeno são essenciais

Descubra agora 5 cuidados que se deve ter com os filhotes de cachorro

Basicamente, os filhotes de cachorro assim como bebês recém nascidos precisam de um carinho e um cuidado a mais quando nascem. Tanto é que os filhotes também possuem uma série de vacinas, as quais ele deve tomar. E claro, isso é tudo como método de prevenção e precaução para que a saúde dele fique 100%.

No entanto, durante os três primeiros meses de vida ele deve tomar todas as vacinas que o seu veterinário recomendar. Além do mais, alguns veterinários indiquem que você evite o contato dele com animais que você não conhece, e também leve ele para passear só no colo ou no carrinho.

Bem, antes de você achar que isso é frescura, nós iremos te explicar. Basicamente, esses cuidados são recomendados pois, por ele ser bem novinho ele ainda não está totalmente imune. Ou seja, o risco dele contrair qualquer tipo de doença é bem maior, por isso essa é uma fase que exige muito cuidado.

Até porque nenhum dos filhotes de cachorro estão livres de adquirirem problemas de saúde. Porém, algumas podem ser evitadas, com alguns cuidados básicos. Por isso, sempre mantenha o seu filhote vacinado, em ambientes limpos, seguro e livre de pulgas e carrapatos.

4. Sociabilizar o filhote é importante

Descubra agora 5 cuidados que se deve ter com os filhotes de cachorro

Mesmo termos falado que é importante você cuidar do seu pet nos primeiros meses, além de evitar o contato dele com outros cachorros que você não conheça. Ainda é importante frisar que ele precisa se sociabilizar, e desde cedo é melhor para que ele acostume mais.

No entanto, como já falamos o perigo está em cachorros que você não conhece, justamente por você não saber se ele pode ter pulga, ou carrapato, ou até mesmo algum tipo de doença. Porém, para as outras coisas você precisa deixa-lo a vontade, deixa-lo um pouco mais livre para ele conhecer o mundo.

Por isso, esse momento é ideal para você apresenta-lo novas experiências, diferentes pessoas, objetos, barulhos e também situações diferentes. Logo, essas experiências devem ser feitas de forma agradável e sem pressão com os seus filhotes de cachorro.

O ideal é ele se sentir seguro, além de ajuda-lo a não ter medo de objetos e situações comuns do dia a dia. Como por exemplo, barulhos de pessoas, animais ou então ele não sentir medo no futuro de andar na rua, de carro ou então para ir ao pet shop tomar banho.

Enfim, não existe fórmula mágica para isso. Na verdade, você só precisa deixar o seu cachorro descobrir o mundo, sem deixar ele se sentir em uma bolha.

5. Filhotes reconhecem (ou não) a liderança do dono desde cedo

Descubra agora 5 cuidados que se deve ter com os filhotes de cachorro

A priori, os cachorros desde sempre são seres sociais que vivem em matilhas. E justamente por isso eles se sentem obrigados a fazer parte de um grupo equilibrado, e com um líder definido para seguir. Portanto, na sua casa não será diferente.

Basicamente, se o seu cachorro não sentir maior confiança e liderança na palavra de uma pessoa da casa. No final das contas, ele se sentirá o líder, e achará com o direito de dominar o ambiente e resolver situações como ele bem entende.

Além do mais, esse tipo de comportamento poderá gerar problemas de comportamento, como por exemplo, a agressividade. Por isso é importante que os filhotes de cachorro reconheçam seu dono como um líder. Pois, assim ele irá respeita-lo além de entender os limites impostos. E por isso ele terá mais chances de se tornar um cachorro mais obediente e dócil na vida adulta.

Agora que você sabe todos os cuidados que se deve ter com filhotes de cachorro, já pode adotar ou comprar um.

Leia mais: Cachorros, 9 erros comuns dos donos na criação dos cães

Fontes: Cão cidadão, Cão cidadão

Imagens: Cão cidadão, Cão cidadão, Cachorro de 29 anos, Dicas. via animal, Tudo sobre cachorro, Pet care