Curiosidades

Flamingos: características, habitat, reprodução e curiosidades sobre eles

Um dos animais mais fascinantes da natureza são os flamingos. Exatamente por isso, nós reunimos algumas curiosidades sobre eles.

Os flamingos estão na moda. Certamente você já viu esses animais estampados em camisetas, shorts e até mesmo em capas de revista. Apesar de estarem sendo usados a exaustão, ainda existem muitas dúvidas que cercam o animal.

Provavelmente uma das primeiras coisas que pensamos quando ouvimos falar do flamingo, é em um pássaro cor-de-rosa com pernas compridas e que se move de forma curiosa.

Em primeiro lugar, você precisa ter em mente que existem muito mais coisas sobre esse bichinho. Você quer conhecer mais curiosidades sobre ele? O Segredos do Mundo te conta.

Confira todas as principais curiosidades sobre os flamingos

1 – Característica

Continua após a publicidade

Primeiramente os flamingos pertencem ao gênero neognathae. Eles podem medir entre 80 e 140 centímetros de comprimento e são caracterizadas por seus longos pescoços e pernas.

Os pés são equipados com quatro dedos unidos por uma membrana. Além disso, o bico é conhecido por sua forma de “gancho”, que lhes permite mergulhar na lama em busca de comida. Tem lamelas para filtrar o lodo. Por fim, para completar a sua mandíbula superior; que é menor que a mandíbula inferior.

Continua após a publicidade

2 – Cor rosa

4 coisas que você precisa saber agora mesmo sobre os flamingos

Todas os flamingos são rosas, porém o tom varia. Enquanto o europeu tem o tom mais claro, o caribenho varia para mais escuro. Ao nascer, os filhotes têm plumagem completamente clara. Ela vai mudando enquanto se alimentam.

Continua após a publicidade

Os flamingos são cor de rosa porque as algas que consomem possuem muita betacaroteno. Ela é uma substância química orgânica que contém um pigmento laranja-avermelhado. Os moluscos e crustáceos, também comidos por flamingos, também contêm carotenóides, uma espécie de pigmento semelhante.

Consequentemente, definimos se um exemplar está bem alimentado observando suas penas. Com efeito, essa tonalidade permite que eles encontrem um parceiro. Se for mais rosa, é mais desejável como companheiro; caso contrário, se suas penas estiverem muito pálidas, considera-se que o exemplar está doente ou que não foi alimentado corretamente.

3 – Alimentação e habitat

A dieta de um flamingo é composta de algas, camarões, crustáceos e plâncton. Para conseguir comer, eles precisam viver em grandes áreas de água salgada ou alcalina; em profundidades rasas e ao nível do mar.

Continua após a publicidade

Os flamingos vivem em todos os continentes, exceto na Oceania e na Antártida. Além disso existem três subespécies atuais. A primeira é chilena. A mais comum vive na Europa, Ásia e África. A mais rosa vive no Caribe e na América Central, que é o mais reconhecido pelo vermelho de suas penas.

Eles vivem em grupos de até 20.000 exemplares. Aliás, eles são muito sociáveis ​​e vivem bem em grupo. O habitat natural do flamingo está diminuindo; devido à contaminação das reservas de água e do abate da floresta nativa.

4 – Reprodução e hábitos

4 coisas que você precisa saber agora mesmo sobre os flamingos

Por fim, os flamingos aos seis anos de idade podem se reproduzir. O acasalamento acontece na estação chuvosa. Ele encontra um parceiro através de uma  ‘dança’. Os machos se limpam e viram a cabeça para impressionar a fêmea que desejam. Quando se consegue um par, ocorre a cópula.

Continua após a publicidade

A fêmea põe um único ovo branco e o deposita no ninho em forma de cone. Posteriormente, choca-os por seis semanas, sendo que a tarefa é feita pelo pai e mãe. Quando nascem, são alimentados com um liquido produzido pelas glândulas do trato digestivo dos pais. Depois de alguns meses, o filhote já desenvolveu seu bico e pode se alimentar como os adultos.

Outras curiosidades sobre os flamingos

Flamingos - 4 fatos curiosos e pouco conhecidos sobre eles

  • Existem seis espécies de flamingo em todo o mundo, embora alguns deles também tenham subespécies. Desse modo, eles vivem em uma variedade de habitats diferentes, de montanhas e planícies a climas frios e quentes. Eles ficam felizes contanto que tenham bastante comida e água.
  • Os flamingos comem filtrando água pelo bico para obter comida. Eles seguram aqueles bicos em forma de gancho (e suas cabeças) de cabeça para baixo para fazer isso. Mas, primeiro, eles usam os pés para agitar a lama, de modo que sejam capazes de filtrar a água lamacenta para a alimentação.
  • Os flamingos com cores mais vivas em um grupo têm mais influência. Aliás, eles podem até escurecer para indicar aos outros flamingos que é hora de procriar.
  • Como muitos pássaros, eles cuidam do ovo e do filhote juntos. Assim, eles geralmente botam um ovo, e a mãe e o pai se revezam para cuidar dele, além de alimentar o filhote.
  • A palavra flamingo vem do flamenco, como a dança espanhola, que significa “fogo”. Isso se refere à sua cor rosa, mas os flamingos também são dançarinos muito bons. Eles realizam elaboradas danças de acasalamento onde se reúnem em um grupo e caminham para cima e para baixo.
  • Os flamingos podem ser pássaros aquáticos, mas também passam muito tempo fora da água. Na verdade, eles passam a maior parte do tempo nadando. Além disso, eles também voam muito.
  • Como os humanos, os flamingos são animais sociais. Eles não se dão bem por conta própria, e as colônias podem variar de cerca de cinquenta a milhares.

Você gostou dessa matéria repleta de curiosidades? Então você também vai gostar dessa: 11 animais em extinção no Brasil que podem sumir nos próximos anos

Fonte: Meus Animais Ideia Fixa

Continua após a publicidade

Imagens: Earth & World TriCurioso Galapagos Conversation Trust The Telegrahp The Lake District Wildlife Park

Próxima página »

Escolhidas para você