Curiosidades

Gato Félix – história do primeiro personagem animado da televisão

O Gato Félix foi o primeiro personagem de desenho animado a ser transmitido na televisão no mundo inteiro, fazendo história na indústria.

Existem diversos personagens de desenhos animados na televisão, mas você conhece o primeiro que surgiu? Pois bem, o Gato Félix é o pioneiro no cinema de animação. Além disso, é conhecido por ser a primeira imagem transmitida na televisão em todo o mundo.

Nesse sentido, é uma importante figura para todos os outros personagem que vieram depois. Como exemplo pode-se citar o Mickey Mouse da Disney e os demais gatos de desenho animado da televisão.

Basicamente, o Gato Félix foi criado em 1917 pelo desenhista Otto Messmer, nos Estados Unidos. Sendo assim, é um personagem que surgiu paralelamente ao desenvolvimento do cinema mudo e das grandes invenções dessa indústria.

Gato Félix - história do primeiro personagem animado da televisão
Fotografias do Otto Messmer, inventos do Gato Félix, em diferentes momentos da carreira – Fonte: Skwigly Magazine

História do Gato Félix

Apesar da autoria do Gato Félix ser relacionada ao desenhista Otto Messmer, existe outra figura importante associada à essa história. Em outras palavras, o produtor cinematográfico e cartunista australiano Pat Sullivan também detinha direitos autorais sobre o personagem. Desse modo, afirmava-se como criador do desenho.

Continua após a publicidade

Porém, a história conta que a arte foi feita por Otto Messmer, mas a ideia e a encomenda do personagem partiram de Pat Sullivan. Nesse sentido, ambos são protagonistas da origem do felino animado.

Em primeiro lugar, o Gato Félix surgiu em 1919, após alguns esboços de outras versões originarem o desenho final conhecido atualmente. Desse modo, esse personagem foi nomeado como Feline Follies em um curta-metragem de sucesso. Ademais, era produzido pelo estúdio de Pat Sullivan, o que auxiliou na popularização do desenho inicial do Gato Félix.

Eventualmente, outros produtores que acompanharam o sucesso dessas produções sugeriram mudanças que oficializaram o Gato Félix. Portanto, a estreia definitiva desse pioneiro cinematográfico ocorreu no dia 14 de dezembro de 1919. Ou seja, a mais de um século atrás.

Após sua estreia, o Gato Félix tornou-se um personagem popular e fez parte de incontáveis produções. Desde jornais até comerciais de grandes empresas como a Chevrolet, a ilustração do gato acabou sendo rosto da indústria gráfica nessa época. Porém, o verdadeiro sucesso do desenho se deu no universo do cinema mudo, onde protagonizou diversos filmes.

Continua após a publicidade

O desenho

Sobretudo, o sucesso do Gato Félix está associado às simples piadas visuais, descritas de forma linear. Ou seja, suas narrativas envolviam momentos cômicos sem muita enrolação, pois traziam as aventuras do personagem em situações cotidianas. No geral, os episódios o apresentavam aprontando com outros integrantes do seu universo.

Além disso, até após as inovações do cinema falado e colorido, o Gato Félix continuou sendo representado da mesma forma. Desse modo, era um gato preto, com a cabeça maior do que o corpo e grandes olhos caricatos.

Mais que uma produção de sucesso, os desenhos desse personagem ganhou vários imitadores. Como exemplo pode-se citar o próprio Walt Disney, que criou o personagem gato Julius na tentativa de aproveitar a fama do Gato Félix. Porém, essas criações acabaram despontando para outros rumos e se desvencilharam do original.

Continua após a publicidade

Apesar disso, o Gato Félix sofreu um declínio em meados de 1920, pois seus criadores não acreditavam que o cinema falado teria sucesso. Ademais, viam o felino como uma criação específica para o cinema mudo. Por isso, permaneceram utilizando as mesmas fórmulas nas produções e o personagem rapidamente se tornou ultrapassado.

Entretanto, houve tentativas de produzir episódios sonoros e coloridos do gato animado, porém não obtiveram sucesso. Sendo assim, somente em 1953 o personagem foi recuperado pelas exibições televisivas. Nesse sentido, ganhou uma renovação na narrativa, assim como outros traços e novos personagens.

Gato Félix - história do primeiro personagem animado da televisão
Fonte: AKI Gifs

Curiosidades sobre o Gato Félix

A princípio, o sucesso do personagem no ano em que surgiu o transformou em uma figura extremamente popular. Como exemplo dessa fama pode-se citar o fato de que o Gato Félix foi utilizado como a primeira imagem transmitida na televisão no mundo inteiro.

Além disso, tornou-se o rosto de inúmeras empresas e comerciais publicitários, como a Chevrolet e as empresas de correios dos Estados Unidos. Mais ainda, o explorador Charles Lindbergh solicitou autorização de Otto Messmer para utilizar o Gato Félix como mascote em seu voo histórico sobre o Oceano Atlântico.

Continua após a publicidade

Por outro lado, o personagem animado chegou ao Brasil nos anos 60, por meio da TV Tupi. Ademais, passou pela TV Gazeta e pela Rede Globo até os anos 1980, mas também foi recuperado do seu declínio no país pela Record em 1990.

Nesse sentido, houveram três dublagens do personagem na televisão, pelas figuras da dubladora Márcia Gomes, Leda Figueiró e o José Luiz Barbeito. Por fim, o escritor Monteiro Lobato também criou uma história com esse personagem, e eventualmente a obra foi integrada no hall de suas produções.

E aí, gostou de conhecer a história do Gato Félix? Então leia sobre Chapeleiro Maluco – A verdadeira história por trás do personagem.

Fontes: Animação S.A | Memórias Cinematográficas | Blog Mania de Gibi

Continua após a publicidade

Imagens: InfanTV | AKI Gifs | Swikgly Magazine

Próxima página »

Escolhidas para você