Curiosidades

Hígia, quem foi? Origem e papel da deusa na mitologia grega

A deusa grega Hígia era chamada de Salus pelos romanos e foi responsável por palavras como higiene e saúde em nosso vocabulário

Atualizado em 12/06/2020

Segundo a mitologia grega, Hígia era filha de Asclépio e Epíone, e Deusa da Preservação da Saúde. Nos diferentes relatos, teve o nome escrito de outras formas, como Higeia, Higiia e Higieia. Por outro lado, era chamada de Salus, pelos romanos.

Asclépio era o deus da medicina. Sendo assim, sua filha tinha um papel fundamental em sua atuação. Entretanto, enquanto ele estava diretamente ligado à cura, Hígia era marcada por preservar a saúde, evitando até mesmo o surgimento das doenças.

A deusa costuma ser representada junto com um cálice, com o qual dá de beber a uma serpente. Por causa disso, o símbolo passou a ser associado com a profissão dos farmacêuticos.

Higiene

Hígia - quem foi, origem e papel da deusa na mitologia grega
Assassin’s Creed Wiki

Em grego, o nome da deusa significava saudável. Dessa maneira, as práticas que garantiam uma vida saudável passaram a receber nomes associados a ela. Ou seja, palavras como higiene e suas variações possuem origem nessa mitologia.

Da mesma forma, o nome da deusa em Roma, Salus, significava saúde.

Culto

Hígia - quem foi, origem e papel da deusa na mitologia grega
Politismos

Antes do culto a Hígia, a função de Deusa da Saúde era ocupada por Atena. No entanto, o Oráculo de Delfos passou o cargo para a nova deusa depois que uma praga atingiu a cidade de Atenas, em 429 a.C.

Dessa maneira, Hígia passou a ser idolatrada e ganhou templos próprios. O santuário de Asclépio, em Epidauro, por exemplo, ganhou um local de devoção a ela. As pessoas já costumavam visitar o local buscando cura para suas doenças.

Além do templo em Epidauro, haviam outros, em Corinto, Cós e Pérgamo. Em alguns lugares de adoração, as estátuas de Hígia eram cobertas por cabelos de mulher e roupas babilônicas.

Sua representação era normalmente feita com a imagem de uma jovem, acompanhada de uma serpente. Geralmente, o animal estava envolto em seu corpo e podia estar bebendo de uma taça nas mãos da deusa.

Taça de Hígia

Hígia - quem foi, origem e papel da deusa na mitologia grega
vinyl & decoration

Em várias estátuas, a deusa aparece alimentando uma serpente. Esta mesma serpente pode ser vista num símbolo associado a seu pai, o bastão de Asclépio. Com o passar do tempo, a serpente e a taça da deusa deram origem ao símbolo da Farmácia.

Assim como no símbolo da medicina, a cobra simboliza a cura. Ao mesmo tempo, também representa virtudes como sabedoria e imortalidade.

Por sua vez, a taça complementa o símbolo. Ao invés da cura natural, no entanto, simboliza a cura por meio do que é ingerido, ou seja, os remédios.

As associações com a deusa também dizem respeito ao seu esforço. Diferente de outros deuses, Hígia se dedicava ao trabalho e gostava de realizar todas as suas tarefas com perfeição.

Fontes: Fantasia, Aves, Mitographos, Memória da Pharmácia

ImagensAncient HistoryAssassin’s Creed WikiPolitismosvinyl & decoration