Curiosidades

Hipocondríaco, será que você é? 6 perguntas que vão ajudar a descobrir

Sabe o que é uma pessoa hipocondríaca? Será que você é um hipocondríaco, efetivamente? Trouxemos algumas perguntas que vão ajudar você a identificar os sinais

Certamente você já ouviu falar sobre hipocondria, porém, você sabe exatamente o que é? Podemos definir o hipocondríaco, a pessoa que sofre com o transtorno, como alguém que focaliza compulsivamente o pensamento e as preocupações sobre o próprio estado de saúde.

Além disso, ela pode vir acompanhada de sintomas que não podem ser atribuídos a nenhuma doença real. Basicamente, é uma condição que leva as pessoas a acreditarem que estão com uma doença grave.

Normalmente o paciente considera que sintomas normais do corpo significam problemas de saúde de maior gravidade. Por exemplo como cansaço, cefaleia ou dores musculares. Além disso, também pode se manifestar em quem não sente nada.

Para resolver esse problema, o SUS britânico (NHS) criou um manual de autoajuda para quem sofre com o transtorno. São algumas perguntas que se forem respondidas positivamente, podem indicar o problema. Quer descobrir se tem o problema? Responda as perguntas abaixo.

Continua após a publicidade

Confira 6 perguntas que podem te ajudar a descobrir se é hipocondríaco

1 – Você se preocupou com a ideia de ter uma doença grave devido a sintomas que duraram por um longo período?

6 perguntas que podem te ajudar a descobrir se é hipocondríaco

Inicialmente, segundo o próprio NHS, “quando prestamos muita atenção em uma parte do corpo, tendemos a notar sintomas dos quais não tínhamos conhecimento antes, como protuberâncias”.

Continua após a publicidade

Consequentemente, começamos a nos preocupar e nos autoexaminamos com mais frequência. Por exemplo, você pode notar que sua cabeça está doendo quase todo dia, porém, não nota que provavelmente isso pode ser um sinal de estresse constante.

2 – Essa preocupação gerou angústia?

6 perguntas que podem te ajudar a descobrir se é hipocondríaco

Continua após a publicidade

O hipocondríaco, normalmente, desenvolve preocupações desnecessárias sobre os sintomas que julga estar sentindo. O NHS enumera quatro tipos de pensamentos que passam pela cabeça dessas pessoas:

  • Conclusões infundadas

Exemplo: “Se o médico me pediu para fazer esses exames, é porque está muito preocupado.”

  • Os catastróficos

Exemplo: “Isso é câncer.”

  • Tudo ou nada

“Se tenho qualquer sintoma é porque algo muito ruim está acontecendo comigo.”

Continua após a publicidade
  • Lógica emocional

Exemplo: “Sinto que há algo ruim comigo. Por isso, alguma coisa está errada.”

3 – Você acredita que a preocupação teve um impacto negativo em todos os aspectos de sua vida, incluindo família, vida social e trabalho?

6 perguntas que podem te ajudar a descobrir se é hipocondríaco

Primeiramente, se preocupar com a saúde se torna um problema quando impede você de viver normalmente. Se você se preocupa com seu estado de saúde o tempo todo e também fica imaginando como isso afeta todos a sua volta, você está mais perto de realmente ter hipocondria.

4 – Você está constantemente se autoexaminando e se autodiagnosticando?

6 perguntas que podem te ajudar a descobrir se é hipocondríaco

Continua após a publicidade

Quem possui hipocondria, pode estar o tempo todo se autoexaminando e até mesmo se autodiagnosticando. Por exemplo, medir a própria temperatura várias vezes por dia. Eles acreditam que fazê-los é a única maneira de confirmar que estão bem, justificando essa necessidade ao dizer que podem estar doentes e não saber.

Muitas pessoas desconfiam que estão com uma doença e vão pesquisar sobre ela. Consequentemente, o cérebro começa a simular vários sintomas da doença na pessoa, que acaba realmente acreditando que tem aquele problema.

5 – Não acredita no diagnóstico de seu médico ou não está convencido quando ele diz que está tudo bem?

6 perguntas que podem te ajudar a descobrir se é hipocondríaco

Um pensamento recorrente em quem tem esse problema é: “Os médicos se equivocam com frequência”. Além disso, eles ficam muito focados no histórico médico de sua família, especialmente quando está relacionado a uma doença em particular. Neste sentido, é bastante comum ficar ansioso por causa de uma doença. É um comportamento prejudicial.

Continua após a publicidade

6 – Você precisa constantemente que os médicos, familiares e amigos o tranquilizem e lhe deem garantias de que está bem, incluindo quando não acredita no que estão dizendo?

6 perguntas que podem te ajudar a descobrir se é hipocondríaco

O hipocondríaco busca validação frequente e, em alguns casos, insaciável. Ele busca alivio, gostando de ouvir que não tem nada. “O conforto funciona no início e faz com que os hipocondríacos se sintam um pouco menos preocupados”, diz o NHS. A tranquilidade não dura muito e a preocupação acaba voltando.

Você gostou dessa matéria? Então você também vai gostar dessa: Sintomas de ansiedade, 25 sinais mais comuns e como controlá-los

Fonte: BBC

Continua após a publicidade

Imagens: Myway Viva Bem R7 Saudicas

Próxima página »

Escolhidas para você