Memória fotográfica: apenas 1% das pessoas no mundo passa nesse teste

Você já ouviu falar em memória fotográfica? Para quem não sabe do que se trata, o termo está relacionado à capacidade de algumas pessoas simularem uma máquina instantânea e “capturarem” a imagem vista como uma fotografia, no cérebro.

Ao que tudo indica, essa prova de boa memória, permite à pessoa recuperar as imagens mais tarde e analisá-las em detalhes, se recordando de cores e outros pontos sobre os quais a maioria das pessoas não se recordaria.

Dizem que grandes artistas, cientistas e pensadores, como Nikolas Tesla e Sergei Rachmaninov, por exemplo; contavam com memória fotográfica e, por isso, conseguiram produzir obras e experimentos tão complexos.

Isso realmente existe?

Para a ciência, no entanto, esse assunto de memória fotográfica não é unanimidade.

Em um artigo publicado na revista Scientific American, o professor de neurologia da Universidade John Hopkins (Estados Unidos), Barry Gordon, explica que a existência dessa habilidade ainda não foi comprovada cientificamente e que, caso ela seja realidade, está relacionada a vários fatores, como genética, desenvolvimento do cérebro e experiências durante a vida.

Combine as duas imagens em sua mente. Qual letra os pontos vermelhos formam juntos?

Mas, enquanto a Ciência não se decide sobre o assunto, o que não falta na internet são testes que prometem testar a memória fotográfica. Alguns são bem complicados, como o que disponibilizamos abaixo.

Aliás, o nível de dificuldade é tão alto que pouquíssimas pessoas – apenas 1% da população – consegue respondê-lo com sucesso. Será que você está entre essa minoria que consegue se lembrar, com detalhes, das imagens vistas?

Descubra se você tem uma memória fotográfica afiada:

E então, qual foi seu resultado? Não deixe de nos contar nos comentários!

Agora, falando em testes complicadinhos, você pode tentar passar também nesse outro: Você sabe as regras de uso dos porquês? Faça o teste e descubra.

Fonte: Exame