Em caso extraordinário, mulher engravida enquanto já estava grávida de 1 mês

Julia Grovenburg estava grávida de uma menina e muito animada com a gestação. Durante um exame de ultrassom de rotina veio a surpresa: além do feto que já tinha 5 semanas de gestação, agora, havia um segundo coração batendo e em início de desenvolvimento dentro do útero da mulher.

A médica que acompanha a gestação de Julia demorou para acreditar no que estava acontecendo. A Dra. Karen Boyle, do Centro Médico de Baltimore, disse que:  “O segundo bebê não estava ali antes. Eles tinham muito, muito tempo de diferença. Um já estava formado e o outro estava no início do desenvolvimento”.

Double Vision Midia

Entenda o que é a superfetação

A superfetação é o fenômeno em que a mulher continua a ovular mesmo depois de já estar grávida. De fato isso é bem comum em outros mamífero, como coelhos e ratos. Porém, é um fenômeno muito raro na especie humana.

Em uma gravidez comum, após a concepção o corpo da mulher impede que a ovulação aconteça novamente e por isso um outro óvulo não pode ser fecundado. Porém, mesmo que raro, pode acontecer de uma mulher continuar ovulando após o inicio da gestão.

Se a mulher tiver relações sexuais nesse período, e um espermatozoide conseguir fecundar o óvulo, e em seguida se fixar na parede do útero, a mulher iniciara uma segunda gestação independente da que já estava ocorrendo.

Double Vision Midia

Então mesmo durante a gravidez, é recomendado utilizar preservativos durantes as relações sexuais. Prevenir nunca é de mais, ainda mais se você for um azarado(a), não é mesmo?

 

Fonte: Diário de Biologia.
Imagens: Reprodução