O que aconteceria se um asteroide gigante atingisse a Terra? [Vídeo]

Tema de muitos filmes de ficção e um dos maiores temores de quem entende do assunto, a verdade é que a ideia de a Terra ser atingida por asteroides não é tão impossível assim. Isso porque estamos, praticamente desprotegidos no espaço e estamos sempre próximos da trajetória dos mais variados corpos celestes.

Além disso, ao longo da história milenar de nosso planeta, esses episódios não foram tão raros quanto a gente pensa. Dizem até que a nossa Lua foi formada depois de uma colisão dessas.

E se você pensa que tudo isso são coisas do passado e que pode se sentir mais seguro agora, saiba que esse é um grande engano. A NASA aponta que 556 asteroides pequenos cruzaram a atmosfera terrestre de 1994 até 2013. E, embora a maioria deles se desintegre, alguns conseguem chegar até a superfície e provocar estragos, como aquele que atingiu Chelyabinsk, na Rússia, há dois anos.

1

Mas e se a Terra fosse atingida por um asteroide realmente grande? Um corpo com cerca de 500 quilômetros de diâmetro? A catástrofe, claro, seria proporcional ao tamanho do asteroide e dificilmente sobreviveríamos a essa colisão, que deixaria a Terra inteira em chamas.

Segundo a simulação feita pelo Discovery Channel, caso o asteroide se chocasse contra o Oceano Pacífico, produziria onde descomunais, super velozes, capazes de engolir boa parte do globo. A força do impacto do corpo celeste em nossa superfície também seria o suficiente para romper a crosta terrestre da região, lançando detritos ao espaço, que cairiam em outros locais do planeta. Mas a pior parte, com certeza, seria a tempestade de fogo.

Conforme os cientistas, esse episódio que tornaria a Terra completamente inabitável não é novidade para o planeta. Algo parecido já teria acontecido outras 6 vezes ao longo da história.

Acompanhe: