Por que Jack não ficou na porta com Rose? O diretor de Titanic responde

Se você assistiu Titanic, provavelmente, torceu pelo romance de Jack e Rose e, com certeza, ficou com uma grande dúvida na cabeça: por que Jack não ficou na porta com Rose? Afinal, todo mundo sabe que ali havia espaço para os dois e que Jack não precisava ter morrido congelado na água.

Essa dúvida, que persegue o público do filme desde seu lançamento, em 1998, já teve muitas respostas elaboradas pelos próprios fãs, inclusive.

Existem fãs que acreditam que Jack, na verdade, era um personagem criado pela mente de Rose, logo, o personagem vivido por Leonardo DiCaprio nem seria uma pessoa viva de verdade.

Por que Jack não ficou na porta com Rose?

Diante de tantas especulações, o diretor de Titanic, James Cameron, decidiu se manisfestar sobre o dilema e explicar por que Jack não ficou na porta com Rose, flutuando, ao invés de ficar boiando na na água congelante.

Em entrevista à Vanity Fair, o diretor contou que muita gente o questionou sobre isso e que a resposta é muito simples: “porque diz na página 147 (do roteiro) que o Jack morre. Muito simples”.

Embora Cameron diga não entender porque essa fixação sobre Jack ter que ficar na porta, ele acredita que todo burburinho ao redor da história seja sinal de que o personagem foi bem criado e que cativou o público.

Era preciso Jack morrer…

Para o diretor, que Jack não tivesse morrido, o filme ficaria sem significado, já que Titanic é exatamente sobre morte e separação.

Então, basicamente isso explica porque Jack não ficou na porta com Rose. E, caso tivesse ficado, a morte dele viria de alguma outra forma, já que ele precisava morrer pela história.

Entendeu agora? Frustrante, não achou? Ou você é daqueles que torce por um final triste?

Agora, falando em Jack e Rose, não deixe de conferir ainda essa outra matéria: O final alternativo de Titanic que pouca gente viu.

Fonte: Mega Curioso