Notícias

Previsão meteorológica alerta sobre chuvas fortes no Sudeste do Brasil

Temporal na Bahia deve migrar as chuvas fortes para o Sudeste e também para o Sul do Brasil nos próximos dias.

Após o intenso temporal no sul da Bahia que deixou mais de 20 mortes e milhares de pessoas sem abrigo e alagamentos, a previsão agora é de grande possibilidade de chuvas fortes no Sudeste do Brasil. 

Sendo assim, é esperado que isso ocorra no próximo domingo (02) com aproximadamente 100 ou 200 milímetros de chuva. Ou seja, a quantidade similar ao mês inteiro de dezembro.  

As chuvas fortes no Sudeste devem acontecer nos quatro Estados da região. Portanto, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo estão na mira do temporal. Além disso, quem não deve escapar das fortes chuvas também é o Estado de Goiás, no Centro-Oeste do Brasil

Previsão

Previsão meteorológica alerta sobre chuvas fortes no Sudeste do Brasil

Continua após a publicidade

Segundo o o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Francisco de Assis, o temporal deve diminuir a intensidade na Bahia. No entanto, devem migrar as chuvas fortes para o Sudeste e também para o Sul do Brasil nos próximos dias. Por isso, deve incluir também a virada de ano. 

Ademais, as temperaturas devem chegar a máxima em 23°C em São Paulo e a mínima prevista em 16°C na véspera do Ano Novo. A suspeita também é que aconteça casos de alagamento também nas capitais São Paulo e Belo Horizonte. Sendo assim, com possibilidade também de deslizamentos de terra. 

Provocadores das chuvas fortes no Sudeste

Previsão meteorológica alerta sobre chuvas fortes no Sudeste do Brasil

Segundo os meteorólogos, a forte chuva é decorrente de muitas causas referente a tradicional Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS). Sendo assim, é o principal sistema meteorológico capaz de realizar a reposição hídrica brasileira no período chuvoso. 

Continua após a publicidade

Portanto, o Inmet esclareceu que uma ZCAS pode ser quando as nuvens ficam fixas em um local e demoram bastante para se deslocar. Enquanto isso não acontece, uma forte chuva pode acontecer e durar pelo menos 4 dias seguidos. 

Os especialistas concordam que este caso é atípico e extremo e acreditam que o que causou as chuvas na Bahia com tanta intensidade foi o La Niña. Ou seja, depressão subtropical e aquecimento global. 

 Leia também sobre Idosa de 102 anos é resgatada por vizinhos após forte chuva na Bahia!

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você