Primeira viagem internacional: tudo o que você precisa saber

A primeira viagem internacional sempre gera uma grande expectativa e a ansiedade pode atrapalhar na hora de planejar tudo corretamente. A falta de experiência também faz com que turistas cometam alguns erros que podem causar problemas na viagem.

Por isso, levantamos algumas dicas-chaves para quem vai sair do país pela primeira vez. Preste bastante atenção nas informações e planeje tudo com calma e antecedência.

O que você precisa fazer para ter uma primeira viagem internacional tranquila:

Passagem aérea barata

A primeira viagem internacional pode nos deixar um tanto empolgados e até fazer nossas emoções falarem mais alto. Mas é bom se acalmar e colocar a cabeça no lugar, pois mesmo diante de tanta animação, é possível planejar bem a viagem de forma que fique mais em contar. Afinal, viajar por menos significa poder viajar mais.

Uma das primeiras dicas está no momento da compra das passagens. Se planejar é fundamental. Se você pretende viajar para um destino mais caro, deve se programar com antecedência. , por exemplo, podem sair pelo dobro do preço se você deixar tudo para a última hora.

Mas, fique esperto: sites de companhias aéreas estrangeiras podem trazer boas promoções, mas sempre as taxas de conversão de moeda e o imposto sobre operações financeiras (IOF) está tão claros. Comprar passagens em um site internacional pode causar surpresa quando chegar a fatura do cartão de crédito.

Para quem deseja economizar, uma forma de conseguir preços mais baixos é comprar passagens com seu . Mas se você não participa de nenhum programa de fidelidade, pode usufruir dos benefícios das milhas fazendo a compra de passagens usando milhas de outras pessoas que querem vender, no site da MaxMilhas.

Passaporte

A menos que sua primeira viagem internacional seja para algum país do Mercosul, onde é possível entrar apenas com documento de identidade, você vai precisar de um passaporte.

A principal dica é não deixar a emissão para a última hora. Como o documento é emitido pela , os prazos entre o agendamento para fazer o pedido e a emissão podem se estender, dependendo da estrutura que cada cidade dispõe. Greves e paralisações também podem fazer o passaporte atrasar, portanto é mais seguro se adiantar.

A emissão do passaporte depende também de uma série de regularidades junto aos órgãos, como a Justiça Eleitoral e o Exército, para homens nascidos no Brasil. É preciso pagar uma quantia por volta de R$ 250 para fazer o pedido.

O agendamento é feito online, pelo site da Polícia Federal, mas o atendimento pode ser realizado fora das dependências do órgão, em cidade que contam com unidades integradas de atendimento, por exemplo.

Visto

O visto é uma autorização formal concedida pela embaixada do país, permitindo a entrada. É importante se certificar de que o destino a ser visitado exige o visto. Vários países na Europa dispensam o visto, mas se a intenção é viajar para os Estados Unidos, a autorização é mais do que necessária e segue um rígido controle para emissão.

Mesmo que o país norte-americano não seja o destino final, caso o voo faça conexão nos Estados Unidos, é preciso ter o visto para embarcar.

Em cada país a documentação necessária para tirar o visto varia. Alguns dos destinos mais visitados que pedem o carimbo são China, Japão, Canadá, Austrália e Emirados Árabes Unidos.

Vacinas

Alguns países exigem um comprovante internacional de vacinação contra diferentes doenças. A maioria das proteções que devem ser comprovadas é contra febre amarela.

O Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) é emitido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a prioridade de emissão é para quem já tem uma viagem programada e comprovada.

A lista de países que exigem o certificado é elaborada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pode ser conferida .

Gastos e moeda

Para evitar qualquer problema com dinheiro, a melhor maneira é se organizar e calcular todos os gastos que serão necessários. Em uma viagem internacional, o turista precisa lembrar dos custos com hospedagem – hotel, hostel, Airbnb -, alimentação, transporte, passeios, compras e um dinheiro extra para emergências.

O ideal é estipular metas diárias de gastos, lembrando das contas da viagem e dos boletos no Brasil, que não param de chegar. O mais importante é não deixar o dinheiro acabar durante a viagem.

A moeda é outra preocupação. Faça uma pesquisa sobre o destino, qual moeda é usada lá e quanto está o câmbio e as taxas de IOF na hora de trocar. Em algumas ocasiões, é mais vantajoso comprar a moeda local no próprio país, outras vezes é bom levar o dinheiro já trocado do Brasil.

Cartões de crédito e cartões de viagem também podem ser úteis, mas vale a pena verificar se os cartões são amplamente aceitos no país de destino e se o câmbio também é favorável. Tudo para a fatura não ser uma surpresa desagradável.

Seguro de viagem

Ter um seguro de saúde internacional é imprescindível para quem vai fazer uma viagem para fora do país. Por mais bem planejado que tudo pareça, intercorrências podem surgir e o seguro será útil em caso de alguma doença repentina e acidente grave.

Os países europeus que seguem o Tratado de Schengen exigem a contratação de um seguro de viagem para todos os turistas, mas mesmo para outros destino é recomendável ter o seguro.

Os preços costumam ser acessíveis e, embora pareça um gasto desnecessário, ele é importante.

Roteiro

Para que todo o seu esforço não seja em vão e a viagem tenha menos atrativos que o esperado, é essencial desenvolver um roteiro de viagem.

Esse planejamento ajuda, inclusive, a economizar gastos, já que o turista pode escolher com antecedência visitar atrativos gratuitos. Na Europa é muito comum que os museus reservem um dia na semana para visitação grátis.

Com planejamento, é possível conhecer muito da cultura, sem pagar nada. Com um roteiro, é possível também organizar melhor as formas de chegar, sair, o que fazer e onde comer bem e por menos.

E então, gostou das dicas? Você já teve que planejar ou está planejando uma viagem internacional? Não deixe de comentar!