Curiosidades

Rui Chapéu – Quem foi e como popularizou a sinuca

Na década de 80, o Brasil viveu o auge do reconhecimento da sinuca graças ao personagem Rui Chapéu, que ficou quase dez anos na TV

Por P.H Mota

Nascido José Rui de Mattos Amori, o jogador de sinuca mais famoso do Brasil ficou conhecido por seu apelido: Rui Chapéu.  Ele foi um dos atletas mais conceituados do esporte e ficou popular por suas aparições na TV.

Sempre com sua boina branca, Rui Chapéu ajudou melhorar a imagem da sinuca no país. Após quase dez anos apresentando o esporte na TV aberta, Rui ajudou a diminuir a marginalização da atividade.

Mas como um caminhoneiro de infância pobre chegou a televisão com um talento excepcional?

História

Rui Chapéu - quem foi e como foi responsável por popularizar a sinuca
Revista Amanhã

Rui Chapéu nasceu em 21 de março de 1940, em Itabuna, Bahia. Aos 7 anos, foi abandonado pelo pai, ao lado da mãe e de cinco irmãos. Depois, aos 12 anos, começou a trabalhar num bar. Ali, havia um salão de sinuca, onde o garoto brincava nas horas vagas. Com o tempo, desenvolveu tanto talento que o dono do local começou a colocá-lo em desafios contra os clientes. Aos 17 anos, ninguém na Bahia era capaz de desafiar Rui.

Continua após a publicidade

A sinuca, no entanto, não era suficiente para dar dinheiro para ninguém, na época. Por isso, aos 18, Rui tirou habilitação para ser motorista de caminhão. Longe do Bar, então, viveu como caminhoneiro até depois de completar 30 anos, quando foi viver em São Paulo.

Enquanto era caminhoneiro, usava chapéus com frequência e ganhou o apelido. Mais tarde, trocou o chapéu pela boina, mais prática para a desenvoltura na mesa.

Depois que se mudou para São Paulo, Rui abriu uma mercearia. O negócio não deu certo, mas fez com que ele se reencontrasse com os tacos de sinuca. Logo após o retorno ao esporte, passou a ganhar dinheiro com apostas em bares a salões. Assim, na década de 70 já vivia de sinuca.

Quando completou 44 anos, começou a aparecer na TV e deixou seu nome na história. Porém, rejeitou duas propostas profissionais no exterior. O campeão mundial Steve Davis tentou convencê-lo a jogar snooker, na Inglaterra, e uma TV do Japão quis contratá-lo.

Continua após a publicidade

No dia 29 de fevereiro de 2020, Rui Chapéu morreu, em São Paulo, aos 79 anos. Por volta de 1h, ele passou mal no apartamento da filha e foi levado para o hospital. Três horas depois, Rui sofreu um infarto fulminante e faleceu.

Rui Chapéu na televisão

Rui Chapéu - quem foi e como foi responsável por popularizar a sinuca
Esporte Fera

A ideia de colocar sinuca na televisão começou com o jornalista Juarez Suares. Na época, ele sugeriu que Luciano do Valle e Quico Leal, colocassem o jogo de bar na TV. Os dois apresentavam o programa Show do Esporte, na TV Bandeirantes. Rapidamente, a atração Bilhar de Sinuca chamou a atenção do país, especialmente com o personagem Rui Chapéu.

Rui foi descoberto na época em que vencia qualquer disputa nos bares de São Paulo. Logo após vencer uma competição contra os 12 melhores jogadores do país, ele foi contratado.

Na TV, Rui impressionava com sua técnica e precisão. Por causa de seu talento, a sinuca foi atração televisiva por oito anos. O ponto mais alto dessa história foi em 1986, quando Rui Chapéu enfrentou o inglês Steve Davis – hexacampeão mundial, chamado de Pelé da Sinuca – e venceu por 6 a 1.

Continua após a publicidade

Importância para a sinuca

Rui Chapéu - quem foi e como foi responsável por popularizar a sinuca
Voz de Ibaiti

Apesar de ter sido o maior nome da sinuca no Brasil, Rui Chapéu nunca foi campeão nacional. Ele, aliás, nunca disputou qualquer campeonato desse, pois, segundo ele, não pagavam prêmios como os jogos de bares e da TV.

Por anos, a desorganização das entidades que lidavam com o esporte fez com que a sinuca fosse marginalizada. Ainda que tenha sido um dos jogos mais populares de todo o país, só ganhou o status de esporte em 1988. Isso porque Rui Chapéu estava no auge da carreira, influenciando a decisão.

A revista IstoÉ elegeu Rui Chapéu como um dos mil atletas mais importantes de todo o século 20.

Atualmente, já há brasileiro campeão mundial do esporte, que tenta entrar para o programa olímpico em Paris 2024.

Continua após a publicidade

Fontes: Uol, Globo Esporte, EM

Imagem de destaque: Diário do Rio Doce

Próxima página »

Escolhidas para você