História

Selo de Salomão: origem e significado por trás do símbolo

O Selo de Salomão tem origem numa era pré-cristã, mas é utilizado ainda hoje no judaísmo e em organizações como a maçonaria.

Por P.H Mota

O Selo de Salomão é um símbolo popular, muitas vezes utilizado como amuleto para atrair boas energias. Além disso, ele também costuma representar a intenção de afastar coisas negativas, tanto no plano físico como no espiritual.

A estrela é muito confundida com a representação da Estrela de Davi, provavelmente porque os dois possuem origem numa era pré-cristã e passam pela cultura judaica.

O selo também é dos símbolos esotéricos comuns em retratações de rituais ocultistas, de bruxaria, feitiçaria ou astrologia.

Origem do Selo de Salomão

Selo de Salomão: origem e significado por trás do símbolo
Nammu

Assim como o nome sugere, o símbolo tem origem na história do Rei Salomão. Isso porque ele utilizava um anel com o desenho do selo, na intenção de afastar espíritos e energias negativas.

Continua após a publicidade

Relatos históricos e mitológicos também relacionam o uso do anel a importantes conquistas de Salomão. Dessa maneira, ele ganhou relações que passam tanto pela proteção como pelas conquistas em contato com o plano divino e espiritual.

Significados do Selo de Salomão

Judaísmo

Selo de Salomão: origem e significado por trás do símbolo
benebell wen

A princípio, o Selo de Salomão surge no judaísmo como representação do poder de Deus sobre todas coisas. É por isso, portanto, que o rei teria direito a acessar tanto poder, já que mantinha essa suposta conexão direta com o divino.

Em tempos mais remotos, o selo aparecia nas sinagogas na companhia da Estrela da Davi, mas passou a ser menos comum.

Apesar disso, a teoria de que o símbolo representa o poder de Deus nunca perdeu força, passando por uma série de teses ocultas. A relação do número com os cinco livros fundamentos da Bíblia, por exemplo, é um dos pontos que ajuda a defender o significado espiritual. Ainda que o selo principal tenha seis pontas, uma versão cinco é comumente utilizada em combinação.

Continua após a publicidade

A partir dos cinco livros, representado pelas cinco pontas, seria possível entender o poder de Deus e, possivelmente, utilizá-lo.

Outros significados

Selo de Salomão: origem e significado por trás do símbolo
flickr

O Selo de Salomão também passa pela mística do cristianismo, que utiliza o número cinco para presentar as chagas de Cristo da crucificação. Além disso, o número também está ligado à ressureição e, portanto, à vida eterna.

Por outro lado, o símbolo também aparece em relações com Satanás e partir de rituais de bruxaria. Nesses rituais, o símbolo teria o poder de conjurar demônios e lançar maldições. No entanto, o poder do Selo de Salomão para os rituais pagãos também envolve intenções de proteção, como sua origem sugerem.

O símbolo também aparece na maçonaria. Aqui, entretanto, ele surge com o significado de “Deus, criação e perfeição”.

Continua após a publicidade

Selo de Salomão e Estrela de Davi

Selo de Salomão: origem e significado por trás do símbolo
pleno news

Uma vez que os dois símbolos são estrelas importantes do judaísmo, Selo de Salomão e Estrela de Davi são muito confundidos. No entanto, existem diferenças básicas entre as duas representações.

Enquanto o Selo de Salomão tem cinco pontas formadas por triângulos entrelaçados, a Estrela de Davi possui seis pontas com triângulos sobrepostos.

Além disso, a Estrela de Davi também possui um significado distinto. Isso porque, apesar de também representar proteção, a estrela é mais associada à ligação existente entre os planos do céu e da terra.

Fontes: Dicionário de Símbolos, Symbolism of Things, Mitologia

Continua após a publicidade

Imagens: Ancient Origins, Nammu, benebell wen, flickr, pleno news

Próxima página »

Escolhidas para você