Curiosidades

Tanque de guerra – Por que foram criados e como funcionam?

O tanque de guerra surgiu na Primeira Guerra Mundial, em 1916. Foi uma invenção dos ingleses e franceses contra os alemães.

Aparecendo na história pela primeira vez no dia 15 de setembro de 1916, o tanque de guerra fazia sua entrada no cenário da Primeira Guerra Mundial. Criado por ingleses e franceses de forma totalmente secreta, recebeu o nome de tanque para parecer que era apenas um grande recipiente para receber abastecimento.

Era uma luta por territórios e logo os alemães avistaram pela primeira vez o tanque se aproximando de longe. O primeiro tanque de guerra conseguiu atravessar lugares que os soldados não haviam conseguido. Sobretudo, causando a morte de um número gingante de combatentes.

Os alemães encontraram uma coragem descomunal e passaram a atacar os tanques, focando em seus pontos fracos. Eles conseguiram destruir alguns poucos durantes suas tentativas. Posteriormente, os alemães também tentaram reproduzir a criação de tanques. Entretanto, enquanto eles produziram algumas dezenas, os franceses e ingleses já estavam na casa dos milhares.

Por que o tanque de guerra foi criado?

Tanque de guerra - Criação, modernização e funcionamento
Aventuras na história

O tanque de guerra foi criado para facilitar a passagem de soldados em lugares que eles não conseguiam passar sozinhos. Além de levar vários soldados ao mesmo tempo. Porém, não era muito recomendado sua utilização na época, já que ele possuía mais falhas que acertos.

Continua após a publicidade

Com o passar do tempo, vários aprimoramentos foram feitos para que esses defeitos fossem diminuídos e sua funcionalidade fosse maior e melhor. Antigamente, os primeiros tanques de guerra chegavam a uma velocidade limite de 6,5 quilômetros por hora.

Tanque de guerra - Criação, modernização e funcionamento
Agência Marcos Pontes

Hoje, sua tecnologia aplicada é infinitamente melhor, contudo, ainda continua pesando cerca de 60 toneladas. Agora, o novo desafio é criar tanques de guerra com três vezes menos peso, e substituir foguetes que possuem precisão de acerto de 90%, por ataques por laser e micro-ondas.

Como funcionam?

Tanque de guerra - Criação, modernização e funcionamento
rbth

Um tanque de guerra possui uma potência localizada no seu motor de combustão equivalente a 12 carros com motor 2.0. Ainda assim, sua velocidade máxima se encontra na casa dos 48 quilômetros por hora. Suas rodas são esteiras que permitem que o tanque passe por qualquer terreno que seja. Ele possui um ângulo frontal, que serve para auxiliar em escaladas em morros ou crateras, por exemplo.

Ele é blindado com várias camadas de metal. Além de proteger de ataques externos, como tiros; ele também protege os passageiros, o motor, o tanque de combustível e por fim, os comandos do tanque. Na sua torre, é possível girar em até 180 graus. Por meio de uma passagem de onde fica o artilheiro, sua ligação é feita.

Continua após a publicidade
Tanque de guerra - Criação, modernização e funcionamento
Google sites

O canhão é a principal arma de um tanque. Hoje, é comandada por um computador que fica dentro destes carros especiais. Por conseguinte, seu poder é altamente destrutivo, conseguindo virar automóveis e explodir muros. Existem vários tipos de tanques com funcionalidades detalhadas diferentes.

E então? Gostou da matéria? Confira também: Terceira guerra mundial – Possibilidades, teorias e alguns motivos

Fontes: Super abril, DW, Brasil escola

Imagens: Aventuras na história, rbth, Agência Marcos Pontes, Google sites Exame

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você