Veja o que aconteceu com o garoto que se tornou símbolo da Guerra na Síria

Omran Daqneesh, de três anos, se tornou um ícone global da guerra na Síria, em agosto do ano passado, depois que sua casa foi bombardeada durante o cerco de Aleppo.

Depois de quase um ano sem noticias, finalmente o garoto apareceu ao lado de seu pai. Nas fotografias publicadas nas redes sociais, ele aparece sentado no colo de seu pai, aparentemente saudável e recuperado.

 

Em agosto de 2016, o menino foi filmado em estado de choque após ser resgatado de escombros após um bombardeio. A imagem de Omran foi amplamente utilizada para ilustrar a brutalidade do regime de Assad enquanto tentava esmagar a oposição em Aleppo, a maior cidade da Síria.

O irmão mais velho de Omran, Ali, 10 anos, morreu no mesmo ataque que feriu Omran.

Fidelidade polêmica

Apesar de tudo, a família do pequeno Omran continuou fiel ao regime durante todo o cerco. Na época eles recusaram dar qualquer entrevista, o pai do menino acreditava que os grupos rebeldes e a mídia internacional queriam usar seu filho para atacar o regime sírio.

Kinana Allouche, uma jornalista pró-regime, publicou fotos da entrevista com Omran e sua família.

A jornalista causou uma grande confusão no ano passado, após publicar uma selfie com rebeldes mortos no plano de fundo.

 

Fonte: Telegraph
Imagens: Reprodução