Mundo Animal

Víbora azul, extremamente bonita e rara

Não há muitas cobras azuis no mundo, e sua coloração rara as torna objetos de fascínio como a víbora azul da Ilha de Komodo, na Indonésia.

A cobra Trimeresurus insularis ou víbora de lábios brancos, encontrada na Indonésia, geralmente é amarela ou verde. Contudo, na Ilha de Komodo, sua cor única e incomum: azul turquesa. Desse modo, a cobra azul venenosa está incluída na família das víboras.

Nesta família de cobras, todas as espécies são venenosas, embora algumas sejam mais perigosas que outras. O veneno de uma víbora é principalmente hemotóxico, o que significa que atua no sangue, ao contrário do veneno das espécies elapídicas, que é neurotóxica e afeta o sistema nervoso.

Vamos saber mais sobre a víbora azul, extremamente rara e bonita neste artigo!

Características gerais das víboras

A cobra víbora é uma das mais de 200 espécies que pertencem à família Viperidae. Espécies desta grande família são vistas em todo o mundo, exceto na Antártida, Austrália, norte do Círculo Polar Ártico, Nova Zelândia, Madagascar e alguns aglomerados de ilhas como o Havaí.

As cobras víboras são muito diversas e são encontradas em uma variedade de habitats, desde montanhas a desertos e selvas. Além disso, as víboras comem uma variedade de alimentos, dependendo do tamanho da cobra.

A presa inclui pequenos mamíferos, pássaros, lagartos e ovos. As víboras detectarão suas presas através de sinais químicos e ficarão à espreita até que possam emboscá-las.

Continua após a publicidade

A víbora injetará seu veneno e deixará sua presa ir, esperando que ela morra. Este método de caça protege a cobra de qualquer dano que a espécie de presa possa causar. Quando sua presa está morta, as cobras a engolem inteira.

Por fim, a maioria das espécies de víboras são vivíparas e dão à luz filhotes vivos. Existem algumas exceções a isso, incluindo as seis espécies de víboras noturnas.

A víbora azul (Trimeresurus insularis)

Como espécie, as víboras de lábios brancos geralmente se mantêm nas matas e florestas de bambu do Sudeste Asiático, mas são conhecidas por rastejar em áreas povoadas em busca de alimentos como ratos e lagartos.

E enquanto seu veneno raramente mata, é incrivelmente desagradável receber uma picada de uma víbora azul – elas têm um veneno ‘hemorrágico’, que pode causar dor, inchaço, necrose da carne e sangramento grave, tanto internamente quanto externamente.

Quanto as suas refeições, elas consistem em pássaros, pequenos sapos e pequenos mamíferos. Esta cobra não ataca e solta sua presa; como muitas cobras arborícolas, ela ataca e segura a presa até que ela morra.

Onde vivem as cobras azuis?

A víbora azul (Trimeresurus insularis) da ilha de Komodo é uma espécie endêmica na Indonésia. Acredita-se que muitos anos de isolamento na ilha de Komodo fizeram com que essas cobras evoluíssem para o azul.

Espécies endêmicas são um fenômeno natural de uma biota por ser único em uma determinada região geográfica. Uma espécie pode ser chamada de endêmica se a espécie for uma espécie nativa que só pode ser encontrada em um determinado local e não encontrada em outras áreas.

Fontes: Blog, Cobasi, R7, Metro World News, Sputnik News

Então, gostou de saber mais sobre a víbora azul? Pois, leia também: Descubra 10 fatos legais sobre as cobras

Próxima página »

Escolhidas para você