Ciência & Tecnologia

Existe vida após a morte? O que dizem a Ciência e as religiões

Saber o que existe após a morte é um objetivo humano há milhares de anos, por essa razão, ciência e religiões têm suas hipóteses. Confira!

Por P.H Mota

O que acontece após a morte? Essa é uma das maiores dúvidas da humanidade. Para a ciência, ainda não há muitas descobertas claras e definitivas, uma vez que o que existe, por ora, são relatos de pacientes que passaram por experiência de quase-morte (EQM).

Nessas narrativas, alguns pontos em comum são encontrados, por exemplo, sensação de estar fora do corpo ou de leveza, reencontro com parentes falecidos, visão de um túnel e luz branca etc. Mas, segundo uma pesquisa publicada na revista Frontiers in Aging Neuroscience, relatos de memórias da vida toda vindo à tona são frequentes e têm, inclusive, análise das ondas cerebrais que fundamentam esse fato.

No entanto, há algumas das histórias contadas pelos pacientes que passaram pela EQM que intrigam a ciência, como pessoas que viram entes queridos que faleceriam em breve ou mesmo descrições de outras salas dos hospitais. Esses relatos ainda seguem sem explicação científica.

Já no âmbito religioso, é possível encontrarmos as mais diversas crenças do que pode acontecer após a morte, pois varia de doutrina para doutrina, levando em conta aspectos particulares de cada uma delas. Quer saber mais sobre o tema? Confira nossa matéria!

Continua após a publicidade

O que acontece depois da morte para a ciência?

Atividade cerebral

Cientificamente falando, a vida depende da manutenção da atividade cerebral. Apesar de compor apenas 2% do peso corporal, o cérebro consome cerca de 25% do oxigênio e 70% da glicose processada. Sendo assim, qualquer problema no fornecimento de energia até ele pode levar à morte.

Com cerca de 3 a 5 minutos de interrupção do fornecimento de oxigênio, já é possível notar danos cerebrais. A partir daí, portanto, a situação se agrava e pode levar a perda de funções motoras e até mesmo noções de atividades básicas, como usar o banheiro.

Continua após a publicidade

A falta de oxigênio por uma duração mais prolongada leva à morte, na maioria dos casos. A morte clínica, no entanto, já caracterizada pela parada cardíaca, que costuma acontecer antes. Sendo assim, alguns especialistas defendem que o período entre a parada do coração é a morte cerebral possa representar uma espécie de vida após a morte.

Morte cerebral

Recentemente, um estudo identificou que pacientes que têm o suporte de vida desligados podem manter a atividade cerebral por até meia hora após a parada do coração. Ou seja, é possível que algumas pessoas mantenham algum tipo de consciência por todo esse tempo, mesmo depois que morrem.

Continua após a publicidade

Por outro lado, em nenhum desses casos foi detectado um padrão forte e estável. Isso porque o cérebro já se encontra em processo de deterioração, então mantém somente algumas partes vivas.

Negando a vida após a morte

De acordo com o cosmologista americano Sean Carroll, professor de Física do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), EUA, no entanto é impossível que exista a vida após a morte.

Segundo suas conclusões, as leis da física garantem que não há como haver vida após esse período, visto que a consciência não teria como existir sem a presença de um corpo físico. Isso porque, segundo suas defesas, a consciência depende de uma série de átomos que fazem parte da mente e, sem eles, não poderiam operar de forma independente.

Carroll utilizou a Teoria Quântica de Campos, que pressupõe que toda energia precisa seguir certos parâmetros para poder existir. Sendo assim, caso a vida prosseguisse após a morte, poderíamos detectar algum tipo de partícula ou força espiritual.

Continua após a publicidade

Como é a vida após a morte para as religiões?

Para as religiões, a vida após a morte varia de crença para crença, conforme veremos a seguir.

Catolicismo

Para os católicos, depois da morte, existem três caminhos que serão seguidos de acordo com a vida que o indivíduo levou, são eles:

  • o céu: será alcançado por aqueles que conseguirem o perdão para os pecados e lá viverá em comunhão com Deus e outros seres humanos;
  • o purgatório: é um local de punição temporal para os que não estão completamente perdoados pelos erros ou não se penitenciaram o suficiente;
  • o inferno: lugar para aqueles que são condenados, por não terem se arrependido pelos pecados.

Esse grupo religioso acredita que a vida da alma é única e eterna e, após a morte, então, eles são encaminhados para um desses locais.

E o juízo final?

Para os católicos, o juízo final consiste em uma chance que algumas almas poderão ser purificadas. Quem conseguir a purificação, viverá a vida eterna no céu, enquanto os demais passarão a eternidade no inferno.

Continua após a publicidade

Protestantismo

Como há vertentes diferentes do protestantismo, apresentaremos algumas delas de forma separada.

Batistas

Os batistas acreditam em dois tipos de mortes:

  • a física: quando o corpo e a alma são separados;
  • a espiritual: quando a pessoa se separa de Deus.

Depois da morte física, os batistas acreditam que as pessoas que creem em Jesus serão destinados a uma vida de paz e felicidade no Paraíso. Por outro lado, os que passaram pela morte espiritual irão para o Inferno e viverão a eternidade com dor e sofrimento.

Adventistas

Para os adventistas, os mortos dormirão até o momento da ressurreição e, então, quem cumpriu dignamente seu papel na Terra será agraciado pela vida eterna, enquanto que o restante irá desaparecer.

Continua após a publicidade

Demais vertentes protestantes e evangélicas

De modo geral, assim como os católicos, existe a crença no juízo final, em que Deus julgará os dignos a irem para o céu ou os que deverão ir para o inferno. No entanto, uma pequena divergência diz respeito à Ressurreição dos Justos, que se trata do fim da viagem da alma e ocorrerá quando Jesus voltar à Terra.

Nessa situação, os que forem condenados poderão ter uma nova chance de ressurreição e os que não acreditaram em Jesus receberão um corpo especial e vão passar a eternidade no inferno.

Espiritismo kardecista

De acordo com os kardecistas, a morte se trata apenas do fim de uma etapa da existência do espírito. Depois da morte, então, passamos a viver em um plano astral ou reencarnaremos em um novo corpo.

Além disso, existe a crença da evolução do espírito, que consiste em encerrar o ciclo de reencarnação para os que praticarem o bem, ao passo que os que praticarem o mal ficarão reencarnando diversas e diversas vezes como oportunidades de evoluir.

Continua após a publicidade

Evolução espiritual

Conforme mencionado, para os kardecistas, a evolução acontece a partir das vivências e, consequentemente, dos aprendizados. Assim, os espíritos encarnados na Terra estão em busca de evolução. Já os espíritos desencarnados têm a capacidade de se conectar a outros, sendo eles encarnados ou não.

Candomblé

Para os praticantes dessa religião, não existe uma punição ou penitência eterna ou conceitos semelhantes ao que se conhece como céu e inferno.

Os candomblecistas creem que os espíritos têm um destino a ser cumprido na Terra e, se ele não for executado, os espíritos ficarão vagando em uma outra dimensão onde se tornarão seres conscientes e eternos, juntamente a outros espíritos, aos guias e aos orixás.

Umbanda

Na umbanda, depois da morte, nosso espírito pode ir para diferentes lugares, os quais são regidos por orixás compondo sete linhas.

Continua após a publicidade

Além disso, os umbandistas também acreditam em evolução espiritual e em reencarnação, da mesma forma que a doutrina de Allan Kardec.

Judaísmo

Para os judeus, não existe uma narrativa definida sobre o que acontece depois da morte, dessa forma, fica aberto para diferentes interpretações. O que se tem como regra é a sobrevivência da alma, no entanto, existem os que creem na ressurreição da alma e os que acreditam na reencarnação.

De acordo com a cabala, que é uma tradição mística do judaísmo, antes de nascermos, fazemos o compromisso de encarar situações difíceis e tristes como provações para que melhoremos. Depois da morte, é feita uma revisão de tudo o que se viveu para conferir o que foi cumprido do compromisso feito.

Budismo

Segundo o budismo, depois da morte, o espírito reencarnará em outros corpos, descendo ou subindo na escala dos seres vivos. Em outras palavras, é a conduta em vida que determina se o espírito vai reencarnar em animal ou em ser vivo, por exemplo.

Continua após a publicidade

Acredita-se ainda que esse ciclo se repete até que o espírito se livre do karma, que é uma lei de causa e efeito afetada por nossas ações.

Cientologia

Para a cientologia, depois da morte, nosso espírito (chamado de thetan pela religião) desperta e sai em busca de um novo corpo, para isso, eles ficam em volta das pessoas à espera de uma chance para poderem voltar à vida.

Hinduísmo

Para os hindus, a pessoa é a alma e não o corpo, por isso, depois da morte de alguém, eles cremam o cadáver no Rio Ganges e festejam, pois acreditam que o espírito partiu rumo a uma outra dimensão.

A reencarnação também está presenta na crença hindu, no entanto, eles consideram que as almas evoluídas reencarnam pertencendo a castas mais altas. A reencarnação do espírito encerra quando conseguir se desapegar do mundo material e atingir um patamar elevado.

Continua após a publicidade

Leia mais:

Fontes: TecnoBlog, Revista Encontro, Orsola.

Bibliografia:

ARRUDA FILHO, Waldemar Esmeraldino de et al. Vida após a Morte dentro do Conceito Bíblico Reencarnação e Ressurreição. 2010.

Norton L, Gibson RM, Gofton T, Benson C, Dhanani S, Shemie SD, Hornby L, Ward R, Young GB. Electroencephalographic Recordings During Withdrawal of Life-Sustaining Therapy Until 30 Minutes After Declaration of Death. Can J Neurol Sci. 2017 Mar;44(2):139-145.

Continua após a publicidade

SOARES, Elizangela Aparecida et al. Variações sobre a vida após a morte: desenvolvimento de uma crença no judaísmo do Segundo Templo. 2006.

Enhanced Interplay of Neuronal Coherence and Coupling in the Dying Human Brain“. Frontiers in anging Neuroscience Journal2022.

Próxima página »

Escolhidas para você