Febre amarela: conheça os sintomas da doença e o que ela causa no corpo

Todo mundo vive falando na importância de se combater o mosquito da dengue, o temido Aedes aegypti, por causa da própria dengue e de outras doenças que ele podem transmitir, como a Chikungunya e o Zika Vírus, por exemplo.

O que pouca gente sabe, no entanto, é que a febre amarela também é uma velha conhecida desse mosquitinho, que andou meio sumida por um tempo, mas que agora está voltando às “paradas de sucesso”.

O que é a febre amarela?

Para quem não sabe do que se trata a doença, a febre amarela consiste em uma doença viral grave, que até parece uma gripe forte e que é também transmitida pelo mosquito da Dengue.

No corpo, ela se manifesta causando febre alta, amarelidão na pele e nos olhos, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dores musculares, náuseas e vômitos.

Mas, ao contrário da gripe, que quase sempre é fraca e sem importância, a febre amarela pode até matar. Isso porque ela pode danificar o fígado e outros órgãos internos.

Como a doença é transmitida?

A transmissão da doença, como já mencionamos, é provocada pela fêmea do Aedes aegypit infectada. Esse vírus, por sua vez, pode passar para seres humanos, para outros primatas e até mesmo para outras espécies de mosquitos, mas sempre por meio da picada.

Ou seja, uma pessoa com febre amarela não pode passar, diretamente, a doença para uma seguinte; nem mesmo um macaco doente pode causar a doença em uma pessoa. É preciso que o mosquito pique o indivíduo portador do vírus e, depois, pique um indivíduo saudável.

Febre amarela tem cura?

Mas, calma, não é porque você contraiu febre amarela que você vai morrer. Felizmente, há muitos anos, a medicina descobriu a cura para a doença, que é bem simples aliás: depois de alguns dias de infecção, o próprio sistema imunológico de encarrega de expulsar o vírus do organismo. Isso claro, quando a doença aparece de forma mais branda.

No entanto, não dá para confiar apenas no bom funcionamento de seu organismo. É preciso que se procure um médico urgentemente para que os sintomas sejam identificados e o teste de sangue realizado.

Caso a doença evolua para o que os médicos de “fase tóxica”, o problema fica mais sério e a taxa de mortalidade relacionada ao vírus é alta. Nesse caso, o tratamento pode ser muito mais complexo, exigindo não só a reposição de líquidos, para evitar a desidratação, como também transfusão de sangue a até mesmo diálise, em caso de falência renal.

A boa notícia, no entanto, é que se você escapou com vida da febre amarela alguma vez na vida (ou se recebeu a vacina contra ela), você está livre da doença para sempre. Isso porque nosso sistema imunológico tem uma espécie de “memória”, que cria anticorpos e garante que o indivíduo não tenha febre amerela e alguns outros tipos de doenças mais de uma vez.

Quais os sintomas da febre amarela?

Agora que você já sabe do que se trata a doença, que ela pode ser perigosa e que pode até matar, chegou o momento de conhecer seus principais sintomas para que um médico seja buscado sem demora em caso de infecção.

Antes, no entanto, você precisa saber que a doença se divide em duas fases: aguda e tóxica (como já mencionamos). E é bom ficar de olho no que você ou a outra pessoa anda sentindo, já que o vírus pode ficar incubado por 3 a 7 dias antes de se manifestar no organismo.

1. Sintomas da fase aguda

Febre;
Dor de cabeça;
Dores musculares, especialmente na região das costas e nos joelhos;
Sensibilidade à luz;
Náuseas, vômitos ou ambos;
Perda de apetite;
Tontura;
Rosto, olhos ou língua vermelhos.

Nessa fase, a maioria das pessoas se recupera em até 4 dias, ou desenvolvem sintomas mais graves.

2. Sintomas da fase tóxica

Febre recorrente;
Dor abdominal;
Vômitos;
Icterícia (coloração amarelada da pele causada por danos no fígado);
Falência renal;
Sangramento do nariz, olhos ou boca;
Urina escura;
Frequência cardíaca lenta;
Disfunção cerebral, incluindo delírios, convulsões e coma.

Como você já sabe, essa é a fase perigosa da doença. Aproximadamente, 15% das pessoas entram nessa etapa da febre amarela, quase sempre depois de, mais ou menos, 2 dias de remissão dos sintomas da fase aguda.

E então, identificou os sintomas da febre amarela aí? Corra para o médico e faça sua consulta! Agora, se você já teve ou conhece alguém que teve a doença, não deixe de nos contar nos comentários como foi e houve cura, combinado?

Agora, falando em doenças transmitidas por mosquitos, aprenda a acabar com o problema pela raíz: 4 repelentes naturais contra o mosquito da dengue.

Fonte: Minuto Saudável, Jornal de Beltrão, Corpo Estética