10 dicas dos alemães para sobreviver ao frio intenso

Tudo bem que o Brasil é um país quente a maior parte do ano, mas frentes frias nos últimos dias nos mostraram o potencial que nossa terra também tem para o frio intenso. Muitas regiões enfrentaram temperaturas abaixo de zero e geadas se tornaram mais frequentes que nunca, especialmente no Sul.

Claro que a maior parte dos brasileiros não soube e não sabe reagir a um tempo tão frio e é por isso que fomos atrás de algumas dicas de quem entende do assunto. Na lista abaixo, então, selecionamos alguns conselhos vindos direto da Alemanha, que enfrenta invernos rigorosos, para ajudar nossa gente a sobreviver ao frio intenso.

Como você vai ver, mesmo nas épocas mais frias, alguma dicas dos alemães ainda parecem exageradas para nosso inverno, como o uso de casacos de peles. No entanto, a maioria dos truques serão bastante úteis para você se manter aquecido e evitar que seu corpo sofra com o tempo frio e mais seco.

O mais interessante de tudo é que a maior parte dos costumes alemães para enfrentar o inverno de frente se tratam de coisas que sua avó, com certeza, já dizia para você fazer. Aquela história dos chazinhos quentes, dos temperos mais picantes e até mesmo das luvas e toucas realmente funciona. Quer ver?

Confira 10 dicas dos alemães para sobreviver ao frio intenso:

1. Fibras naturais

1

Conforme os alemães, um jeito eficiente de se manter aquecido é nunca dispensar toucas, cachecol e casacões. Além disso, para enfrentar o frio intenso o ideal é dar preferência a fibras naturais, como lãs, penas e peles (sim, essa parte é polêmica, mas a dica é delas).

Claro que nem todas as regiões do Brasil estão tão frias a ponto das pessoas usarem pele, mas, na dúvida, lembre-se que as fibras naturais esquentam mais que as fibras sintéticas.

2. Pés aquecidos

2

Aqui no Brasil, obviamente, será difícil encontrar palmilhas térmicas como as da foto, mas se estiver fazendo um frio intenso e estiver difícil para manter os pés aquecidos, dê uma chance a um sapato de número maior. Isso ajuda você a acomodar as meias extras que estiver usando.

3. Ducha não tão quente

3

Embora no frio intenso seja complicado tomar um banho que não deixe o banheiro todo enfumaçado de vapor, o certo mesmo é evitar banhos muito quentes e muito prolongados. Isso porque a água quente retira a umidade da pele e acaba deixando seu corpo inteiro ainda mais ressecado.

4. Pele hidratada

4

É por isso que manter a pele sempre bem hidratada é essencial no frio intenso, já que o vento frio resseca bastante o rosto e as mãos, por exemplo. Se, por acaso, você não criar esse hábito durante o inverno é possível que você sinta repuxamentos, ardências, coceiras e que algumas regiões do seu corpo enfrentem até mesmo rachaduras.

5. Lábios hidratados

5

Uma das regiões do corpo que costumam ser mais castigadas com o tempo frio e seco é a boca. Os lábios têm pele sensível e o ato de tentar umedecê-los com a língua, por exemplo, só agrava o ressecamento. Por isso, não descuide da hidratação dos lábios.

6. Escalda-pés

6

Quando chegar em casa, depois de enfrentar um frio intenso, trate bem seus pés e sua saúde vai agradecer. Um escalda-pés, segundo os alemães, relaxa e ajuda o corpo a retomar sua temperatura natural.

O ideal é que a água não esteja com temperatura superior a 39 ou 4o graus Celsius. O tempo de duração do escalda-pés pode ser entre 15 a 20 minutos.

7. Exercício ao ar livre

7

Pode parecer contraditório, mas é importante que você mantenha uma rotina de exercícios ao ar livre, mesmo durante o inverno. isso ajuda a melhorar a circulação sanguínea e a elevar a temperatura corporal, mantendo você mais aquecido.

8. Chás

8

Frutas e verduras ajudam a prevenir resfriados. Enquanto isso, alimentos termogênicos, que agilizam o metabolismo, como pimenta, pimentão, curry, gengibre, mostarda e temperos picantes ajudam a esquentar o corpo. Além disso, chá quentinhos, como chás de gengibre ou qualquer outro de sua preferência, ajudam na digestão e melhoram a sensação térmica.

9. Cuidados com crianças

9

Os pequenos também precisam sobreviver ao frio intenso, por isso, elas não devem ficar excessivamente “empacotadas”. O ideal é que elas possam correr e se manter em movimento para que o corpo fique sempre aquecido. Além isso, elas precisam ainda de hidratantes no rosto e protetores labiais, assim como você.

10. Cuidados com o pet

10

Cãezinhos e outros bichinhos de estimação também precisam de cuidados especiais para enfrentar o frio intenso. O certo é não deixar que as “saidinhas para as necessidades” não durem muito tempo. É preferível que elas aconteçam mais vezes por dia.

Em muitos casos, a próprio pelagem basta para aquecer cães saudáveis e jovens, mas se seu cãozinho for idoso, estiver doente ou contar com pelos muito curtos, não deixe que colaborar para mantê-lo aquecido com roupinhas ou cobertores. E, se por acaso ele se molhar, seque imediatamente.

Anotou aí as dicas? Agora, não deixe de descobrir também: É realmente possível morrer de frio?

Fonte: DW