23 curiosidades sobre os jogadores convocados por Tite para Copa do Mundo

Até mesmo quem não curte muito futebol está ligado nos assuntos referentes à Copa do Mundo de 2018, na Rússia. E, claro, a lista dos jogadores convocados por Tite para compor a seleção brasileira no mundial não é uma exceção.

Mas, por mais que esses jogadores convocados para representar o Brasil na Copa 2018 sejam conhecidos e estejam dentre os mais talentosos do mundo, existem detalhes sobre eles que a torcida não conhece.

É por isso disponibilizamos abaixo uma lista com algumas das curiosidades mais inusitadas sobre esses 23 jogadores brasileiros.

As curiosidades foram disponibilizadas pelo site BuzzFeed Brasil e aproximam, de uma forma bem gostosa, as estrelas da seleção canarinho ao público.

Conheça 23 curiosidades sobre os 23 jogadores convocados por Tite para Copa 2018:

1. No início de sua carreira, o goleiro Alisson foi reserva do próprio irmão, o goleiro Muriel, que hoje joga em Portugal. A primeira aparição dele no time titular do Internacional foi em 2013, quando Muriel se lesionou.

2. Parte do Manchester City, o goleiro Ederson se projetou ao primeiro escalão do futebol mundial atuando pelo Benfica, de Portugal. Sua primeira chance no time português veio com uma lesão de Júlio César — goleiro convocado nas Copas de 2006, 2010 e 2014. Depois disso, Ederson virou titular.

3. O primeiro título que o goleiro Cássio comemorou ao lado de Tite foi muito antes de os dois atuarem pelo Corinthians. Em 1993, o técnico foi campeão pelo Veranópolis junto com o tio do goleiro, que era massagista do time — e Cássio aparece, ainda criança, ao lado de Tite nas fotos da comemoração.

4. O programa de TV favorito do lateral Danilo é A Praça é Nossa, do SBT.

5. Fagner não é o único de sua família que faz sucesso nos treinos do Corinthians. O filho dele, Henrique, é jogador do futsal sub-8 e já chamou atenção por suas jogadas durante o treinamento do pai.

6. Jogador do Real Madrid desde 2006, o lateral Marcelo é o estrangeiro com mais vitórias na história do clube — em que atuaram, entre outros, o argentino Di Stéfano, o brasileiro Ronaldo e o francês Zidane, atual técnico da equipe.

7. O filme favorito do lateral Filipe Luís é Um Sonho de Liberdade (1994), com Tim Robbins e Morgan Freeman. Nesta entrevista à ESPN, o jogador conta que o filme o ajudou a aprender inglês quando ele se mudou para a Holanda: “Só levei quatro filmes, acabei vendo esse mais de 30 vezes”.

8. Apesar de Miranda ter sido convocado para a seleção brasileira pela primeira vez há mais de uma década, em 2007, esta será a estreia do zagueiro em uma Copa do Mundo.

9. Marquinhos, zagueiro do Paris Saint-Germain, começou sua carreira profissional no Corinthians, em 2011. O técnico era Tite.

10. Thiago Silva viveu o pior momento de sua vida na Rússia, palco da Copa do Mundo neste ano. Em 2005, ele jogava pelo Dínamo de Moscou quando foi diagnosticado com um caso severo de tuberculose e ficou cinco meses afastado dos gramados. Os médicos cogitaram tirar um pedaço do pulmão do zagueiro — o que colocaria fim à carreira dele.

11. Titular absoluto e campeão da Libertadores pelo Grêmio, Geromel foi contestado em seu início pelo tricolor gaúcho — no primeiro jogo, levou um cartão amarelo; no segundo, fez um gol contra.

12. Carlos Henrique Casimiro, mais conhecido como Casemiro, adotou profissionalmente a grafia errada de seu sobrenome por acaso. Um dia, trocaram a letra “i” pela “e” em sua camisa — e, naquele jogo, o meia jogou demais. Por superstição, nunca mais mudou.

13. “É muito melhor que eu”, disse o técnico Pep Guardiola, que foi um habilidoso meio-campista no Barcelona dos anos 1990. O treinador se referia a Fernandinho, atualmente comandado por ele no Manchester City.

14. A carreira de Paulinho demorou a decolar. Até 2009, quando o meia era jogador do Bragantino, a família dele ainda o ajudava nas despesas, como a mãe, Erika, contou ao Globo Esporte.

15. Carioca e campeão olímpico pelo Brasil em 2016, Renato Augusto tem uma tatuagem do Maracanã, palco da final contra a Alemanha, no braço direito. Revelado pelo Flamengo, o jogador já tinha o desenho do estádio antes da conquista.

16. Até o início do ano, o meia Fred era agenciado pelo ex-jogador Assis — irmão mais velho que assessorou a carreira de Ronaldinho Gaúcho. Agora, o empresário de Fred é outro ex-jogador: Gilberto Silva, ex-meio-campista campeão mundial pelo Brasil em 2002.

17. Philippe Coutinho já disse que seu maior ídolo no futebol, aliás, é Ronaldinho Gaúcho.

18. O meia Willian já declarou que considera o empresário Kia Joorabichian um “segundo pai”. Nos anos 2000, Kia foi acusado de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha por seus negócios no Brasil envolvendo o Corinthians.

19. Com 93,9 milhões de seguidores, Neymar é o brasileiro que tem mais seguidores no Instagram.

20. No início da carreira de Douglas Costa, a mãe dele, Marlene, atendeu o telefone de casa — onde ele ainda morava — e deu uma entrevista sobre a carreira do filho, o “Douglinhas”.

21. Gabriel Jesus começou a jogar futebol no campo do presídio militar Romão Gomes, em São Paulo. Ainda criança, ele era do time Pequeninos do Meio Ambiente.

22. Quando jogava na Alemanha, o atacante Roberto Firmino decidiu tatuar a frase “família, amor sem fim” no idioma germânico. Só que ele traduziu a frase usando o Google Translate — e a tatuagem acabou ficando com um erro gramatical.

23. Nascido em 17 de janeiro de 1988, o atacante Taison é seis meses mais jovem que o argentino Lionel Messi (nascido em 24 de junho de 1987), a quem foi comparado no início da carreira.

E então, gostou das curiosidades? Tem mais algum fato curioso sobre os jogadores convocados por Tite que você conhece e que não citamos? Não deixe de comentar!

Agora, falando em Copa do Mundo, pode ser que você queira saber também: Vai ser feriado durante os jogos do Brasil, na Copa da Rússia?

Fonte: BuzzFeed