23 fotos arrepiantes que revelam como era a medicina no passado

Se você, hoje em dia, morre de medo de agulhas e anda léguas para passar longe de um injeção, fique sabendo que há cisas na medicina que podem ser piores e bem mais dolorosas. Isso porque, embora extremamente avançada, alguns procedimentos ainda não foram aperfeiçoados ao ponto de serem indolor ou não acabarem em sangue.

Mas, agora, com toda a tecnologia que dispomos, as coisas são assim, já parou para imaginar o horror que deveriam ser os tratamentos médicos do passado? Com certeza, não deveria ser nada engraçado ficar doente e ter que enfrentar procedimentos e instrumentos tão arrepiantes quando os que você vai ver na lista abaixo. Preparado?

Então descubra agora o quão ruim podia ser a medicina no passado:

1. Máscara comuns entre os médicos, durante o auge da Peste Negra. os “bicos” guardavam substâncias aromatizadas

1

2. Crianças em um aparelho gigantesco, chamado de pulmão de aço, em 1937. Esse instrumento era bastante utilizado antes da utilização da vacina contra poliomielite. Segundo relatos, várias crianças viveram meses nessa máquina.

2

3. “O grande purificador do sangue e regulador do sistema”. Essa era a fama desse remédio, feito especialmente para as mulheres, por um médico famoso no passado, chamado Dr. Kilmer.

3

4. Bebês na hora do bronzeamento. O procedimento era bastante usado no Asilo de Órfãos de Chicago, nos Estados Unidos, para compensar o raquitismo das crianças. A foto é de 1925.

4

5. Com vergonha de ser identificada, mulher com prótese se deixa fotografar, no final do século 19.

5

6. Prótese de madeira, feita em 1800.

6

7. Artifícios usados para disfarçar (ou só cobrir mesmo) lesões faciais.

7

8. Garrafa de transfusão de sangue. A foto foi feita em 1978, na Inglaterra.

8

9. Aparelho para a coluna vertebral, invetada por um médico chamado Dr. Clark. Foto de 1878.

9

10. Exame neurológico feito com dispositivos elétricos, em 1884. 

10

11. Prótese para perna

11

12. Parece um kit de tortura da 2ª Guerra Mundial, mas é um kit cirúrgico, usado por médicos dos Estados Unidos, durante a Guerra Civil.

12

13. Homens na sala de fisioterapia de Walter Reed, durante os anos 20.

13

14. Ferramenta de aprendizes de obstetrícia, usado para ensinar a respeito de partos e dos primeiros momentos de vida dos bebês.  O objeto horroroso foi muito usado entre os anos de 1700 e 1800.

14

15. Tratamento “moderno” da época, desenvolvido por Lewis Sayre, contra escoliose. 

15

 

16. Cadeira de partos, usada entre os médicos até 1800.

16

17. Bisturis chineses, usados entre 1801 e 1920.

17

18. Modelo anatômico feminino, usado pelos médicos, quando eles não podiam tocar no corpo das mulheres. No caso, eles usavam a boneca para explicar o que as pacientes tinham, apontando partes do corpo do modelo. 

18

19. Técnico de radiologia (ou o mais próximo disso), durante a Primeira Guerra Mundial, em 1918.

19

20. Quando não existiam anestesias, os procedimentos cirúrgicos precisavam de éter, usado para “apagar” o paciente. Foto pode ter sido registrada entre os anos de 1855 e 1860.

20

21. Aula de medicina, em um auditório, em Chicago, no ano de 1900. Um doente era trazido para servir de modelo vivo durante as aulas, dependendo da doença que estava em pauta.

21

22. Tratamento contra a insanidade, praticado no século 19, até início do século 20. Os pacientes eram envolvidos em lençóis molhados e dispostos em camas enfileiradas.

22

23. O único cirurgião que havia em uma expedição na Antárctica. Seu nome era Leonid Rogozov e, em 30 de abril de 1961, ele realizou um procedimento em si mesmo, como mostra a foto, depois de sofrer uma crise de apendicite.

23

Fala sério, de arrepiar, hein?