6 formas como seu smartphone destrói sua saúde

Você já parou para refletir sobre a dependência que você criou do seu celular? Ou você nunca se sentiu “pelado” quando descobriu que havia saído de casa sem seu aparelho? Se você também já se sentiu assim, fique sabendo que essa não é a única consequência que esses dispositivos trazem à nossa vida: o smartphone destrói sua saúde também!

Muita gente, claro, vai pensar que esse tipo de declaração é radical demais. O problema é que a maioria de nós não tem ideia do quanto os smartphones estão presentes em nosso dia-a-dia e no quanto guiamos nossa vida por eles. Uma boa prova disso, aliás, é que os celulares são capazes até mesmo de controlar nossos lares, como você já viu aqui em outra matéria.

Obviamente, o acesso à tecnologia não é de todo ruim. Você, com certeza, tem uma vida muito mais fácil hoje que teria há 20 anos, quando a internet nem era popular e todos, ou a maioria de seus problemas, precisavam ser resolvidos fora de casa.

No entanto, tanta facilidade também tem lá suas desvantagens. Como você mesmo deve saber, caro leitor, as pessoas passam muito mais tempo sentadas hoje em dia, se exercitam pouco, comem mais e com menos qualidade e assim por diante. Isso, claro, nem contar nos desarranjos psicológicos que o excesso de tecnológicos podem trazer.

Confira 6 formas como seu smartphone destrói sua saúde:

1. Smartphone tornam as pessoas antissociais

1

Ele rouba a atenção das pessoas, deixando seus usuários desatentos e desligados, especialmente quanto ao que acontece ao redor. Afetam também o humor e o ritmo das pessoas, reduzindo sua capacidade cognitiva em conectar e socializar com outras pessoas.

2. Smartphones reduzem a memória

2

Embora suas câmeras ajudem a capturar e a registrar os melhores momentos de sua vida, os smartphones também são os verdadeiros culpados quando o assunto é o fato de você não se lembrar sozinho desses mesmo momentos especiais.

Conforme especialistas, isso se deve ao fato de estarmos tão dependentes da tecnologia que somos incapazes de fazer nossa memória trabalhar por conta própria. Além disso, é comum o fato das pessoas se preocuparem mais em fotografar certas situações que realmente olhá-las.

Tudo isso afeta sua capacidade de se recordar das coisas, mesmo se tratando de situações marcantes.

3. Smartphones enfraquecem o raciocínio indutivo

3

Hoje em dia é muito fácil ter acesso a todo tipo de informações por meio do Google, onde conseguimos todo tipo de resposta em um só clique. Isso, em parte, é possível devido ao uso cada vez mais constante do smartphone. No entanto, ao mesmo tempo que esse tipo de comportamento facilita sua vida, ele também enfraquece sua capacidade de raciocínio indutivo, aquele que parte de premissas para inferir uma conclusão.

Segundo especialistas da Universidade de Waterloo, no Canadá, o excesso de confiança em aparelhos tecnológicos e na internet diminui nosso pensamento lógico e nossas habilidades em resolver e determinar respostas corretas sobre nós mesmos, já que dificilmente precisamos nos posicionar ou nos forçar a pensamentos mais analíticos.

4. Smartphones podem engordar

4

Isso já vinha acontecendo há algum tempo devido a avanços tecnológicos que nos possibilitam ficar sentados confortavelmente por mais e mais tempo. É assim com o controle remoto, com os vidros elétricos dos carros e, dentre muitos outros objetos, os smartphones.

Com celulares cada vez mais inteligentes, você pode jogar, assistir a filmes, ouvir suas músicas, usar vários aplicativos, ficar horas em redes sociais, comprar comida e muitas outras coisas sem precisar se levantar. Isso, claro, só piora a tendência ao sedentarismo que desenvolvemos há algumas décadas, contribuindo também para o aumento da obesidade e de doenças crônicas.

5. Smartphones causam distúrbios do sono

5

A luz azul emitida a partir das telas desses dispositivos perturba nossa produção de hormônios, como a melatonina, responsável ela promoção do sono. É por isso que você não deve levar o celular para a cama, com você.

6. Smartphones aumenta o risco de doenças e ferimentos

6

Parece até exagero, mas como menos atividades físicas em seu dia-a-dia, seus músculos acabam ficando enfraquecidos com o passar do tempo. Isso também acontece com seu sistema imunológico.

Tudo isso junto, aumenta consideravelmente suas chances de sofrer danos físicos, especialmente quanto aos acidentes por andar ou dirigir enquanto se digita.

Fonte: Life Hack