6 números de azar ao redor do mundo

Depois de entender porque o tão famoso e mal visto número 666 é considerado o número da besta, chegou a hora de você, caro leitor, descobrir que não é somente o numeral 13 que é símbolo de má sorte pelo mundo. Aliás, como você vai descobrir, os números de azar pelo mundo a fora podem ser muito mais variados que um dia qualquer pessoas poderia imaginar.

Até mesmo os mais inocentes dos números podem ser considerados números de azar em algumas culturas. Um bom exemplo disso é o algarismo 4, que em algumas culturas, como a chinesa, é mal visto por causa da pronúncia de seu nome nesse idioma. Dá para acreditar?

E o pior, muitos desses números de azar que você vai conhecer em instantes são completamente boicotados em algumas partes do mundo. As pessoas levam isso tão a sério que os chamados números de azar são retirados dos elevadores, por exemplo, e jamais aparecem em hospitais e outros ambientes em que as pessoas costumam estar mais fragilizadas para evitar a má sorte.

E você, acredita em números de azar? Você também tem um número que costuma evitar em seu dia-a-dia? Independente do motivo, se você também acreditar que determinados números levam embora a boa sorte você não pode deixar de conferir essa matéria, entendido?

Então conheça, abaixo, 6 números de azar ao redor do mundo:

1. Número 4

1

Na China, o número 4 é o mais temido entre os números de azar. Conforme a cultura local, a pronúncia do algarismo é semelhante à pronúncia da palavra morte. O preconceito com o número 4 é tamanho que em muitos lugares o numeral é omitido, como nos andares dos elevadores, nomes de ruas e números de casa.

E o mais curioso: não é só o número 4, isolado que é “demonizado”. Os números que têm o 4 em sua formação, também são tidos como números de azar, como o 40 e todas duas variações, até o 49 e assim por diante. A única exceção a essa regra é o 54, cuja pronúncia, ao contrário das demais, soa no idioma chinês como “não morte”.

2. Número 17

Close-up of a small number 17 painted in red on a section from the stone walls surrounding the Parliament Palace in Bucharest.

Mas não é só na China que os números de azar são curiosos. Na Itália o número que ninguém quer é o 17, já que em algarismos romanos ele é escrito como XVII. Para os italianos, esse é um anagrama para VIXI, que em latim significa “vivi”. Esse escrito costumava ser gravado nas lápides dos antigos romanos e, com o tempo, passou a lembrar a morte e a má sorte.

3. Número 9

3

Já, no Japão, é o numeral 9 que não é bem visto. O motivo, aliás, é bem parecido com o motivo pelo qual os chineles consideram o 4 e todos seus derivados números de azar: devido à pronúncia do nome do numeral.

Isso porque, no Japão, 9 soa como “tortura”. Aliás, é comum que esse número não apareça em lugar algum quando o assunto são hospitais, por exemplo, para não atrair má sorte.

5. Número 26

4

Já, na Índia, o número do azar é o 26. Isso porque a cultura indiana é muito ligada à numerologia e, segundo contam, os dias 26 de diferentes meses durante cerca de 15 anos sempre foram marcados por tragédias gigantescas, como terremotos, tsunamis e terrorismo.

5. Número 0888 888 888

6

O problema, na Bulgária, não é exatamente com o número 8, mas com essa combinação específica que você viu acima. Aliás, para ser mais específico, essa combinação se trata de um número de telefone amaldiçoado no País.

Dizem que o número já pertenceu ao dono de uma companhia telefônica que acabou morrendo de câncer. Depois, o número pertenceu a um mafioso que foi assassinado e, em seguida, pertenceu a um empresária, que morreu baleado. Foi assim que essa cominação ganhou a fama de números de azar na Bulgária. Aliás, até hoje ninguém quer ter esses números, o que fez a operadora responsável por ele suspendê-lo de vez.

6. Número 191

8

E, para quem pensa que os americanos estão acima dessas crendices, uma surpresa: para eles, o número 191 é um verdadeiro terror. E isso, graças a várias tragédias envolvendo essa cominação de números de azar. Somente com relação a acidentes aéreos, já foram 5 grandes tragédias envolvendo a marcação 191. A maior delas, aliás, foi em Chicago, no Aeroporto O’Hare, que acabou tirando a vida de 258 pessoas, sem contar 2 pessoas em solo.

E você, incluiria outros números de azar nessa lista?

Fonte: Smosh