Notícias

ACI afirma que restrições em viagens aéreas são desnecessárias

ACI disse que se as restrições em relação a viagens aéreas continuarem irão afetar mais a recuperação da indústria da aviação e turismo.

O Conselho Internacional de Aeroportos para a América Latina e o Caribe (ACI) afirmou que as tentativas de impedir viagens aéreas em combate ao novo coronavírus não são eficazes. A razão disso é que as medidas de restrição já existentes são eficientes. Como, por exemplo, a utilização correta das máscaras e os protocolos de limpeza.

Além disso, o ACI disse que se as restrições em relação a viagens aéreas continuarem irão afetar ainda mais a recuperação da indústria da aviação e turismo. Portanto, o ACI também acrescentou que os avanços com as vacinas contra a Covid-19 no último ano apresentou uma melhoria progressiva na recuperação do tráfego aéreo.

No começo de 2021, por exemplo, as viagens aéreas nos aeroportos latino-americanos tiveram 45% da movimentação. Já em novembro do mesmo ano, houve uma elevação de 73% do tráfego aéreo. Resultado disso, a ACI afirmou que as restrições em viagens aéreas realmente são desnecessárias.

Viagens aéreas para países asiáticos

Continua após a publicidade

A Tailândia foi um dos países no continente asiático que abriu a porta das fronteiras para turistas estrangeiros. Porém, os viajantes terão que pagar uma taxa de R$50 para entrar no País. A divulgação da informação foi feita pelo porta-voz do governo Thanakorn Wangboonkongchana, na última quarta-feira (12).

Sendo assim, a taxa é de 300 baht, que é a moeda oficial do País, mas se convertermos em real, fica no valor de R$50. A decisão, portanto, é para recuperar a economia da Tailândia que depende do turismo.

Por isso, a expectativa é que a indústria de viagens se recupere após o impacto negativo que a pandemia do novo coronavírus causou. O governo local já informou que a onda de Covid-19 no País sofreu uma queda e por isso já considera a volta do turismo local.

Leia também sobre o Bolsonaro que liberou viagens internacionais na classe executiva para ministros!

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você