Curiosidades

Arco-íris, 7 mitos desvendados sobre esse fenômeno natural

Arco-íris só aparece quando chove? Eles só acontecem quando é dia? Confira algumas dúvidas e mitos sobre esse fenômeno já desvendados pela ciência.

O arco-íris é um dos fenômenos naturais mais bonitos que o ser humano pode presenciar. Suas várias cores chamam a atenção de todos aqueles que olham para cima, sendo impossível passar indiferente por sua magnitude.

Consequentemente, hoje em dia vemos a representação do arco-íris em vários produtos populares, como em roupas e brinquedos. Ele é mencionado na literatura e na poesia frequentemente e também citado em músicas de amor.

Tamanha popularidade implicaria, na teoria, muito conhecimento sobre ele. Mas a verdade é que não é bem assim. Sabemos de vários mitos que tenta explicar sua existência, assim como a explicação cientifica superficial.

Quer aprender um pouco mais sobre os adorados arco-íris? Então o Segredos do Mundo selecionou 7 mitos desvendados sobre esse fenômeno natural para que você conheça um pouco mais sobre ele.

Continua após a publicidade

Confira 7 mitos desvendados sobre o arco-íris

1 – Arco-íris existem de verdade

Arco-íris: 7 mitos desvendados sobre o fenômeno natural

É claro que os arco-íris existem, porém, não são concretos. Não se pode pegar em um arco-íris, assim como não se pode chegar ao final dele. Esse fenômeno natural não passa de uma ilusão de ótica.

Continua após a publicidade

O arco-íris surge quando a luz atinge gotas de água, sendo refratada para o interior da gota, refletida e então é refratada novamente para fora dela. A luz branca na verdade é uma mistura de todas as cores. Quando essa luz atravessa a água, a refração faz com que apareça o espectro das cores que vemos.

2 – Sete cores

Arco-íris: 7 mitos desvendados sobre o fenômeno natural

Continua após a publicidade

Na escola e na infância você aprende que o arco-íris é formado pelas cores vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta, ou seja, sete. Mas o fenômeno natural, na verdade, possui mais de um milhão de cores. Acontece que essas são as únicas que os nossos olhos conseguem enxergar, os nossos olhos tem limitações para ver um grande espectro de tons de cores.

3 – Arco-íris só aparecem quando chove

Arco-íris: 7 mitos desvendados sobre o fenômeno natural

O arco-íris se forma a partir de gotas de água, portanto, tornou-se senso comum que ele só aparece quando chove. Acontece que isso é mentira. Podem existir gotas de água no céu mesmo sem chuva, pelos mais diversos motivos. Se elas estiverem lá, e o sol estiver corretamente posicionado, o fenômeno irá se manifestar.

4 – Arco-íris só aparecem durante o dia

Arco-íris: 7 mitos desvendados sobre o fenômeno natural

Continua após a publicidade

Um arco-íris precisa de luz e gosta de água para acontecer, e por isso, não é dependente do sol. O arco-íris lunar aparece quando a luz refletida pela lua atinge as gotículas de água no ar. A única exigência para que ele aconteça, é que a lua seja cheia ou quase cheia naquela noite.

5 – Todos vemos o “mesmo” arco-íris

Arco-íris: 7 mitos desvendados sobre o fenômeno natural

Apesar das pessoas entrarem em um consenso de que estão vendo o mesmo arco-íris, elas não estão. Isso por que cada pessoa vê de um horizonte diferente, ou seja, um ponto de vista diferente. Como cada pessoa vê de um ponto, cada pessoa vê as cores refletidas de maneira diferenciadas umas das outras.

6 – Qualquer hora pode-se ver um arco-íris

Arco-íris: 7 mitos desvendados sobre o fenômeno natural

Continua após a publicidade

Pode até parecer que os arco-íris podem surgir a qualquer momento, porém, não é bem assim que funciona. As chuvas são mais frequentes no final da tarde do que no início da manhã ou no meio-dia, portanto é mais provável que as aparições do arco-íris sejam maiores no entardecer. O sol também entra em um ângulo mais favorável essa hora.

7 -Arco-íris duplo

Arco-íris: 7 mitos desvendados sobre o fenômeno natural

Quando a luz se reflete mais de uma vez na gota, forma-se mais de uma versão do fenômeno. Eles podem ser duplos, triplos e até quádruplos. Eles não são exatamente iguais uns com os outros. Quanto mais aparecerem, mais fracos eles serão.

Você gostou dessa matéria? Então você também vai gostar dessa: Qual é a maior estrela do universo?

Continua após a publicidade

Fonte: Hiper Cultura

Imagem: Emerald Douglas Universo Curioso A Tribuna

Próxima página »

Escolhidas para você