Curiosidades

Astecas: 25 curiosidades impressionantes que devemos saber

A cultura asteca foi uma civilização que existiu há muito tempo, e se espalhou quando se juntou a outros grupos e fez alianças militares.

A civilização asteca foi uma das mais importantes culturas mesoamericanas. Dessa forma, ela habitou o Vale do México entre 1345 d.C. e 1521 d.C., e tornou-se a cultura dominante da região até a chegada dos conquistadores espanhóis.

Ao conquistar os povos vizinhos e impor pagamentos de tributos, os astecas criaram um império teocrático a partir da cidade de Tenochtitlán. Assim, eles eram famosos pela ferocidade de seus guerreiros e pela riqueza de suas cidades.

Além disso, eles desenvolveram seu próprio sistema de escrita com o qual registraram suas histórias, a genealogia de seus reis e suas crenças religiosas. No post de hoje, vamos conferir as principais curiosidades sobre os astecas.

25 curiosidades incríveis sobre os astecas

1. Civilização avançada

Os astecas, assim como os maias, eram uma grande cultura com um poder e misticismo que marcaram seu destino, e em apenas 200 anos conseguiram o que outras civilizações levaram milhares de anos para conseguir.

Continua após a publicidade

2. Religião politeísta

Música, ciência, artesanato e arte eram muito importantes dentro da cultura asteca, especialmente a música usada em rituais religiosos. Aliás, os astecas adoravam muitos deuses que representavam diferentes aspectos da vida, nesses ritos realizavam sacrifícios humanos, prisioneiros de guerra ou crianças.

3. Arte tolteca

A arte tolteca se refletiu na construção de seus templos e edifícios, também em armas e cerâmicas. Além disso, em termos de música, sabe-se que os instrumentos utilizados eram conchas, flautas de osso ou madeira e tambores feitos de troncos ocos.

4. Império da Mesoamérica

Da aliança das cidades Tenochtitlán, Texcoco e Tlacopan, criaram um império centralizado e teocrático, governado por um tlatoani.

5. Origem do nome

A palavra “asteca” vem da língua náuatle e significa “pessoas que vieram de Aztlán”. De acordo com suas lendas, o povo asteca deixou Aztlán (um lugar mítico) e migrou por décadas até encontrar o lugar ideal para se estabelecer e construir sua capital.

Continua após a publicidade

6. Trabalho com metais

A cultura asteca sabia trabalhar metais, tinham processos na transformação de ouro, bronze, prata e obsidiana (com os quais faziam suas armas e ornamentos).

7. O grande imperador

O imperador era o líder da cidade suprema de Tenochtitlán, acreditava-se que ele tinha contato com os deuses e isso por sua vez era sua representação na terra, e as pessoas estavam sujeitas à sua vontade.

8. Mortes na batalha final

Durante a batalha final de Tenochtitlan, acredita-se que cerca de um quarto de milhão de pessoas tenham morrido. Então, Cortes passou a fundar a Cidade do México a partir das ruínas.

9. Comércio humano

Os astecas costumavam vender a si mesmos ou seus filhos como escravos para pagar suas dívidas.

Continua após a publicidade

10. Canibalismo

Os astecas comiam apenas os braços e as pernas de suas vítimas. No entanto, os torsos eram lançados às aves de rapina e aos animais selvagens de Moctezuma.

11. Mulheres astecas

As mulheres astecas manchavam seus rostos com pó amarelo, escureciam suas mãos e pés com resina queimada e tinta e desenhavam desenhos intrincados em suas mãos e pescoços quando iam a um lugar especial.

12. Alimentação dos pobres

Os astecas mais pobres faziam uma espécie de envelopes de milho chamados “tamales”, que enchiam com coisas como sapos, caracóis, ovos de insetos, formigas, entre outros.

13. Nome do México

O nome do México tem uma raiz asteca em suas entranhas: dizia-se que quando o deus Huitzilopochtli guiou os guerreiros ao lugar onde Tenochtitlán foi fundado, ele os chamou de mexicas.

Continua após a publicidade

14. Descendência

Os astecas eram originalmente descendentes de tribos de caçadores e pastores da Ásia, que chegaram há 3.000 anos atrás em busca de raízes, frutas e animais selvagens para domar.

15. Habilidades comerciais

Os astecas conseguiram ser grandes comerciantes de várias culturas, incluindo cacau e milho. Além disso, produziam cerâmica e elegantes adornos em ouro e prata.

16. Pirâmide asteca

O Templo Mayor foi uma das construções mais magníficas da civilização asteca. Em suma, este monumento asteca era uma pirâmide construída em vários níveis.

17. Vestimentas e aparência

Os homens usavam os cabelos amarrados com uma fita vermelha e decorados com grandes penas coloridas para mostrar sua superioridade e status.

Continua após a publicidade

As mulheres, por outro lado, usavam os cabelos repartidos ao meio e trançados em duas tranças no topo da cabeça com as penas apontando para cima se fossem casadas.

18. Conhecimento em várias áreas

Os astecas desenvolveram um conhecimento impressionante da agricultura, para o qual criaram calendários nos quais marcavam o tempo de plantio e colheita.

Na medicina, eles usavam as plantas para curar certas doenças e tinham a capacidade de curar ossos quebrados, extrair dentes e até parar infecções.

Além disso, eles se destacaram nas construções arquitetônicas como tudo que pertencia à capital de Tenochtitlan, como as pirâmides. Por fim, ourivesaria, escultura, literatura, astronomia e música também foram áreas em que tiveram destaque.

Continua após a publicidade

19. Profecias do fim do mundo

De acordo com as crenças astecas, a cada 52 anos a humanidade corria o risco de afundar na escuridão para sempre.

20. Crianças astecas

Se uma criança asteca nascesse em uma data especial, era candidata a ser sacrificada ao deus Tlaloc, o deus da chuva. Aliás, as crianças astecas para serem sacrificadas esperavam em berçários especiais por semanas, meses ou mesmo anos antes do “grande dia”.

21. Nomes de meninas

Os nomes das meninas sempre representavam algo bonito ou gentil, como “Auiauhxochitl” (flor da chuva), “Miahuaxiuitl” (centáurea turquesa) ou “Tziquetzalpoztectzin” (o pássaro Quetzal).

22. Disciplina infantil

A disciplina asteca era extremamente rigorosa. Desse modo, as crianças travessas eram açoitadas, picadas com espinhos, amarradas e jogadas em poças de lama profundas.

Continua após a publicidade

23. Alimentação asteca

O império asteca consumia alimentos como tortilhas de milho, feijão, abóbora, bem como tomate, batata e um tipo de queijo feito de algas. Além disso, eles também comiam peixe, carne e ovos da estação, mas adoravam beber vinho de uvas fermentada.

24. Sociedade asteca

A sociedade asteca era dividida em três classes sociais: os pipiltin, que eram as pessoas da nobreza, os macehualtin, que eram os plebeus, e os tlatlacotin, que eram os escravos.

25. Último imperador asteca

Por fim, Moctezuma II foi o último imperador asteca antes da conquista do México e esta posição não era hereditária.

Fontes: Sua pesquisa, Mega Curioso, Diário do Estado, Museu da imaginação, Tudo Bahia

Continua após a publicidade

Leia também:

Calendário asteca – Como funcionava e sua importância histórica

Mitologia asteca – Origem, história e principais deuses astecas.

Deuses da guerra, as maiores divindades da guerra da Mitologia

Continua após a publicidade

Ah Puch: conheça a lenda do deus da morte, na mitologia Maia

Colosso de Rodes: o que se sabe sobre uma das Sete Maravilhas da Antiguidade?

Próxima página »

Escolhidas para você