História

Biblioteca de Alexandria – O que é, história, incêndio e a nova versão

A Biblioteca de Alexandria não foi só a biblioteca mais popular da história, como também foi rodeada de mistérios, por exemplo o incêndio.

O mundo antigo guarda diversos mistérios, e o incêndio da biblioteca de Alexandria é um deles. Localizada em Alexandria, no Egito, surgiu no século III a.C e abrigou completamente todo o conhecimento histórico e cultural da antiguidade.

No entanto, esse lugar que guardava tamanho estudo e conhecimento, foi destruído por um incêndio e, com toda a certeza, muito se perdeu com essa destruição.

História da biblioteca de Alexandria

Biblioteca de Alexandria - O que era e a história por trás do incêndio
Wikipedia.

Primeiramente, a biblioteca de Alexandria foi a mais importante do mundo. Ela foi construída por Ptolomeu II em Alexandria, no Egito.

Os reis sempre apoiaram muito os estudo e as pesquisas de várias áreas do conhecimento, sendo assim antes da biblioteca teve a construção de outro local como fonte de conhecimento.  Alexandre construiu o Mouseion (Museu).

Estrutura da biblioteca de Alexandria

Biblioteca de Alexandria - O que era e a história por trás do incêndio
Esboço da provável Alexandria – Biblioteca em Foco.

A biblioteca ficou famosa pela grande quantidade e variedade de volumes literários que ali eram possíveis de ser encontrados. Mas como ela conseguiu esse feito? Esse era o objetivo dos reis, assim eles conseguiam esses números de duas maneiras.

Primeiramente, todos que chegassem na cidade tinham suas embarcações investigadas e, caso encontrassem livros, eles eram copiados para o original ficar na biblioteca e a cópia devolvida ao dono. Em segundo lugar também contratavam agentes para comprar ou roubar exemplares em outras bibliotecas ao redor do mundo.

Continua após a publicidade

Além deste salão com muitos livros, a biblioteca tinha ainda dez grandes laboratórios e salas de pesquisa, jardim botânico, zoológico, museu, sala de estudo e observatórios astronômicos.

O incêndio da biblioteca de Alexandria

Biblioteca de Alexandria - O que era e a história por trás do incêndio
Biblioo

Primeiramente, é indiscutível o fato de esse ser um dos maiores mistérios do mundo antigo. Portanto, a hipótese de ter sido um incêndio que destruiu a biblioteca de Alexandria existe porque não foram encontrados vestígios pelos historiadores. Não há registros arquitetônicos e nem vestígios arqueológicos que possam mostrar o que realmente aconteceu. Então, por conta disso, não se sabe ao certo quem o provocou.

Há várias histórias que podem ser realidade sobre o que aconteceu. Em primeiro lugar é a de Júlio César, que apaixonado por Cleópatra, irmã de Ptolomeu XII, decide tomar o trono por meio da força e dar fim aos tutores do antigo rei. Ele não quer nenhum sobrevivente e, por isso, incendeia todos os navios para impedir que fujam pelo mar. Esse fogo é tamanho que atinge uma parte da Biblioteca de Alexandria.

Biblioteca de Alexandria - O que era e a história por trás do incêndio
Ruínas de Alexandria / Fontes: Somos Físicos

Já as outras versões são sobre a invasão muçulmana, que no poder do califa Omar, o seu exército invadiu a cidade e ateou fogo na biblioteca.

Perdas que o incêndio da biblioteca de Alexandria causou

Biblioteca de Alexandria - O que era e a história por trás do incêndio
Toda Matéria

Antes de mais nada, é importante enfatizar que é impossível mensurar o tamanho da perda que esse incêndio causou. Estima-se que mais de cem funcionários trabalhavam na biblioteca que abrigava em média 700 mil rolos de papiros.

Com toda a certeza perdemos conhecimentos únicos que só ali estavam arquivados e nunca foram distribuídos. Muito eles conseguiram recuperar, no entanto, parte da história que ali estava se perdeu juntamente com o incêndio.

Continua após a publicidade

A nova biblioteca de Alexandria

Biblioteca de Alexandria - O que era e a história por trás do incêndio
Atual Biblioteca de Alexandria – Todo Estudo.

Hoje, a Bibliotheca Alexandrina não é a maior do mundo, mas é a referência do Egito, além de ter maior coleção digital de manuscritos históricos. Ela foi construída em 2002 e também funciona como centro de estudos e pesquisa.

E aí, gostou dessa matéria? Então, dê uma lida nessa a seguir: Fotógrafo italiano viaja para registrar as bibliotecas mais incríveis do mundo

Fontes: Hiper Cultura InfoEscola

Imagem de Destaque: Daily Beast

Próxima página »

Escolhidas para você