Curiosidades

Bonecas russas – Origem e curiosidades sobre as Matrioskas

Bonecas russas ou Matrioskas são muito populares na Europa, especialmente na Alemanha e na França, além de ser um símbolo cultural da Rússia.

Por Adelina Lima

-

As bonecas Matrioskas apesar de serem objetos tradicionais da Rússia, são populares em todo o mundo. Acredita-se que elas apareceram pela primeira vez na década de 1890, e o nome Matrioska ou Matryoshka vem do nome feminino russo Matriona.

Para esclarecer, na velha Rússia, entre os camponeses, o nome Matriona ou Matriosha era muito popular. Ademais, alguns estudiosos dizem que esse nome tem sua raiz latina em “mater” que significa “mãe”.

Como resultado, este nome foi associado à imagem de uma mãe de família camponesa, muito saudável e corpulenta. Posteriormente, tornou-se um nome simbólico e foi usado especialmente para a imagem de estatuetas de madeira pintadas com cores vivas, feitas de forma que pudessem ser desmontadas para revelar bonecas menores que cabiam umas nas outras.

Em outras palavras, o design tradicional das matrioskas foi inspirado na imagem da mãe camponesa com vestimenta simples e um lenço na cabeça. Desse modo, a primeira boneca russa surgiu numa oficina localizada na propriedade de Abramtsevo, perto de Moscou. Continue lendo para saber mais.

Origem das bonecas russas

Fonte: Pixabay

A boneca russa, que atualmente é um dos objetos mais famosos do mundo, foi originalmente concebida como um brinquedo de criança, mas com o tempo tornou-se algo mais simbólico.

Desse modo, existem muitas versões da origem da matrioska. De acordo com as mais precisas, a primeira boneca russa apareceu em 1898 em Moscou, na oficina de educação infantil da família Mamontov, que eram comerciantes e filantropos russos famosos.

Com efeito, nesta oficina, o artesão de madeira Vasily Zvezdochka e o artista Sergey Malyutin desenharam o primeiro modelo do brinquedo. Assim, a primeira matrioska tinha em seu interior oito bonecas.

Associada à figura da mãe, a primeira boneca do primeiro conjunto de matrioskas retratava uma mulher russa com vestido e lenço, segurando um galo. Dentro dela haviam outras bonecas que representavam as filhas ou crianças camponesas.

No início do século 20, o artesanato foi transferido de Moscou para a cidade de Sergiyev Posad, onde os artesãos locais continuaram a tradição de fazer bonecas matrioskas.

Em 1904, as bonecas foram apresentadas em uma exposição mundial em Paris e rapidamente se tornaram famosas. De Paris, as bonecas russas começaram a se espalhar pelo mundo, onde se tornaram um símbolo cultural da Rússia.

O que as matrioskas representavam?

Fonte: Pixabay

Como lido acima, as primeiras bonecas matrioskas foram pintadas apenas por diversão. Dessa forma, as bonecas empilháveis ​​foram muito expressivas e conquistaram a admiração de adultos e crianças.

No período inicial de seu desenvolvimento, foi dada especial atenção aos rostos da matrioska. Além disso, as roupas não eram pintadas com detalhes como são pintadas e decoradas atualmente. Essas bonecas representavam diferentes personagens e tipos como por exemplo camponeses, mercadores e nobres.

Os rostos das primeiras bonecas de Sergiev Posad eram ovais e rígidos. Ademais, as cabeças das primeiras bonecas russas de madeira eram muito aumentadas, por isso o rosto dominava o corpo. Essas bonecas parecem primitivas por causa dessa desproporção, mas ao mesmo tempo eram muito expressivas.

Às vezes, uma boneca retratava toda a família com vários filhos e membros da família. Por conseguinte, alguns conjuntos de bonecas russas foram dedicados a temas históricos.

Com relação à quantidade, as bonecas de Sergiev Posad consistiam de 2 a 24 peças. O conjunto mais popular de bonecas matrioska consistia em 3, 8 e 12 peças. Contudo, em 1913, um conjunto de matrioska de 48 peças feito por N. Bulichev foi exibido na Exposição de Brinquedos em São Petersburgo.

Hoje, as bonecas russas são fabricadas em diversos tipos de materiais e com distintos estilos, e vendidas como souvenirs em várias partes do mundo.

5 curiosidades sobre as Matryoshkas

Origem japonesa

Bonecas russas: origem e curiosidades sobre as Matrioskas
Fonte: Pixabay

Acredita-se que as matrioskas foram inspiradas nas antigas bonecas japonesas. As primeiras bonecas de nidificação conhecidas são as Fukurama Dolls que tiveram o mesmo conceito de 7 bonecas colocadas umas dentro das outras que inspiraram o artista russa Malyutin. Além disso, há um grupo de pessoas que acredita que essas bonecas foram trazidas para o Japão por um monge russo não identificado.

Diversos nomes

Fonte: Pixabay

As bonecas Matryoshka também são designadas por outros nomes, como bonecas Babushka, bonecas de empilhamento, bonecas de aninhamento, bonecas de nidificação, bonecas de chá russas ou somente bonecas russas.

Maior conjunto de matrioskas

Fonte: Pixabay

Em 2003, uma jovem artista russa, Youlia Bereznitskaia, fez o recorde da maior boneca aninhada. A boneca mais externa media 54cm e a menor, 0,31cm, com o conjunto de 51 peças totalmente pintado à mão. Todavia, o que é mais surpreendente é que quando essas bonecas são colocadas lado a lado, elas cobrem uma distância de 3,14 metros de comprimento.

Tema político

Fonte: Pixabay

Durante o movimento da Perestroika no final dos anos 1980, alguns líderes da União Soviética foram transformados no tema das bonecas por muitos rebeldes. Uma dessas inspirações foi Mikhail Gorbachev, o atual líder da época, que era o boneco mais externo e maior, enquanto as figuras menores tomavam a moldura dos oficiais anteriores a ele. Desse modo, as bonecas já representaram Leonid Brezhnev e Nikita Khrushchev, Stalin, Lenin e até vários czares importantes.

Maior boneca russa do mundo

Bonecas russas: origem e curiosidades sobre as Matrioskas
Fonte: Pixabay

A boneca matryoshka de 30 metros de altura é considerada a maior do gênero em todo o mundo. A estátua é uma grande atração na Manchúria, região norte da China adjacente à Rússia e à Mongólia. Como resultado, a boneca principal apresenta pinturas de meninas das três nações, e é cercada por 30 ovos de Páscoa requintados e 200 bonecas que simbolizam países e regiões ao redor do globo.

Então, agora que você conhece a origem das bonecas que simbolizam a Rússia, clique e leia: Insanidade ou solidão? Eles vivem com bonecas de silicone

Fontes: RBTH, Green me, Blog Boneca Russa, Paraná Educativa

Fotos: Pixabay

Próxima página »

Escolhidas para você