Curiosidades

Brown noise: o que é e como esse ruído ajuda o cérebro?

Nas redes sociais, a moda dos ruídos marrons está se proliferando, e por isso, no post de hoje contamos exatamente em que consistem.

Você provavelmente já conhece o ruído branco. Esses tipos de frequências estão por toda a internet, e há cada vez mais programas dedicados a transmitir esses tipos de sons, do Spotify ao YouTube. No entanto, um conceito recente que se popularizou na web é o ruído marrom (brown noise), mas o que é exatamente e por que é tão popular? Vamos descobrir a seguir!

O que é o ruído marrom e quais são as suas características?

Em suma, o ruído marrom é um tipo de tom sônico que engloba sons de baixa frequência e graves que difere do chamado ruído branco que inclui sons de todo o espectro.

Desse modo, se o ruído branco abrange sons em todas as frequências, o ruído marrom enfatiza notas mais profundas. Assim, consegue eliminar as altas frequências, oferecendo uma experiência mais imersiva e calma do que o ruído branco.

Chuvas fortes, trovões e rios podem estar associados a esse tipo de som. Aliás, o nome “Brown Noise”, em inglês, não é dado apenas a partir de uma cor, mas veio de Robert Brown, um cientista escocês que criou a equação para gerá-la.

Continua após a publicidade

Em 1800, Brown estava estudando o comportamento das partículas de pólen na água. Para entender melhor seus movimentos, ele decidiu criar uma fórmula que lhe permitisse prevê-los. Essa fórmula, quando utilizada para gerar sons eletrônicos, resulta no famoso “ruído marrom” .

O brown noise funciona?

Há pessoas que, depois de ouvir ruídos marrons, afirmam que sua mente está calma pela primeira vez em muito tempo e que esses sons atuam como efeitos calmantes.

De qualquer forma, o ruído marrom parece estar ajudando muito as pessoas com TDAH, que o usam para ajudar suas mentes a se desconectarem um pouco para que possam se concentrar muito mais.

Embora nenhuma pesquisa tenha sido feita sobre ruído marrom, existem estudos sobre o uso de tons sonoros em geral para dormir. Assim, um estudo sugeriu que a estimulação auditiva pode melhorar a memória em jovens saudáveis, enquanto aumenta o sono de ondas lentas em pessoas mais velhas.

Continua após a publicidade

Nos últimos tempos, a procura por sons de ruído marrom foram maiores do que nunca e muitas pessoas estão interessadas em experimentar esse método. Seja porque querem ter um melhor desempenho em seu trabalho, em suas tarefas, seja para relaxar ou dormir melhor ou apenas por curiosidade.

Qual a diferença entre ele e o ruído branco e rosa?

O som é diferenciado em termos de marrom, branco e rosa. Dessa forma, o ruído branco tende a ter diferentes variações, ou seja, pode ser de baixa frequência, faixa média ou até alta frequência.

Para entender melhor, pense no exemplo de uma cachoeira caindo em diferentes velocidades e atingindo diferentes objetos. Enquanto isso, o som rosa é mais alto na frequência baixa e mais suave na extremidade alta. Isso pode ser melhor entendido imaginando o som da chuva leve a média.

Por fim, o ruído marrom é mais profundo e mais alto na extremidade inferior. Um exemplo disso seria uma pancada de chuva áspera e suave seguida de uma forte tempestade.

Continua após a publicidade

Fontes: BBC, Super Abril, Techtudo, CNN

Leia também:

Conheça as 10 músicas mais felizes do mundo segundo a ciência

Músicas do TikTok: as 10 mais usadas em 2022 (até o momento)

Continua após a publicidade

Harmônica de vidro: conheça a história do curioso instrumento musical

Quem são Eduardo e Mônica da música do Legião Urbana? Conheça o casal!

Aplicativos de música – Melhores opções disponíveis para streaming

Música clássica para você se inspirar e conhecer

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você