Curiosidades

Casas de Hogwarts: veja as características de cada uma

As casas de Hogwarts são Grifinória, Sonserina, Corvinal e Lufa-lufa e foram criadas com base nos valores dos fundadores da escola bruxa.

Por P.H Mota

Os estudantes de magia e bruxaria da franquia Harry Potter, universo criado por J.K. Rowling, são divididos em quatro grupos bem distintos, as quatro casas de Hogwarts. Elas são:

  • Grifinória;
  • Sonserina;
  • Corvinal;
  • Lufa-Lufa.

Ou seja, por toda a vida, cada aluno da maior escola bruxa do Reino Unido, ficará marcado pela casa durante seus anos de escola.

Logo após o ingresso, os estudantes passam por uma cerimônia que sorteia cada um deles para uma das quatro casas de Hogwarts. As quatro casas foram criadas pelos fundadores da escola, Godric Gryffindor, Salazar Slytherin, Rowena Ravenclaw e Helga Hufflepuff.

Além das casas, cada um dos criadores escolheu atributos que deveriam ser valorizados no mundo de Harry Potter. Sendo assim, são eles que definem a verdadeira escolha das casas

Continua após a publicidade

Seleção

Assim que o primeiro ano de estudos começa, o bruxo novato vai ser sorteado em uma das casas de Hogwarts. Esse sorteio é feito a partir da sabedoria do Chapéu Seletor.

O Chapéu encantado vai fazer a decisão baseado nas características, pensamentos e valores que identificar em cada estudante. Assim, ele irá determinar a compatibilidade com uma das casas e fazer o anúncio.

Continua após a publicidade

Ao mesmo tempo, o Chapéu também leva me consideração o desejo pessoal do bruxo. Harry Potter, por exemplo, seria um bom bruxo na Sonserina, mas pediu especificamente que não fosse para lá.

As 4 casas de Hogwarts

Grifinória

Casas de Hogwarts - significados por trás dos lares da escola bruxa

Continua após a publicidade

Simbolizada por um leão e pelas cores vermelho e dourado, a Grifinória é dirigida pela Professora Minerva McGonagall. As principais características do membro da casa são a nobreza, a ousadia e a coragem. Não é à toa, por exemplo, que Harry Potter e seus amigos estão nessa casa.

Grifinórios também são pessoas calorosas e amigáveis, portanto, com corações dispostos a assumir riscos por aqueles que amam.

Além disso, o fantasma da casa é o Sir Nicholas de Mimsy-Porpington, também conhecido como “Nick Quase-Sem-Cabeça”.

Sonserina

Casas de Hogwarts - significados por trás dos lares da escola bruxa

Continua após a publicidade

A casa de Salazar Slytherin é dirigida pelo Professor Severo Snape e valoriza ambição, astúcia e individualismo.

Por causa disso, sonserinos se assemelham a grifinórios na paixão que carregam pelas atividades que assumem. Por outro lado, eles são capazes de tudo para chegar à seus objetivos, valorizando muito mais o individualismo do que o companheirismo.

É uma das casas de Hogwarts que mais produziu bruxos das trevas. Apesar disso, não existe uma relação direta entre os dois fatos.

Por fim, a casa tem as cores verde e prata, além de ser simbolizada por uma cobra. Seu fantasma residente é o Barão Sangrento.

Continua após a publicidade

Corvinal

Casas de Hogwarts - significados por trás dos lares da escola bruxa

A casa dos que possuem inteligência, originalidade, espirituosidade e criatividade. Corvinal tem as cores azul e bronze, águia como símbolo e o Professor Fílio Flitwick como diretor.

Os corvinais valorizam o conhecimento e utilizam sua curiosidade para conquistá-lo. Apesar da mente alerta, no entanto, o desejo de saber muitas vezes pode ser mal compreendido, como no caso de Luna Lovegood.

Lufa-Lufa

Casas de Hogwarts - significados por trás dos lares da escola bruxa

Continua após a publicidade

Diferente das outras casas, a Lufa-lufa não se guia por características excludentes. Isso porque a casa enaltece valores como bondade, amor e empatia acima de todas as outras coisas. Sendo assim, com um texugo símbolo e as cores amarelo e preto, é a mais acolhedora entre as casas de Hogwarts.

Por fim, seu fantasma é o Frei Gorducho e a Professora diretora é Pomona Sprout.

Próxima página »

Escolhidas para você