Curiosidades

China inaugura maior ponte marítima do mundo, com 55 km de extensão

Após 9 anos de espera, a maior pornto marítima do mundo foi inaugurada, ligando Hong Kong e Macau à cidade chinesa de Zhuhai

Após nove anos de espera, a ponte e o túnel submarino serão oficialmente abertos, ligando Hong Kong e Macau à cidade chinesa de Zhuhai. A ponte Hong Kong-Zhuhai, considerada a maior ponte marítima do mundo atualmente, é 20 vezes mais longa que a ponte Golden Gate, na Califórnia.

A maior ponte marítima do mundo liga três cidades principais e tem 55 quilômetros de extensão. Cerca de 30 quilômetros estão localizados no mar do delta do Rio das Pérolas, enquanto uma parte intermediária de 6,7 quilômetros se converte em um túnel submarino.

A obra, construída com 4 milhões toneladas de aço, é capaz de resistir a tufões e terremotos intensos. O custo  da maior ponte marítima do mundo foi de aproximadamente 20 bilhões de dólares (R$ 75 bilhões).

Permissão + pedágio

A maior ponte marítima do mundo foi aberta ao tráfego no dia 24 de outubro, mas nem todos poderão viajar nela. Viajantes que quiserem atravessar a ponte devem obter uma permissão especial do governo; além disso, todos os veículos estão sujeitos a pagar pedágio.

As autoridades chinesas estimam que a ponte receba mais de 9.000 veículos por dia nos primeiros meses de operação.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por ABC News (@abcnews) em

O projeto faraônico cruza a trajetória de voo de aeronaves que partem do Aeroporto Internacional de Hong Kong, o que significa que os engenheiros tiveram que se submeter a estritas limitações de altura da ponte.

Por trás da maior ponte marítima do mundo

Para ajudar a combater possíveis ataques terroristas, “48 câmeras de vigilância de alta definição” foram instaladas ao longo da maior ponte marítima do mundo, bem como esquadrões da polícia antiterrorista foram criadas e guarnecem a ponte dia e noite.

Embora a ponte seja uma maravilha arquitetônica moderna, o projeto tem sido duramente criticado devidos aos padrões trabalhistas ruins e impactos ambientais adversos.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Tu Dosis Diaria De Noticias (@telokwento) em

Durante o período de construção, 19 trabalhadores morreram em acidentes de trabalho e dezenas ficaram feridos. Além disso, a quantidade de golfinhos residentes da área de Hong Kong foi drasticamente reduzida – poucos golfinhos agora são encontrados no perímetro (antes eram centenas).

Os esforços de mitigação ambiental realizados antes da construção da ponte não conseguiram manter os golfinhos na área, mas mesmo assim o projeto continuou em curso, até o seu término.

Compartilhe o post com seus amigos!

Leia mais:

Fonte: Planeta Curioso

Próxima página »

Escolhidas para você