Cientistas registram exato momento em que homem viu Deus

Há séculos as pessoas tentam provar que Deus existe, mas a Ciência, sempre prática, insiste que não existem provas da existência de um ser poderoso e superior acima de nós. Mas, um evento bastante peculiar, ocorrido com um paciente israelense (que não teve sua identidade revelada) tem confundido a cabeça dos cientistas.

Conforme relatado pelo site Revista Galileu, os neurocientistas conseguiram captar, por meio dos eletrodos de um exame da cabeça do homem, o momento em que ele disse ter visto e falado com Deus. Como descrito pelos médicos, foi possível perceber atividade cerebral intensa em uma parte do cérebro do paciente, o córtex pré-frontal esquerdo, complemente oposta ao lado em que as crises de epilepsia do lobo temporal direito costuma se manifestar.

1

 

Embora alucinações de vários tipos sejam consequências comuns em pacientes desse tipo, a verdade é que eletroencefalograma conseguiu deixar os especialistas que acompanhavam o exame impressionados. E o mais interessante de tudo, como os próprios cientistas contaram à Discover Magazine, é que eles não têm uma explicação lógica para o que deu início à atividade paranormal do paciente nessa área tão atípica do cérebro.

Experiência paranormal

De acordo com os médicos, o paciente estava com os medicamentos anticonvulsivantes suspensos há alguns dias devido à um novo tratamento e passava por um eletroencefalograma. Ele estava deitado na cama quando, simplesmente, congelou e ficou olhando para o teto por vários minutos.

2

Depois de um tempo, o paciente, um judeu não fervoroso, começou a recitar orações em voz baixa e chegou a colocar ser quipá. Quando Deus, supostamente, se aproximou, o homem gritou dizendo que era Adonai, nome de Deus usado pela Bíblia Hebraica. Segundo israelense, Deus teria se revelado a ele e ordenado que levasse redenção ao povo de Israel.

Claro que foi um tanto difícil conter o paciente depois disso. Os neurocientistas disseram ainda que o homem saiu gritando pelos corredores do hospital, dizendo a médicos e enfermeiros que Deus o havia enviado a eles.

Deus x PIP

Em um artigo para a revista Epilepsy and Behaviour, os cientistas disseram que o paciente viveu “delírios religiosos grandiosos de revelação e zelo missionário no contexto de uma psicose pós-ictal (PIP)”, uma complicação rara e bastante grave, que pode ocorrer logo após convulsões, causando alucinações visuais, desilusões, paranoia e, muitas vezes, comportamento agressivo.

3

E você, o que acha dessa história?

Agora, aproveitando a deixa, talvez você goste de descobrir também: Como era o verdadeiro rosto de Jesus Cristo?

Fontes: Revista Galileu, Discover Magazine