Mundo Animal

Cobra coral-verdadeira e falsa-coral: entenda as diferenças

A cobra-coral apresenta anéis pretos, brancos, vermelhos e amarelos, então podem ser confundida, caso você não conheça suas diferenças

A cobra coral-verdadeira é bastante venenosa, já a falsa-coral não é tão perigosa. No entanto, o maior problema é que ambas são muito semelhantes, já que apresentam coloração parecida.

Essa coloração, que chama bastante atenção, conhecida como aposemática, é um tipo de aviso, indicando perigo, sobretudo, em animais venenosos.

Aliás, por este motivo, é comum que as cobras corais-falsas sejam mortas, porque muitos as confundem com as verdadeiras e creem que sejam cobras perigosas.

Em seguida, mostramos alguns aspectos que diferem esses dois tipos de cobras. Confira!

Continua após a publicidade

Quais as diferenças entre a falsa-coral e a coral verdadeira?

Apesar do fato de que as cobras corais-verdadeiras e as falsas-corais são muito parecidas, existem alguns outros motivos para que essas duas serpentes sejam confundidas uma com a outra, por isso é importante se atentar às seguintes diferenças:

Tamanho

As cobras corais-verdadeiras são magras e pequenas, medindo de 45 a 50 centímetros de comprimento, com algumas espécies chegando 1 metro.

Elas têm cabeças bulbosas, quase sem pescoço, olhos redondos e caudas de aparência semelhante, o que significa que pode ser difícil distinguir a cabeça de uma cobra de sua cauda.

Já a falsa-coral é tem comprimento maior e é mais grossa.

Continua após a publicidade

Comportamento da cobra coral

Por natureza, as cobras corais-verdadeiras são reclusas e raramente picam, a menos que se sintam sob ameaça. Ou seja, elas vivem a maior parte do tempo no subsolo ou em pilhas de folhas secas.

Além disso, gostam de áreas de pântanos e com árvores, mas também vivem nas montanhas e em áreas rochosas.

Por outro lado, a cobra falsa-coral costuma habitar encostas com arbustos, rios, bosques, campos e florestas.

Ao contrário da verdadeira, a falsa-coral vaga durante o dia em busca de comida ou um companheiro. Essas serpentes podem se tornar mais noturnas conforme o verão fica mais quente.

Continua após a publicidade

Dentição e picada

A dentição é um dos elementos que diferem as corais-verdadeiras e as falsas-corais. Inclusive, esse é um aspecto que pode gerar grandes equívocos quanto à presença de venenos.

As cobras corais-verdadeiras possuem a dentição responsável por inocular seu veneno na parte da frente de sua boca, assim, é mais facilmente acessível.

Por outro lado, as falsas-corais apresentam esses dentes na parte de trás da boca, dessa forma, é mais difícil para que a cobra consiga injetar seu veneno no alvo.

O que fazer após um ataque de cobra coral?

As cobras corais-verdadeiras raramente picam, a menos que se sintam sob ameaça, e as mortes são ainda mais raras desde criaram o soro.

Continua após a publicidade

Se uma pessoa foi atacada, a princípio, a picada não é muito dolorosa e há um pouco de inchaço.

Se a mordida não for tratada na mesma hora, a taxa de mortalidade é de cerca de 10%.

Como uma toxina, o veneno da cobra coral destrói a capacidade dos nervos de se comunicarem entre si. Após algumas horas, a pessoa começa a apresentar sintomas, como:

  • Pálpebras fechadas
  • Fala arrastada
  • Insuficiência respiratória e cardíaca
  • Visão dupla
  • Problema para engolir
  • Dor de cabeça
  • Dor de estômago
  • Paralisia
  • Convulsões

Com efeito, o paciente precisa ir ao hospital na mesma hora. Ao contrário dos filmes, a picada de cobra não deve ser cortada e aspirada.

Continua após a publicidade

Ademais, o paciente não deve receber um torniquete, uma compressa fria ou ter a área afetada elevada acima do coração.

CUIDADO: o veneno das cobras corais-verdadeiras é bastante nocivo para o sistema nervoso e para o coração. Por isso, após a picada, a vítima da picada não consegue abrir os olhos, além de apresentar uma visão dupla e também asfixia.

Ficou curioso e quer saber mais sobre o universo das cobras? Então, leia: Por que as cobras mostram a língua?

Fontes: Escola Kids, UFRGS.

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você