Mundo Animal

Cobras brasileiras, quais são? Conheça as principais espécies

As cobras brasileiras são espécies reptilianas que variam entre peçonhentas e não venenosas, mas há ainda os animais em extinção.

As cobras brasileiras também são conhecidas como ofídios, serpentes, mbóis, mboias e até malacatifas. Nesse sentido, são répteis sem patas que pertencem à subordem Serpentes ou Ophidia num nível biológico. Como consequência, são parentes de outros répteis, como os jacarés, lagartos e tartarugas, por exemplo.

No geral, as cobras existem há 112 milhões de anos e existem cerca de 3,7 mil espécies desse animal com registro no mundo. Curiosamente, a Ilha da Queimada Grande, a 35 quilômetros do litoral de São Paulo, tem a segunda maior concentração de cobras no mundo. Sendo assim, perde somente para a Ilha de Shedao, na China.

Desse modo, o Brasil possui cerca de 321 espécies, portanto, as cobras brasileiras correspondem a 10% do total, sendo apenas 36 dessas espécies peçonhentas. Mais especificamente, as cobras brasileiras peçonhentas são da família Viperidae e Elapidae. Apesar disso, cabe ressaltar que muitos desses animais foram inseridos ou trazidos para o país.

No entanto, existem algumas espécies típicas e nativas do Brasil. Acima de tudo, as cobras brasileiras estão presentes no país inteiro, indo desde a úmida Floresta Amazônica até os campos do Pampa no sul. Nesse contexto, costumam habitar desde árvores até ocultas sob a terra, se alimentando das mais diversas presas. Por fim, conheça as cobras brasileiras a seguir:

Cobras brasileiras venenosas

1) Coral verdadeira

Cobras brasileiras, quais são? Conheça as principais espécies

No geral, a cobra-coral designa um grupo de serpentes da família Elapidae. Por outro lado, no Brasil representam uma das cobras brasileiras mais venenosas, ainda que não seja agressiva. Ou seja, não tem o costume de dar o bote, mas tem uma mordida potente. Sobretudo, se encontra nas regiões Sul e Sudeste do Brasil.

Continua após a publicidade

2) Jararaca, a maior responsável por acidentes dentre as cobras brasileiras

Cobras brasileiras, quais são? Conheça as principais espécies

Curiosamente, essas cobras brasileiras chegam até 1,6 metros de comprimento. Porém, são comuns desde a Bahia até o Rio Grande do Sul. Mais ainda, regiões adjacentes no Paraguai e Argentina também apresentam a espécie. Comumente, são identificáveis pelo corpo marrom com manchas triangulares escuras e por serem corpulentas.

3) Jararacuçu

Cobras brasileiras, quais são? Conheça as principais espécies

Também uma espécie venenosa dentre as cobras brasileiras, essa víbora recebe ainda o nome de surucucu ou urutu, a depender da região. Desse modo, é comum na região de Minas Gerais, Bahia, Mato Grosso e Rio Grande do Sul. Por outro lado, apresentam até 2 metros de comprimento e uma coloração dorsal que varia entre o cinza, rosa, amarelo, marrom ou preto.

4) Urutu, uma das jararacas mais venenosas no grupo de cobras brasileiras

Cobras brasileiras, quais são? Conheça as principais espécies

Apesar do nome similar com a cobra brasileira apresentada anteriormente, esse réptil é outro membro da família Viperidae. Desse modo, tem maior ocorrência no Sudeste, Centro-Oeste e no Sul do Brasil. No geral, seu veneno é o mais tóxico dentre as jararacas.

Continua após a publicidade

5) Cascavel

Cobras brasileiras, quais são? Conheça as principais espécies

Sobretudo, esse é um nome genérico para as cobras brasileiras dos gêneros Crotalus e Sistrurus. Ademais, são facilmente identificáveis pela presença de um chocalho na cauda e estão em toda a América. Porém, no Brasil são mais comuns em áreas do Cerrado, assim como no Nordeste, Sul e Sudeste.

6) Surucucu, a maior cobra peçonhenta da América Latina

Cobras brasileiras, quais são? Conheça as principais espécies

Também com diversos nomes, existem duas subespécies no Brasil com preponderância em áreas da Amazônia, Mata Atlântica e nas  matas úmidas do Nordeste. Desse modo, seu próprio nome demonstra sua agressividade, pois a etimologia significa, literalmente “que morde muito”.

Cobras brasileiras não venenosas

1) Cobra papagaio

Fotografia de um reptliano

Curiosamente, seu nome popular deriva da semelhança de seu padrão corporal com as aves. Nesse sentido, ainda recebe o nome cobra arara. Sobretudo, é uma serpente amazônica com hábitos noturnos, cujas medidas podem ultrapassar 1,50 metros de comprimento.

Continua após a publicidade

2) Falsa Coral, a prima das cobras brasileiras venenosas

Fotografia de um reptliano

No geral, essa cobra brasileira chega a 1 metro de comprimento, sendo da categoria de espécies de médio porte. No Brasil, são vistas principalmente no Sul, Sudeste, Centro e Noroeste. Porém, habitam espaços com formações abertas, em especial Cerrado e Caatinga.

3) Jiboia

Fotografia de um reptliano

Acima de tudo, tem ampla distribuição nas regiões Sudeste e Sul do Brasil. Contudo, são presentes ainda no México e no norte da Argentina. Por outro lado, tem hábitos terrícolas e arborícola, preferindo o crepúsculo e a noite para caçar.

4) Muçurana

Fotografia de um reptliano

Também com o nome cobra-preta, essa espécie faz parte do gênero Cielia. Nesse sentido, tem um hábito alimentar peculiar porque se alimenta de outras cobras. Ademais, foi descoberta pelo médico e cientista brasileiro Vital Brasil em 1911.

Continua após a publicidade

5) Sucuri, a segunda maior cobra brasileira

Cobras brasileiras, quais são? Conheça as principais espécies

Comumente, aparece com maior prevalência na América do Sul, sendo a maior cobra do Brasil e a segunda maior do mundo. Nesse sentido, faz parte de um grupo semiaquático com quatro espécies em registro.

6) Cobra verde

Cobras brasileiras, quais são? Conheça as principais espécies

Em primeiro lugar, tem como nome científico Liophis typhlus. Ademais é é uma espécie de cobra da família Dipsadida com preponderância na bacia Amazônica. Por fim, é caracterizada principalmente por sua tonalidade esverdeada como as folhas.

Espécies em extinção

1) Cobras-de-duas-cabeças

Fotografia de animais em extinção

Também com o nome Anfisbena, essa é a denominação de um grupo de cobras brasileiras em ameaça de extinção no país e no mundo. Desse modo, costumam ter uma cauda arredondada com formato semelhante à sua cabeça, o que explica o nome .Por fim, são répteis escamosos, o que os difere das cobras-cegas.

Continua após a publicidade

2) Cobras-anãs

Fotografia de animais em extinção

Comumente, são as espécies de cobras brasileiras mais comuns em áreas urbanas da Amazônia. Nesse sentido, são uma animais venenosos em situação endêmica no sudeste dos Estados Unidos.

3) Jiboia-amarela

Fotografia de animais em extinção

No geral, são animais da família com maiores cobras do planeta, e isso não é diferente para as cobras brasileiras. Nesse sentido, a segunda maior espécie do Brasil. Porém, perde somente para a sucuri, citada anteriormente.

4) Cobras-rainhas

Fotografia de animais em extinção

Também chamadas de najas, as cobras-rainhas estão em extinção no Brasil, mas são abundantes na África, índia e no Oriente Médio. No geral, são um grupo de cobras brasileiras que abarcam ainda outras espécies diversas.

Continua após a publicidade

5) Jararacas

Cobras brasileiras, quais são? Conheça as principais espécies

Por fim, as jararacas são igualmente um grupo de espécies sob uma mesma designação. No Brasil, aparecem com maios frequência na região da Bahia ao Rio Grande do Sul. Porém, estão em ameaça por terem sua inserção em outros países, causando desequilíbrio ecológico.

E aí, aprendeu sobre as cobras brasileiras? Então leia sobre

Próxima página »

Escolhidas para você