Curiosidades

Como se proteger do coronavírus – 5 dicas para você sair imune do surto

Diante da ameaça global de uma nova doença, é fundamental tirar algumas dúvidas para saber como se proteger do coronavírus

Por P.H Mota

O surgimento de um novo coronavírus tem sido motivo de alerta de pessoas no mundo inteiro. Assim como organizações e governos devem tomar medidas de precaução para evitar uma pandemia, também é importante que cada pessoa saiba como se proteger do coronavírus.

No Brasil, o primeiro caso da doença foi confirmado logo após o fim do carnaval. Assim, as dúvidas sobre a nova ameaça rapidamente provocaram uma necessidade de esclarecimento sobre o problema.

Por causa disso, decidimos listar algumas dicas de proteção. Elas foram inspiradas em documentos apresentados pela Organização Mundial da Saúde e pela Sociedade Brasileira de Infectologia.

Dicas de como se proteger do coronavírus

Lavar as mãos adianta?

Como se proteger do coronavírus - 5 dicas essenciais para você se cuidar
The Jakarta Post

Primeiramente, é essencial lavar as mãos com cuidado e com frequência. Além de passar ao menos 20 segundos se dedicando à tarefa, usar toalhas descartáveis é recomendado.

Isso porque suas mãos podem estar contaminadas pelo ambiente e o cuidado com água e sabão evita que o vírus chegue ao organismo. Uma alternativa para quem não pode encontrar água e sabão, é usar álcool gel.

Posso me contaminar pelo contato físico?

Como se proteger do coronavírus - 5 dicas essenciais para você se cuidar
Fox News

Evitar cumprimentos como apertos de mãos, abraços e beijos também é uma medida de proteção. Se o contato acontecer, evite tocar no próprio rosto, principalmente nas mucosas de boca, olhos e nariz.

Uma outra dica básica de como se proteger do coronavírus é evitar o contato com pessoas que estejam com sintomas de contaminação. Entre eles, podemos citar tosse, coriza e febre, por exemplo.

Posso viajar normalmente?

Como se proteger do coronavírus - 5 dicas essenciais para você se cuidar
Quartz

Viagens para países muito afetados, como a China, devem ser realizadas somente em casos extremos. O Ministério da Saúde, o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC) e a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) recomendam que, nesses casos, é preciso ficar muito atento às regras de higiene básica.

Além disso, é importante lembrar que locais de grandes aglomerações oferecem maior risco de contaminação.

Devo usar máscara de proteção?

Como se proteger do coronavírus - 5 dicas essenciais para você se cuidar
Consumer Report

A verdade é que a máscara só é necessária em locais onde o surto está forte. No Brasil, a situação ainda não é motivo de pânico geral, então a máscara não é uma necessidade.

Apesar de realmente poder reduzir o risco de infecção, pode representar uma falsa sensação de segurança. Isso porque a máscara deve ser utilizada corretamente, além de acompanhada por outras medidas, como lavar as mãos.

Preciso me vacinar contra o coronavírus?

Como se proteger do coronavírus - 5 dicas essenciais para você se cuidar
Olive Press

Ainda não existe uma vacina para a nova ameaça, mas isso não significa que a carteira de vacinação deve ser ignorada. Mesmo que o novo coronavírus não possa ser combatido diretamente, outros vírus ainda são ameaças.

Como várias doenças virais apresentam os mesmos sintomas, estar em dia com a proteção do corpo pode ajudar. Isso porque os sintomas semelhantes de outras doenças, como a gripe, podem evitar o pânico e a preocupação desnecessária.

Além disso, um estudo chinês revelou que os quadros mais graves de contaminação acontecem em pessoas com imunidade baixa.

Fontes: G1, Saúde Abril, Carta Capital

Imagem de destaque: Medical News Today

Próxima página »

Escolhidas para você