Curiosidades

Como surgiu a expressão guardado a sete chaves?

Guardado a sete chaves, como sete são as maravilhas do mundo antigo e as maravilhas do mundo moderno, os dias do Gênesis e os sábios da Grécia

Atualizado em 05/11/2018

A expressão guardado a sete chaves é um termo muito popular da língua portuguesa, usado no sentido de “algo que está muito bem protegido” ou “um segredo muito bem guardado”.

Como mostram diversos registros históricos, esta expressão teria se originado a partir de um hábito bastante comum entre a realeza de Portugal, durante o século XIII (1201-1300).

Todos os objetos de valor, como joias e documentos de importância para a Coroa Portuguesa eram guardados em um baú especial que tinha quatro fechaduras diferentes.

Como surgiu a expressão ‘guardado a sete chaves’?

Guardado a sete chaves… ou a quatro?

Não eram sete, mas quatro chaves, que abriam as fechaduras, eram entregues para quatro funcionários de alta responsabilidade do Reino, sendo necessário a presença dos quatro juntos para que o baú fosse aberto.

Era considerado um dos modos mais seguros de se guardar os tesouros e informações secretas naquela época.

O ato de guardar algo com várias chaves se transformou em sinônimo de segurança com o passar do tempo.

Como surgiu a expressão ‘guardado a sete chaves’?

Exemplo de uso: “Estou pensando em mudar de casa, mas guarde isso a sete chaves!”

Então… por que a sete chaves?

O número 7, no entanto, passou a ser utilizado, sendo incorporado à expressão pelo fato de ter um significado cabalístico e místico para algumas religiões antigas, principalmente entre os egípcios e os babilônios.

No idioma inglês, a expressão “guardar a sete chaves” não possui uma tradução literal, mas pode ser substituída pela frase under lock and key, que possui um significado semelhante ao da expressão popular em português.

Conheça também 10 expressões portuguesas que têm significados completamente diferentes no Brasil.

Fonte: TriCurioso

Por <a href='https://segredosdomundo.r7.com/author/gabrielcostamg10yahoo-com-br/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Gabriel Pietro</a>
Por Gabriel Pietro
Gabriel Pietro têm 19 anos, é Web Designer e Criador de Conteúdo do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.