Saúde

Doenças do século 21: quais são e por que colocam o mundo em risco

Pensar que apenas o estresse é a grande preocupação de saúde do século 21 é um equívoco; há um lista de doenças piores e mais preocupantes.

As mudanças em nosso mundo têm um impacto direto na saúde geral da humanidade. Desse modo, algumas condições se apresentam como grandes desafios urgentes de saúde, ou seja, as doenças do século 21 decorrentes uma rotina estressante e cansativa.

Transtornos mentais e outros problemas como por exemplo doenças cardiovasculares, diabetes, câncer e doenças respiratórias crônicas destroem muitas vidas prematuramente, causam graves problemas de saúde e comprometem o desenvolvimento humano e econômico.

Em 2011, cerca de 15 milhões de pessoas morreram prematuramente (antes dos 70 anos) por causa dessas doenças, 85% delas em países de baixa e média renda.

Além disso, 80% dos anos em que as pessoas vivem com deficiência são o resultado de doenças não transmissíveis, especialmente transtornos mentais e comportamentais. No entanto, os problemas de saúde associados as mudanças no século 21, podem ser evitados ou mitigados.

Continua após a publicidade

Quais os fatores de risco para as doenças do século 21?

A carga crescente imposta por doenças não transmissíveis e problemas de saúde mental tem muitas causas, incluindo o envelhecimento da população, urbanização rápida e não planejada e opções de estilo de vida, como consumo de alimentos não saudáveis.

Muitas pessoas sofrem dessas doenças por causa do uso do tabaco e do consumo de alimentos ricos em sal, gordura e açúcar. E nas áreas urbanas, as mudanças na dieta e na atividade física, a exposição à poluição do ar e a ampla disponibilidade e consumo de álcool são fatores contribuintes.

Diante desse ritmo tecnológico a crescente, poucos governos e indivíduos, estão acompanhando a necessidade de medidas de proteção, como leis antifumo; regulamentos para desencorajar o consumo de gorduras ruins, sal e açúcar; políticas para reduzir o uso prejudicial de álcool; e melhor planejamento urbano para promover a atividade física.

Continua após a publicidade

Por fim, as doenças do século 21 levam ao aumento da pobreza individual e familiar e prejudicam o desenvolvimento social e econômico. Veja quais são essas doenças a seguir.

Quais são as principais doenças do século 21?

Obesidade

Doenças do século 21: quais são e por que colocam o mundo em risco

A obesidade é uma ameaça global significativa à saúde, com as taxas de obesidade em todo o mundo mais do que dobrando desde 1980, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Aliás, a OMS observou que a maioria da população mundial vive em nações onde o excesso de peso mata mais pessoas do que a desnutrição. A obesidade afeta áreas desenvolvidas e subdesenvolvidas, e é agora a maior ameaça à saúde evitável, de acordo com a classe médica.

Continua após a publicidade

Além disso, a OMS alerta que a obesidade pode causar inúmeros problemas de saúde ou multimorbidade, que inclui doenças cardiovasculares, doenças músculo-esqueléticas, câncer e diabetes.

Doenças relacionadas a saúde mental

Os distúrbios de saúde mental, às vezes chamados de doenças, afetam os pensamentos, o humor e o comportamento das pessoas. Desse modo, acredita-se que fatores de estilo de vida, como dieta e atividade individual, podem influenciar o aparecimento de depressão, ansiedade e outras condições.

Transtornos de ansiedade

A categoria mais comum de transtornos mentais no continente Americano afeta aproximadamente 40 milhões de adultos com 18 anos ou mais. Os transtornos de ansiedade fazem com que as pessoas experimentem medo e apreensão angustiantes e frequentes. Em suma, “ansiedade” é na verdade um termo genérico que inclui uma série de distúrbios específicos, incluindo:

Continua após a publicidade
  • Síndrome de Burnout
  • Transtorno obsessivo-compulsivo
  • Síndrome do pânico
  • Transtorno de estresse pós-traumático
  • Transtorno de ansiedade social

Transtornos de Humor

Doenças do século 21: quais são e por que colocam o mundo em risco

Estima-se que 1 em cada 10 adultos sofre de algum tipo de transtorno de humor. Embora seja normal experimentar alterações de humor de vez em quando, as pessoas com transtornos de humor vivem com sintomas mais persistentes e graves que podem atrapalhar suas vidas diárias. Com efeito, os transtornos de humor mais comuns são:

  • Depressão
  • Bipolaridade
  • Distimia (Transtorno depressivo persistente)
  • Transtorno de humor induzido por substâncias

Transtornos Psicóticos

Aqueles que sofrem de transtornos psicóticos podem ser incapazes de saber o que é real e o que não é. Este grupo de transtornos mentais muda o senso de realidade de um indivíduo. Assim, os transtornos psicóticos mais comuns incluem:

Continua após a publicidade
  • Esquizofrenia
  • Transtorno esquizoafetivo
  • Síndrome psicótica breve
  • Transtorno delirante
  • Transtorno psicótico induzido por substâncias

Demência

Embora erroneamente considerada um único transtorno, a demência é um termo que abrange uma ampla gama de condições mentais específicas. Assim, os principais tipos de demência assumem a forma de:

  • Doença de Parkinson
  • Alzheimer
  • Doença de Huntington
  • Síndrome de Wernicke-Korsakoff

Distúrbios alimentares

Doenças do século 21: quais são e por que colocam o mundo em risco

Os transtornos alimentares envolvem mais do que a relação de um indivíduo com a comida. Em suma, eles são transtornos mentais complexos que geralmente requerem intervenção de especialistas médicos e psicológicos.

Continua após a publicidade

Com efeito, essas condições causam o desenvolvimento de hábitos alimentares pouco saudáveis, como a obsessão por comida, peso ou forma corporal.

Em casos graves, os transtornos alimentares podem ter consequências graves para a saúde e podem até resultar em morte, se não forem tratados. Assim, os tipos mais comuns de transtornos alimentares incluem:

  • Anorexia
  • Bulimia
  • Compulsão alimentar

Doenças infecciosas do século 21

Por muitas razões, o coronavírus ou Covid-19 superou uma ampla variedade de outras doenças infecciosas. Todavia, é preciso estar alerta a outras doenças que poderão ressurgir para ameaçar a humanidade, são elas:

1. Variantes do coronavírus

Doenças do século 21: quais são e por que colocam o mundo em risco

Continua após a publicidade

Em março de 2021, pelo menos cinco cepas de SARS-CoV-2 surgiram em vários países. Aliás, alguns desses “mutantes” que foram encontrados, tendem a se espalhar mais facilmente através das populações, e pelo menos um exibe maior virulência e/ou resistência a anticorpos adquiridos por doença e vacinação.

2. Malária

A malária continua a ser uma das principais doenças infecciosas em grande parte do mundo. Embora a doença tenha sido erradicada de vários países nos últimos anos, há muita preocupação com a disseminação para outras regiões relacionadas ao aquecimento global (que favorece os mosquitos vetores), a contínua falta de uma vacina eficaz e o advento de altos níveis de resistência aos medicamentos usados ​​no tratamento.

3. Influenza

Continua após a publicidade

Em pelo menos dois séculos as pandemias de Influenza causaram estragos na humanidade. Todavia, a esperança é que os avanços na epidemiologia, vacinologia e desenvolvimento de agentes antivirais possam oferecer alguma esperança quando o próximo surto desse tipo surgir.

4. Tuberculose

Doenças do século 21: quais são e por que colocam o mundo em risco

A tuberculose continua afetando um grande número de pessoas em todos os países. Dessa forma, o aumento da incidência está associado à aglomeração e à pobreza e, assim como à malária, a algumas cepas emergentes do bacilo da tuberculose que são resistentes a praticamente todos os antibióticos.

5. Doenças bacterianas resistentes a antibióticos

Doenças do século 21: quais são e por que colocam o mundo em risco

Continua após a publicidade

Por fim, não só a tuberculose é resistente a medicamentos, mas há uma lista crescente de doenças bacterianas que não podem mais ser tratadas com os antibióticos disponíveis.

Com efeito, cirurgia, quimioterapia e várias outras técnicas que surgiram no século 20 só podem ser usadas se o paciente não sucumbir à infecção por uma bactéria altamente resistente.

Então, agora que você sabe quais são as doenças do século 21, leia também: Sinais de ansiedade – Causa, como evitar e tratamento dos sintomas

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você