Curiosidades

Dor de cabeça com frequência? Entenda as possíveis causas

Sente dor de cabeça frequente? Saiba que isso não é normal. Essas dores podem ser sinais de que algo não está certo com sua saúde.

Dor de cabeça pode ser sintoma de algumas doenças, você sabia?

Ter dor de cabeça frequente, ao contrário do que muitos pensam, não é normal. O incômodo pode ter diversas causas, mas é importante ficar alerta aos sinais e a duração da dor.

As principais dores de cabeça são o aneurisma cerebral, cefaleia tensional e enxaqueca. Os fatores podem ser diversos, desde problemas da saúde física à problemas emocionais e psicológicos.

Identificando a dor de cabeça

Cefaleia tensional

Você tem dor de cabeça com frequência? Entenda as possíveis causas.

Continua após a publicidade

Esta dor é causada por tensão muscular nos músculos do pescoço e da cabeça. Os sintomas são os seguintes: dor de cabeça do lado direito e esquerdo, com sensação de peso ou aperto.

Essa dor normalmente é fraca ou moderada, a duração vai de apenas um hora até semanas. Nesses casos, a luz e o barulho podem causar incômodo.

Enxaqueca

Você tem dor de cabeça com frequência? Entenda as possíveis causas.

É enxaqueca quando a dor de cabeça é: forte, com sensação de que está pulsando ou latejando, apenas do lado direito ou esquerdo da cabeça, náusea, visão embaçada, tontura e sensibilidade à luz, à ruídos e a cheiros.

Continua após a publicidade

Hipertensão

Você tem dor de cabeça com frequência? Entenda as possíveis causas.

Dores de cabeça na região da nuca, com sensação de aperto podem ser sinal de pressão arterial alta.

Outras doenças

Você tem dor de cabeça com frequência? Entenda as possíveis causas.

Dores de cabeça podem ser ainda sinais de doenças como: sinusite, meningite, anemia, hipotireoidismo, tumor cerebral, entre tantas outras.

Continua após a publicidade

O que fazer?

Você tem dor de cabeça com frequência? Entenda as possíveis causas.

Fique atenta aos sintomas e frequência da sua dor. Se não encontrar melhora, procure um médico neurologista para uma melhor avaliação do seu estado físico. Ele pode indicar o melhor tratamento em seu caso.

E lembre-se, caso não seja identificado sintomas físicos, consulte com um bom psicólogo. O problema pode ser relacionado a fatores emocionais e psicológicos e precisa ser tratado.

Agora, falando em dores persistentes, confira ainda: Dor no pescoço, como aliviá-la com esses 4 passos simples.

Continua após a publicidade

Fonte: Médico Responde

Imagens: Tua saúde, mundo boa forma, fatos desconhecidos

Próxima página »

Escolhidas para você