Curiosidades

Dor no pescoço, como aliviá-la com esses 4 passos simples

Má postura, esforço físico, cansaço e uma série de outros fatores podem estar por trás da sua dor no pescoço. Conheça alguns truques para aliviá-la, antes de ir direto para o remédio.

Ninguém lembra que tem pescoço até o dia em que amanhece com uma fatídica dor no pescoço, não é verdade? Nesses momentos, o que vale é tentar relaxar e fazer com que a tensão da musculatura alivie.

Até porque, na grande maioria das vezes, a dor no pescoço costuma ser sinal de um dia a dia estressante. Ela pode ser causada por cansaço, pela má postura, um exercício que se fez de forma errada na academia ou um clássico torcicolo.

Seja lá qual for seu caso, o fato é que ninguém quer ficar com o pescoço enrijecido e dolorido. É por isso que selecionamos, abaixo, algumas das melhores dicas para tratar a dor no pescoço em casa, de forma simples e eficiente, para garantir alívio rápido do desconforto.

Como acabar com a dor no pescoço:

1. Compressa quente

Rascunho automático

Ao manter a região dolorida aquecida, você consegue aumentar a circulação sanguínea no local, o que relaxa o músculo tensionado.

No caso da dor no pescoço, você pode molhar uma toalha em água morna ou aquecer a própria toalha no micro-ondas.

Continua após a publicidade

Se preferir a segunda opção, molhe a toalha e a coloque em um saco plástico, depois aqueça no micro por 3 minutos. Daí, é só fechar o plástico e enrolá-lo em uma outra toalha seca e limpa, que vai ficar em contato com a pele.

Deixe a compressa na área do pescoço por 20 minutos, tendo sempre cuidado para não se queimar. Óleos essenciais analgésicos, como o óleo de cravo-da-índia ou de hortelã-pimenta, também ajudam a aliviar bastante a tensão, se usados na toalha que fica sobre a pele.

2. Massagem

Rascunho automático

Assim que terminar a compressa quente, aproveite a região relaxada e faça uma massagem no pescoço. Use pomadas analgésicas e anti-inflamatórias, como Caminex ou Massageol, para ajudar as mãos a deslizarem e aliviarem a dor no pescoço.

Para fazer a massagem, espalhe a pomada, o óleo essencial ou o hidratante sobre a pele e pressione as pontas dos dedos contra as áreas doloridas, fazendo movimentos circulares. Isso deve acontecer por mais ou menos dois minutos em cada região do pescoço, para que a pele absorva a pomada e os músculos relaxem.

3. Alongamento

Rascunho automático

Continua após a publicidade

Assim como a massagem, o alongamento dá alívio à dor no pescoço, diminuindo a tensão dos músculos. Mas, claro, tudo com muito cuidado e sem sobrecarregar o pescoço.

Aliás, alongamento do pescoço, bem como do corpo todo, deve ser feito todos os dias. Ele não alivia só a dor, como aumenta a força e a resistência musculares, evitando que a dor volte a aparecer.

Abaixo, no vídeo, você confere alguns exercícios de alongamento para fazer em casa:

4. Relaxante muscular

Rascunho automático

Se, mesmo depois desse passo a passo a dor no pescoço não aliviar, aí chegou a hora de apelar para o remédio. Relaxantes musculares e analgésicos vão dar conta do recado, reduzindo a tensão e até mesmo atuando sobre alguma possível inflamação.

Continua após a publicidade

Mas, claro, não vá se automedicar. O ideal é ter aconselhamento profissional antes de tomar qualquer remédio.

Como reduzir e prevenir a dor no pescoço

  • Preferir travesseiro baixo e firme;
  • Não dirigir com dor de pescoço;
  • Não dormir de barriga para baixo (a posição aumenta a pressão na região cervical e lombar);
  • Não segurar o celular entre o ouvido e o ombro;
  • Reduzir o tempo sentado em frente ao computador;
  • Manter a postura correta. Sobre isso, aliás, já demos alguns bons conselhes nesse outro post aqui (clique)

A dor persiste?

Rascunho automático

Então não exige em procurar um médico, especialmente se a dor no pescoço permanecer por 3 dias. Dores intensas, acompanhadas por febre, vômitos, tonturas e outros sintomas alarmantes precisam ainda mais de atenção especial e de atendimento de um especialista.

Apesar da grande maioria das dores na região do pescoço estarem associadas à má postura e ao estresse, mental ou físico, elas também podem ser sintomas de quadros mais sérios, como meningite ou enxaqueca.

Fonte: Tua Saúde

Imagens: Saúde Fit, Estética: Corpo em Equilíbrio, iG,

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você