Curiosidades

Druida, o que é? História e origem dos intelectuais celtas

Os druidas eram intelectuais muito influentes na sociedade celta, na Europa antiga. São tão famosos que inspiraram diversos personagens.

Atualizado em 15/09/2020

Primeiramente, o termo druida é utilizado para se referir aos povos de origem indo-européia, atuando como sacerdotes do povo celta. De modo geral, eles habitavam áreas extensas da Europa pré-romana. Atualmente, o druidismo é considerado uma das vertentes do paganismo.

Mas, definir e classificar os druidas é difícil devido à sua complexidade. A sociedade celta possuía apenas três classes sociais: reis, druidas e homens, sendo que os druidas estavam superiores aos monarcas. Também pode ser fácil confundir a atuação deles com a de sacerdotes, médicos, guias espirituais, intelectuais e historiadores. Ao mesmo tempo que podem ser uma mistura de todos, eles não são apenas um deles em específico.

A figura dos druidas ficou famosa após ser utilizada em jogos, sobretudo de RPG, filmes, séries e Histórias em Quadrinhos. Contudo, o druidismo está longe de ser um fenômeno recente, já que há relatos da prática há cerca de 3 mil anos.

Significado de druida

Fonte: Hipercultura

Para começar a entender a figura dos druidas, é importante analisar o significado da palavra em si. De modo geral, dois são os termos atribuídos à palavra druida: “conhecedor do carvalho” ou “vidente do carvalho” . De acordo com o historiador romano Plínio, há um motivo para que esses sábios estejam associados a um tipo específico de árvore.

No ano 77, no seu livro História Natural, Plínio diz que o carvalho é a “árvore das árvores”, pois se destaca em uma floresta. Além disso, era comum que os druidas se reunissem em florestas de carvalho para debater, uma vez que essas árvores eram consideradas sagradas por sua longevidade e suntuosidade.

No entanto, essa explicação histórica não é a única que busca analisar o significado da palavra. Isso porque o Dicionário Etimológico da Língua Inglesa define o termo druida como mágico ou feiticeiro.

O papel dos druidas

Fonte: Hipercultura

Como já dissemos, os druidas faziam parte da sociedade celta. Contudo, por se tratar de uma prática de transmissão oral, não há muitos documentos ou livros que especifiquem o papel dos druidas nessas sociedade. O que se sabe, em sua maioria, é fruto de lendas e mitos . Apesar disso, o imperador romano Júlio César deixou alguns escritos sobre esses homens sábios.

De modo geral, Júlio César relata que os druidas estavam a frente da religião celta, inclusive, comandando sacrifícios e rituais. Contudo, eles também atuavam como uma espécie de conselheiro ao qual as pessoas recorriam para ter palavras de sabedoria e orientações sobre a religião e a moral.

No entanto, a atuação dos druidas estava longe de ser restrita à religião e à sociedade. Isso porque, eles também eram influentes em assuntos relativos à política e tomada de decisões. Inclusive, muitos reis chamavam os druidas para fazer previsões sobre o futuro do reino, bem como aconselhar no momento de decidir algo.

Para além da atuação na sociedade e na religião, os druidas também eram intelectuais, e podiam passar até 20 anos estudando antes de colocar os conhecimentos em prática. Eles costumavam estudar filosofia natural, astronomia e a sabedoria dos deuses, bem como poesia, literatura e outras artes.

Mesmo sendo cultuados na cultura celta, os druidas foram perseguidos e mortos em várias regiões da Europa. Por isso, muitas representações deles datadas da época mostram pessoas totalmente vis e manipuladora. Atualmente, sabe-se que essa representação é bastante exagerada.

Tipos de druidas

Fonte: Hipercultura

Apesar das diversas atuações na sociedade, a literatura relata seis principais tipos de druidas:

  • Brithem: inicialmente, esses atuavam como juízes. Isso porque, os celtas não tinham um conjunto de leis escritas, por isso, em casos de conflitos, eram os brithem que tomavam as decisões;
  • Liang: médicos e curandeiros. De modo geral eles tinham especialização entre si, assim como os médicos contemporâneos, e usavam ervas e técnicas de cura;
  • Scelaige: já esses druidas eram os narradores. Sendo assim, cabia a eles a função de transmitir as histórias orais do povo celta, bem como compilar as novas histórias que eram contadas pelos sencha;
  • Sencha: escritores e viajantes, eles percorriam todo o território celta em busca de novas histórias e de relatos sobre terras distantes;
  • Filid: por sua vez, estes compunham a alta classe dos druidas. Além de prestígio, somente eles tinham acesso direto às divindades;
  • poetas: assim como os sencha, eles contavam histórias ao povo e, àsvezes, entoavam canções populares.

Símbolos druidas

Tanto o druidismo antigo como o moderno possuem diversos símbolos, cada um com seu devido significado. Três dos principais são:

Triskle

Fonte: Pinterest

Em primeiro lugar, este símbolo também pode ser chamado de triplo círculo, espiral tripla ou triskle celta. De modo geral, ele está relacionado à alma que, para os celtas, significava a evocação dos quatro elementos da natureza.

Awen

Fonte: Pinterest

Já esse símbolo é considerado sagrado e é muito utilizado por adeptos do druidismo moderno. No geral, essa simbologia está associada à criatividade, inspiração divina e as artes. Por isso, os druidas o utilizavam para trazer bênçãos para suas vidas e ambientes.

Vesica Piscis

Fonte: Pinterest

Por último, esse símbolo que também é chamado de vesícula de peixe. Resumidamente, ele significa a junção de pólos opostos: escuro e claro, homem e mulher, céu e terra, etc.

Druidismo moderno

Fonte: Hipercultura

Como dito anteriormente, há práticas de druidismo ainda hoje. No entanto, tais práticas contemporâneas estão relacionadas ao paganismo. Por isso, é importante definir que paganismo é a prática religiosa que considera sagrada a natureza, bem como todas as formas de vida.

Assim como os druidas celtas, o druidismo moderno se baseia nas estações no ano e nos ciclos da natureza. No entanto, não há regras rígidas como em religiões, já que para esses preceitos, é preciso naturalidade, pois a perfeição está na natureza. O objetivo do druidismo atual é, desse modo, tentar transformar o mundo em um lugar mais equilibrado.

No entanto, não há um consenso de que o druidismo moderno seja uma religião. Isso porque, há quem o considere como prática espiritual, uma filosofia ou mesmo um modo de vida. Contudo, há princípios comuns entre todas as práticas como a conectividade com a natureza e a inspiração nas coisas naturais.

Um dos lugares mais usados pelos druidas modernos é Stonehenge, no Reino Unido. Isso porque, acredita-se que os monumentos de pedra foram construídos por druidas antigos.

Gostou de conhecer os druidas? Então aqui está outra matéria que pode te interessar:

Fonte: Brasil Escola, Hipercultura, História do Mundo

Por <a href='https://segredosdomundo.r7.com/author/amandasales/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Amanda Sales</a>
Por Amanda Sales
Jornalista, escritora, redatora e social media. Gosto de coisas demais para caber aqui. Instagram: @tobemcansada