Efeito cheerleader: pessoas são mais atraentes quando estão em grupo

Quem é fã da série americana How I Met You Mother (HIMYM) sabe exatamente do que se trata o tal efeito cheerleader. Agora, se você não tem ideia do que estamos falando, a explicação é bem simples: segundo essa teoria, as pessoas – tanto mulheres quanto homens – tendem a ficar mais bonitos e atraentes quando estão em grupos.

Quem menciona o efeito cheerleader pela primeira vez, sem qualquer pretensão científica, é o personagem mulherengo Barney Stinson, de (HIMYM).

Barney Stinson e o efeito cheerleaders

Na cena, de um episódio da 4º temporada, Barney explica aos amigos no balcão do bar sobre a teoria, explicando que as mulheres bonitas que estavam chamando atenção, na verdade, seriam feias se analisadas separadamente.

Ele fala ainda que é isso que acontece com as líderes de torcida (cheerleaders, em inglês), por exemplo.

Com base nisso, pesquisadores da Universidade da Califórnia de San Diego, nos Estados Unidos, resolveram tirar a prova se o efeito cheerleaders (também chamado por Barney de “o paradoxo da madrinha de casamento”, “a síndrome da garota da fraternidade” ou, por um breve período dos anos 1990, “a conspiração das Spice Girls”) é real.

A ciência do efeito cheerleaders

Para comprovar a teoria, o estudo conduzido por Drew Walker e Edward Vul passou por cinco etapas, nas quais os participantes tinham que analisar se uma pessoa era mais atraente se vista sozinha ou em grupo com integrantes do mesmo sexo. E sim, os resultados mostraram que o efeito cheerleader é real.

Conforme os pesquisadores, o efeito das pessoas em grupos se tornarem mais atraentes surge como resultado da interação de fenômenos cognitivos que têm início com a análise dos rostos de cada um dos indivíduos. Depois, sem querer, nosso cérebro cria uma espécie de “média” do rosto do grupo e as individualidades de cada um acabam sendo direcionadas a um único rosto.

No final, dá para dizer que os rostos médios atraem as pessoas, uma vez que o sistema visual cria uma espécie de padrão que ignora os detalhes menos interessantes, como as imperfeições, por exemplo.

E então, você já tinha percebido esse efeito? Acha que as pessoas tendem mesmo a ficar mais atraentes quando estão em grupos? Não deixe de comentar!

Agora, falando em fenômenos interessantes estudados pela Ciência, você pode se surpreender ainda com esse outro post a seguir: Você já teve Déjà vu? Saiba o que é e por que ele acontece.

Fonte: Correio Brasiliense, iG